fevereiro 19, 2009

A propósito dos comentários em jornais online e blogues

Antigamente, um moço que queria subir no partido tinha de ir colar cartazes, ajuntar dinheiro, ir fazer número para os comícios..Hoje, na inscrição de qualquer Jota, ganha-se um "Magalhães", uma ligação à net movel (se não houver também podem ir para as salas da sede onde há internet wireless) e ganha-se um ponto por cada comentário em jornal on-line (dois pontos em blogues). Existe um prémio diário entre todos os jotas do partido para o melhor nick (5 pontos) e melhor comentário (10 pontos) ...Ao fim de 1000 pontos podem ir ao congresso às custas do partido..Aos 10000 já podem ser sub-secretários da junta de freguesia...

Publicado por mestre andré às 01:58 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

novembro 28, 2008

Orquestra do Algarve perto da falência

Vi hoje no Público (link não disponível para não assinantes), e a noticia repete-se nos mesmos moldes no Região Sul.

Mais do que a notícia propriamente dita, choca-me como vem "embrulhada". Não sei quem tem razão, mas uma coisa é certa, este tipo de noticias interessa sempre à mesma parte e começo a ficar farto da manipulação de situações por parte de quem o pode fazer e da tentativa de auto-vitimização.

Cada vez confio menos nos nosso políticos! O que é uma pena pois não temos outros e são eles que nos governam.

Publicado por mestre andré às 03:24 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

novembro 20, 2008

O mundo está perdido!!

Eu nem acredito no que estou a ver e a ouvir: toda a gente a defender os professores e os seus sindicatos! É pena é ser 3 anos depois destes assuntos começarem a ser discutidos (e nem sequer se falar do essencial- a gestão das escolas e o estatuto da carreira docente).

Por outro lado, depois de ter visto Luis Delgado tão correctamente e veementemente expor e defender o ponto de vista dos professores, faz-me pensar se provavelmente não estarei errado....

Publicado por mestre andré às 11:48 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

outubro 04, 2008

Olha, deve ter sido colega de Sócrates em Inglês Técnico! (continuação)

Há uns tempos referi uma notícia do DN sobre um relatório da Rede Eurydice que alegadamente elogiava a avaliação de professores, mas em que o título da notícia não coincidiria com o seu corpo e com o próprio relatório. Nos últimos tempos têm surgidas noticias que são literalmente copy-past de notas de imprensa escritas pelo gabinete de comunicação do ME, que são cirurgicamente enviadas. Além disso, não difícil imaginar as perigosas relações entre o Poder e o 4º Poder (o caso do Lisbongate é apenas mais um caso). Por isso levantei a questão, sempre com o cuidado de não dar respostas (não me caberia a mim, que não sei o que se passa nesses corredores) e prometendo que voltaria ao assunto.Além do post enviei um e-mail ao jornalista em questão (Pedro Sousa Tavares).

Após uma breve troca de e-mails com o jornalista e passada alguma água sob o moinho venho dizer que a justificação dada pelo jornalista ( a mim e ao Paulo Guinote de uma forma mais pública concretamente sobre aquele assunto (a tradução, uma vez que o relatório vinha em inglês) não me convenceu. A tradução estará, a meu ver, mal feita. E mal feita, talvez, devido a um enviesamento ideológico e à ignorância do jornalista relativamente ao assunto (jornalistas de especialidade na área da educação não há muitos). No entanto também ele poderá dizer o mesmo da minha pessoa...Concordámos então (de uma forma tácita e educada), em discordar.

Cada leitor que faça então a sua leitura, eu já fiz a minha (não obstante as minhas leituras estarem sempre em aberto).

Publicado por mestre andré às 03:25 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

setembro 26, 2008

Sócrates e o Circo da Alegria

O Governo anda em show-off a mostrar computadores e tecnologias. Hoje esteve em Faro.

Apesar de as tecnologias serem um poderoso instrumento da educação, são apenas mais um instrumento.

A tecnologia sem conteúdos e sem formação em como inclui-la no principal objectivo das escola (educar) é como os telemóveis: toda a gente quer um todo xpto, cheio de gadjets, mesmo que só o use para telefonar...

Deixamo-nos inebriar pelos magalhães e afins e esquecemo-nos dos miúdos e dos elevadores

Publicado por mestre andré às 10:52 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

setembro 19, 2008

"Externelização" dos Serviços Públicos (básicos)

O filme "Supersize Me" (em que um repórter passou 30 dias a comer menus Mcdonalds) já punha o dedo na ferida: o principal utensílio de cozinhas nas escolas norte-americanas é o x-acto (para abrir as embalagens de comida pré-processada). Muitas cantinas eram geridas pelos gigantes do fastfood.


Além deste problema, surgiu um outro agora:

Empresas de "catering" lesaram Estado em 172 milhões de euros
É o maior cartel de sempre apanhado em Portugal. Sete empresas de "catering" que fornecem refeições preparadas a escolas e hospitais terão lesado o Estado em 172,6 milhões de euros. Entre elas, cozinhavam os preços a apresentar nos concursos, trocavam informações comerciais e desta forma asseguravam dois terços do mercado de prestação de serviços de fornecimento de refeições.

in Jornal de Negócios


Com ganhos indevidos de 172 milhões em 10 anos arriscam uma multa de 35 milhões...172 milhões que as escolas perderam, uma vez que os possíveis 35 vão para os cofres das finanças. 172 milhões pagam quantas cantinas de excelente qualidade?

Publicado por mestre andré às 11:38 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

Algarve - Mais um bocadinho da memória histórica que fica

Estacionaram em casa, depois de muitas exposições, as miniaturas dos barcos tradicionais do Guadiana elaboradas pelo Sr. Murta.

Publicado por mestre andré às 02:20 PM | TrackBack (0)

setembro 17, 2008

Faro - Mais um bocadinho da memória histórica que se vai?

O Café Aliança corre o risco de desaparecer...

Faro tem perdido, aos poucos, parte da sua identidade. São as casas que dão lugar a prédios sem traça (fruto da patobravice dos anos 80 e principalmente 90); é a sua produção cultural que só sobrevive graças à carolice e boa vontade dos agentes culturais (até o tónico "Faro 2005" tem vindo a perder o seu efeito); é o Farense que quase desapareceu (apesar de agora voltar ao campeonatos nacionais). São os seus habitantes que, deixando de ter referências históricas e culturais e perante uma cidade que não os seduz, participam cada vez menos na vida da sua(?) cidade.

Desde o fecho do Santo António (já lá vão alguns anos) e a remodelação da praça, a principal obra de referência construida é o Teatro da Figuras e....o Algarve Shopping.

Faro está é cada vez mais um subúrbio de uma cidade que não existe.

Publicado por mestre andré às 10:19 PM | TrackBack (0)

setembro 13, 2008

Educação e Autarquias

O Governo quer alargar as responsabilidades das autarquias na Educação e o Presidente da República apela que estas aceitem mais competências.

Parece bem, se fosse de educação que estivéssemos a falar...mas é de Finanças: o governo quer é despachar competências (nomeadamente, pagamentos aos funcionários não docentes das escolas e obras) e as câmaras, que sabem bem os recursos (dinheiro, mas principalmente...tempo) que se gastam em gerir tanta gente (ainda por cima quando estamos num país em que o nível de formação médio é baixíssimo), teimam em não aceitar (a tentação até é grande porque ganham mais uns lugares para colocar amigos e camaradas de partido...).

Eu, por mim, fico contente quando vejo os responsáveis (os técnicos, não os vereadores, que as soluções são mais técnicas que politicas) da educação, acção social, juventude nas reuniões da Assembleia de Escola (agora, com o pomposo e tecnocrata nome de Conselho Geral), interessados em pensar a Escola de uma forma global, inserida no seu meio...E para isto nem é preciso transferir nada para ninguém...mas como nem estamos a falar de educação mas sim de Finanças, o assunto até nem me interessa muito.

Publicado por mestre andré às 04:58 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

setembro 06, 2008

Avaliação de Professores - Novo Software

Já foi enviado para as Escolas o novo Software do Ministério de Educação para a avaliação de professores, de descarga obrigatória para quem não tem os computadores do E-Escola (uma vez que estes já o têm incluído).

Segundo fontes do Ministério, este programa visa "aumentar os níveis de eficiência do sistema, nomeadamente dos professores" e é desenvolvido com tecnologia 100% nacional (apesar de muita da informação estar redigida em espanhol!!)

Este programa entrou em funcionamento no pretérito dia 1 de Setembro de 2008, apesar de só agora chegar às Escolas.

Se ainda não o tem descarregue aqui o programa

Download file

Publicado por mestre andré às 04:39 PM | TrackBack (0)

setembro 02, 2008

40 mil de fora?!!

O problema não são os 40 mil professores de fora (em que a maioria são mesmo professores, que já deram aulas, muitos deles mais de 10 anos).

O problema é que estes 40 mil estão de fora e muitas turmas continuam a ter perto de 28 alunos....

Estes 40 mil estão de fora mas os que estão dentro têm sofrido uma desvalorização da sua principal actividade -ensinar- e estão cada vez mais afundados em burocracia...

Estes 40 mil estão de fora mas as escolas têm vindo a perder aquilo que tinham de bom: serem centro de decisão pedagógica independentes e cada vez mais estão subjugadas aos jogos de poder político...

Estes 40 mil estão de fora mas cada vez há mais professores experientes e competentes a fugir da escola...

Estes 40 mil estão de fora mas alguns, dentro de alguns dias, estarão dentro, a trabalhar a recibo verde...

Publicado por mestre andré às 12:13 AM | TrackBack (0)

agosto 30, 2008

Afinal não foi o Dia D!

Parece que afinal não foi o dia D!

Parece que já estão colocados 125.000 professores (93.000 efectivos que já estão colocados por inerência e 30.000 que já tinham sido colocados o ano passado e que continuam a ser precisos este ano)!

Parece que afinal já não são precisos muitos mais professores.

Parece que foram mais uma vez incapazes de fazer as colocações nos prazos que eles próprios estipularam - e mesmo assim já vêem tarde- e há que tentar disfarçar...

Publicado por mestre andré às 01:27 AM | Comentários (0) | TrackBack (0)

agosto 29, 2008

Hoje é o dia "D"

D de Desemprego para muitos milhares de professores...E não estou a só falar de quem nunca leccionou (apesar de ter qualificação para isso), ou "dá umas aulas de vez em quando" (como defende o Ministério da Educação). Estou a falar de muitos docentes que têm contratos há 10/15 anos e que chega a Setembro e é sempre esta história...Quando as turmas (e venham com as "estatísticas" que vierem) ainda são muito grandes e ainda há falta de professores na Escola. Eu estou a acabar as férias, eles estão a começar o calvário...

Publicado por mestre andré às 05:39 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

agosto 27, 2008

Olha, deve ter sido colega de Sócrates em Inglês Técnico!

...ou então, já começou a campanha (para as eleições ou para os bons negócios)

Leio no Educar de Paulo Guinote uma das mais "estranhas" notícias dos últimos dias.

De vez em quando são publicados alguns relatórios sobre vários assuntos (OCDE, Nações Unidas etc.) e os jornais vão fazendo render o peixe e publicam ao longo dos dias algumas das conclusões.

Até aqui tudo bem, mas muitas vezes acontece estas conclusões serem apresentadas de uma completamente descontextualizadas (nas aulas de estatística chamaram-me a atenção para o facto das cidades com mais padres serem as que têm mais bêbados... depois de nos rirmos um pouco com tal "coincidência", explicam-nos que as cidades com mais padres são maiores que as que têm menos, logo a probabilidade de terem mais bêbados -ou mais policias, ou mais cientistas- é maior).

Pior é o que parece que acontece agora:

Não só as conclusões (do jornalista) são apresentadas de uma forma resumida e descontextualizada como até parece que são contraditórias ao que se escreve no relatório.

Nos últimos tempos temos sido bombardeados por notícias que saiem directamente das notas de imprensa enviesadas do Ministério da Educação, manipulando a opinião pública (por exemplo, 90 milhões de faltas dos professores por ano equivale a menos de 5% de faltas, todas justificadas -doença, formação, licenças de maternidade/paternidade etc.-), sem serem devidamente confirmadas ou aprofundadas pelos jornalistas. É normal, é o preço do nível de desenvolvimento e de formação da nossa sociedade. Já este episódio, a confirmar-se é bem mais grave.

Devido sua gravidade, voltaremos a esta situação, para confirmar, desmentir ou apresentar mais desenvolvimentos...

Publicado por mestre andré às 06:37 PM | Comentários (0) | TrackBack (0)

agosto 26, 2008

Preparação Olímpica ao sabor do vento...

O Governo prepara-se para não aceitar a proposta de orçamento do Comité olimpico Português para a XXX Olimpíada (período entre uns Jogos Olímpicos e outros) da Era Moderna.
As razões? O facto de termos menos medalhas que o previsto? As declarações dos atletas? As declarações dos dirigentes? Uma avaliação cuidada da preparação para Pequim? Não! As receitas da Santa Casa estão a baixar, logo há menos dinheiro. Pelo menos, segundo o Correio da Manhã. Mas conhecendo como conheço o que se faz em Portugal, não só ao nível do desporto, eu acredito.

Se as Olimpíadas são importantes também aqui se devia aplicar a regra dos três orçamentos: um valor para uma preparação mínima mas condigna (caso não haja dinheiro no orçamento de estado), um orçamento para uma preparação "normal", um orçamento para uma preparação próxima do óptimo e a decisão seria baseada no trinómio custos, proveitos e disponibilidade orçamental. Assim, basea-se apenas no último indicador....

Publicado por mestre andré às 12:07 AM | Comentários (0) | TrackBack (0)

 
Estatísticas da casa (MUITO experimental que eu não percebo nada disto)
ontem: dia 18 - hits: 134; páginas: 59; visitas: 39; kbytes: 1.733
este mês: hits: 2.255; páginas: 1.244; visitas: 1.048; kbytes: 39.379
desde sempre: hits: 7.889; páginas: 4.606; visitas: 3.712; kbytes: 112.748
créditos: gerado: 2012-06-19 09:45:02
(pqstats versão 0.2)