" /> À luz dos dias: novembro 2008 Archives

« outubro 2008 | Main | dezembro 2008 »

novembro 30, 2008

Há momentos inspirados...

...em que as palavras surgem incessantes.
É uma sensação deliciosa.

novembro 29, 2008

De regresso ao reduto

o rio tejo1.jpg
Foto: Madalena Palma

Este...

...é o primeiro post que escrevo a andar de comboio.
Que giro.
Pronto...era só isto.

novembro 28, 2008

Hoje...

..foi demais.

5-1

Glup!

novembro 26, 2008

Eu sou uma gaja cheia de sorte...

...porque para além de ter um avisador de estações também tenho uma avisadora de temperatura.
"Lena, agasalha-te filha e aos meninos também porque hoje vão estar dois graus".
Uma chamada telefónica destas ainda antes do despertador tocar é mais que suficiente para me levantar de sorriso nos lábios.

novembro 25, 2008

Estive um dia inteiro...

...sem me lembrar que estas coisas existem.

Queria escrever...

...qualquer coisa, mas não sei bem o quê.

novembro 24, 2008

Protagonistas:

Gaja 1, Gaja 2 e Gaja 3.
Contexto: uma conversa no msn
Assunto: impossível descrever
Consequências do momento: choro de rir e nem tiro proveito dos ferreros rocher

O banho...

...não foi de imersão.
Foi um banho daqueles...
...que reúne nas gotas de água os resquícios dos melhores momentos.
Fico tão bem que estou capaz de comer dois Ferreros Rocher.

Acabada de chegar...

...a casa e ainda com os pés frios, dor nos pulmões (tenho que deixar de fumar os cigarros dos outros) mas aqui sinto um cheiro que me aquece tanto...
Já venho...

É das ideias...

...mais glamourosas que já ouvi falar.

novembro 23, 2008

Das minhas...

...favoritas no Aliciante.
Até tem um pouco da paz...

Nada como uma óptima refeição...

...com o conforto de um colo para...

...continuar sem vontade de começar a semana.

Uma hora...

...a ver fotografias e não escolho nem uma.
Acho que estou a ficar demasiado exigente.
Ou não?
Pois não sei.
Vou para o sofá outra vez.

Mas eu...

...gosto que faças perguntas...

Não me apetece...

...começar a semana.

novembro 22, 2008

O que eu gostava de saber...

...é como é que vou adormecer...

novembro 20, 2008

Estou...

...aqui sempre.

Há gajas com sorte...

Img002.jpg

...e eu sou uma delas porque, e até tenho um album com o meu nome.
Não, não sei quem é o Luís Manuel e o refrão da música diz assim:
"Vem cá
Vem já, oh Madalena
Eu preciso de te amar
Vem cá
Vem já, oh Madalena
Eu preciso ter o teu amor"

Ahahahahahahahahhaahhahahaha!!!!!!!
Estava capaz de abrir os comentários só para me rir convosco.
(Mentira, estava a brincar. Não abro nada)

Já...

...está.

novembro 19, 2008

É uma leveza...

...que sinto quando termino a crónica.

A Gaja 1...

...faz hoje anos.
Pediu-me para lhe escrever um poema para lhe oferecer na festa de anos.
Os poemas são o mais próximo que tenho da alma.
Gaja 1, tentarei mostrar-te como te tenho no coração.

Muitos parabéns, pipipi!

Post it!

Comprar:

- Um par de luvas
- Uns chinelos
- Leite, freeze de limão e papel higiénico.

novembro 17, 2008

A música mas...

...principalmente o ritmo está a martelar-me na cabeça há dias.
Caraças, que custei a dar com ela.

Foi um dia estranho...

...em que acho que preciso de mais uns quantos para o digerir.

Eu tenho uma amiga...

...de dá pelo nome de Gaja 3 que quando se irrita diz: "Ai a cona da caralha!"
Ela é muitáfrente.
Aliás é melhor não nos colocarmos à frente porque acabamos mal ou seja, atropelados.

Já...

...tive horas de almoço melhores que esta.

Gosto de ouvir as pessoas dizer...

...em jeito de despedida: "Um dia feliz!"

Hoje...

...é o dia do Não Fumador.
Ainda me lembro como era e ainda hoje sonho que estou a fumar.
Mas acordada sou tão radical e fundamentalista que até enjoo.

novembro 16, 2008

O que eu estou...

...a gostar, cada vez mais, é de escrever cartas.

novembro 15, 2008

Quando se consegue...

...dormir duas horas e meia a meio da tarde numa casa com duas crianças é porque, ou o cansaço é muito ou as crianças são dois pequenos homenzinhos que sussurram lá longe "brincamos com os arcos e as flechas porque as pistolas fazem muito barulho e acordamos a mamã".

Lição de vida

"Mamã, se eu não tivesse vindo hoje aqui não sabia nunca que conseguia enfrentar o meu medo"

André, 8 anos

novembro 14, 2008

E assim...

...se chega ao final da semana (quase) completamente de rastos.

novembro 13, 2008

Resta...

...como que em slow motion ir desligando as luzes...

Já tinha...

...saudades de um dia assim.

novembro 12, 2008

Fantástica a Lua

Img013.jpg
Foto: Madalena Palma

Nenhuma foto lhe faz justiça.
Apenas o nosso olhar.
"Está linda!"

O que menos...

...gosto dos dias frios é ter sempre as mãos geladas.
Eu gosto mesmo é de as ter suadas.
Isso é que é...

Miguel...

...tenho pena que te vás embora.

Expressões de gaja

Gaja 2 - E que fazes hoje?
Gaja 1 - Esta noite nem quero saber...vou é para o disparo.

Bom dia!

frio.

Afinal...

...comecei e acabei por escrever no word, enviei por email e agora estou cheia de sono e vou-me deitar ou pensam que a minha vida é isto?
Bêjos e até amanhã.

novembro 11, 2008

Finalmente sentada...

...ao computador nem sei bem por onde começar o muito que quero escrever.
Abro o separador de favoritos para escolher entre o Luz dos Dias e o Aliciante.
Ainda me recordo quando tinha blogs e mais blogs nos favoritos e me dava ao trabalho de os visitar diariamente.
Agora reparei e até nisso mudei.

Img005.JPG
Foto: Madalena Palma

Esta casa...

...está com falta de um mimo meu.

Suave...

...assim como se estivesse deitada numa nuvem.
Como uma sensação tão não-sei-bem-explicar que sinto que nada me incomoda.
Assim com uma paciência e calma enormes.
Como se ouvisse lá ao fundo a ondulação do mar numa noite de luar intenso.
Vejo as horas a passar e regresso a outros minutos que não estes.

Um Licor Beirão...

...depois de almoço com o meu irmão é a melhor coisa do mundo a seguir à maternidade, ao amor, à invenção da roda, ao Benfica e a uma bela queca.

Pela boca...

...morre o peixe.

novembro 10, 2008

Gaja 1 e Gaja 2

Gaja 1 - Comprei-lhe um perfume.
Gaja 2 - Compraste?
Gaja 1 - Sim e se não gostar leva com ele nas ventas.

Gaja que é gaja tem solução para tudo.

Nunca...

...tudo esteve tanto no lugar como hoje.
Obrigada eu.

novembro 09, 2008

"Mamã...

...no campo de futebol parecem todos maricogays. O Benfica é que é bom não é?"

Não há nada como o equilíbrio.

Sem dúvida...

...que o melhor dos meus blogs é não terem comentários.

"Mamã...

...como é que o meu coração aguenta se o Sporting perder agora?"

Que diz uma mãe, fanática pelo Benfica, ao seu petit-prince que é ainda mais fanático pelo Sporting?

Missão...

...cumprida.
A sensação é boa, aliás, é muito boa, até que nos recordamos que começamos a semana com um funeral.

Mas...

...não era isto que vinha apenas aqui deixar.

É que acabei de ser convidada para ser madrinha de casamento e, não sei se do cansaço, se de emoção, ainda não estou bem em mim.

Estou num estado assim meio zen tás a ver?

Bem, vou é mas é escrever as peças porque ainda quero escrever um poema que fiz ontem.

Paragem no tempo

As horas no fim de semana não sei se foram muitas ou poucas, sei que acabei de me sentar e ainda tenho, pelo menos, hora e meia de trabalho pela frente e tenho a sensação que a manhã de ontem foi há demasiado tempo.


novembro 08, 2008

A frase da noite

"Não é que o meu pai não seja o meu pai... mas, o meu avô é o meu avô."
Valter Bento

novembro 07, 2008

Vou começar a jornada...

...e espero conseguir fazer tanta coisa em tão pouca hora.

novembro 06, 2008

Fico muito feliz por ver os outros felizes...

...apesar desse sentimento de felicidade não ser recíproco.
O que é certo é que me emocionei quando vi estampado no rosto a felicidade do amor, da paixão e do encantamento.
Apesar do "quase" clichet que é o título do post a verdade é que só pode ser sincero o sentimento quando me mareiam os olhos ao ver esse cenário.
Foi um momento que me fez pensar sobre o verdadeiro valor que damos às futilidades da vida.
Não sou uma pessoa rancorosa, apesar de não me esquecer nunca de mal algum que me tenham feito.
Mas não vivo agarrada a isso e já dei provas desse meu comportamento a mim mesma.
O resto é paisagem.
Certo é que fiquei feliz e a vida continua ao seu ritmo.
Quis apenas deixar isto aqui apesar de saber que o oposto se vai fazer no outro lado.


(Não se deitem a adivinhar porque não conseguem saber a quem me refiro e não é preciso especular, basta perguntar que eu respondo)

Não foi açorda...

...mas plumas de porco preto e o magnum deu lugar a um outro gelado qe o vinho verde não me deixa recordar o nome.

Tenho uma vontade...

...enorme de comer uma açorda.
Agora por isso me recordo que ainda não saciei um desejo.

Vocês...

...já viram isto?

Crónica...

...publicada.

novembro 04, 2008

O som...

...da escrita.

Os posts que mais gosto...

...de publicar aqui são aqueles em que uso a máquina fotográfica.
Com pouca ou quase nenhuma produção capto momentos e mensagens ou fotografo folhas de papel onde escrevi algumas palavras.
Agora, até queria fazer uma coisa assim...mas isso era se eu não tivesse preguiça de me levantar daqui...é que aquecedor, edredon, chá de cidreira e tostas com manteiga e sementes de sésamo são motivos mais que suficientes para fazer aqui o serão, sem me levantar a não ser para ir para a cama.
Sim porque nem olho para o sofá sequer.

Gosto do cheiro...

...a cumplicidade que fica no ar.
É uma sensação tão boa que basta inspirar ligeiramente para me sentir cheia.

Uma das vantagens...

...de trabalhar em rádio é que podemos corar à vontade.

E...

...acorda-se de sorriso nos lábios.

novembro 03, 2008

Estou...

...morta de cansaço e hoje não dou mais para o virtual...

Sinal de fumo

Já tenho tema.

Momento de Gaja

- Olha, ficou mudo.
- Faz-lhe terapia da fala.

Hoje...

...acusaram-me de falta de isenção.
Depois de uma breve discussão destila-se a irritação num passeio a pé com o vento frio a bater no rosto.
Desabafa-se ao telefone, acalma-se o sangue e chega-se a casa e ouve-se (em jeito de eco): manda esses gajos todos "pó caral**".
Grandes homens tenho na minha vida!


novembro 02, 2008

Contrariamente ao que tenho feito ultimamente...

... hoje aceitei um convite para jantar.
Banho tomado, sobrancelhas retocadas, no pescoço um toque de perfume, roupa escolhida.
Hesitante entre sapatos de salto alto ou ténis acabo por optar por aqueles que mais fazem sobressair o papel que quero representar à mesa do restaurante.
Já com os talheres nas mãos a conversa gira em torno dos sonhos e desenhos, vontades e as relações passadas e futuras.
Rimos e sorrimos, demos as mãos e fitámos os olhos.
O que temos entre nós é tão maravilhoso que não tenho palavras que o descrevam.
Não há nada como viver e saborear todos os momentos com os gajos mais lindos do mundo: os meus.

Img006.JPG

A meio da tarde

- Não acendas a luz.
- Porquê?
- Porque estou a falar ao telefone.

O melhor dos domingos...

...é a poesia que se escreve.

Ao fazer café...

...e à medida que o cheiro surge a minha casa enche-se de memórias.

Depois...

...de uma noite maravilhosamente bem dormida só apetece continuar na cama.

Faxavor...

...de comprarem o Correio da Manhã de Domingo.

novembro 01, 2008

Mas que belo "abraço"

Obrigada!

Não falha nada...

...nem sou capaz de reproduzir aqui o que acabei de ouvir.

Estou sentada ao computador...

...atrás de mim, os meus filhos, sentados no sofá vêm o Canal Disney.
Nos desenhos animados que eles estão a ver fala-se de pais separados e de mães que criam sozinhas os filhos e dos pais que vêem os filhos de quinze em quinze dias.
Estou aqui, quase imóvel, a teclar muito devagarinho porque sei que a qualquer momento cada um vai fazer, pelo menos uma pergunta, ou uma afirmação que me vai emudecer ainda mais.

3 dias de feeds...

...actualizados.
Uff!