setembro 30, 2005

Would You Erase Me? - YES

Conhecem o filme “Eternal Sunhsine of the Spotless Mind”? Pois, eu queria ter a possibilidade de tal como no filme, eliminar pessoas, situações, imagens, cheiros. Mas como na longa metragem de Michel Gondry, isso não é possível, e temos que deixar que aconteça naturalmente, o problema é que demora muito tempo... demasiado.
Otherwise, life would be great.

Jonsi

setembro 29, 2005

Descanso

Enquanto o marido foi para o cinema, chego tarde a casa esta-me o repouso do sofá.
Nunca recusei desafios profissionais, estou a fazer trabalho aliciante do ponto de vista criativo e da responsabilidade técnica, mas caramba acho que estou a trabalhar que nem um boi e sinto-me que nem o Jonsi, quero ter tempo livre, mas no pouco que tenho, quero descansar e não pensar em nada.
Não consigo entender a estrutura destas grandes empresas. O trabalho é oranizado de forma desequilibrada, e é com grande naturalidade que se trabalham 12 horas diárias. Não quero isto para mim durante muito mais tempo. Prezo muito os pequenos prazeres da vida e não gosto de me sentir alheado de tudo o que me rodeia. Preciso de respirar.

BP

Detoone

Jonsi

Hoje se podesse dava um tiro em alguém. Acordei assim, espero que passe durante o dia. Há grandes possibilidades de isso não acontecer.
Estou a detestar esta coisa de nunca ter tempo para nada, e quando tenho sinto-me esgotado.

Jonsi

setembro 28, 2005

A tmn gosta de pneus...

... e nós também :). Desde que sejam assim como os do senhor do anúncio!
E de barriguinhas peludas! E de braços peludos... e de peitos peludos... e ... e... e...
bom dia :).

Jonsi

setembro 27, 2005

Bored

Jonsi

Hoje estou...

phoneless :(.

Update: afinal estava perdido dentro do pópó, ficou sozinho o dia todo! Tadinho!

Jonsi

setembro 26, 2005

Será que já alguma vez disse aqui que odeio conas de sabão?

Jonsi

Sons para hoje


Death Cab For Cutie: Plans


Devendra Banhart: Cripple Crow

Jonsi

setembro 24, 2005

Adios...

Devido à nossa merdosa conjuntura política, social, whatever, um GRANDE amigo meu vai ter que voltar para o país de origem, neste caso a Argentina.
Hasta siempre Diego! :(

It sucks to see friends go...

Jonsi

setembro 22, 2005

Work Fact

O meu patrão quando chega do almoço cheira sempre bem, não que isso faça muita diferença, o homem não me diz nada, mas um bom perfume mexe comigo :). Agora a questão é... porquê depois do almoço?

Jonsi

Sinal?

Todos os dias de manhã, enquando bebo café, num estabelecimento ao pé do trabalho, oiço a Sheryl Crow cantar: "If it makes you happy, it can't be that bad!"...
Será alguém a tentar dar-me um sinal?

Jonsi

setembro 21, 2005

You Gonna Want Me


Tiga: You Gonna Want Me (featuring Jake Shears)

Shall we dance? :)

Jonsi

setembro 20, 2005

The Office

O escritório onde trabalho é muito futurista e ecológico, as luzes apagam-se e acendem-se conforme vamos passando no corredor. As casas de banho tem luzes que dizem se estão livres ou não! E até podemos usar o computador nas ditas... deve ser para não perder tempo! ;)

Jonsi

setembro 19, 2005

Borrega no lounge

Na sexta feira deparei com a minha colega de trabalho (que já foi colega de curso, e que se encontra dentro de um grupo de pessoas que não sabe da minha “essência”) no lounge do Quarteto, eu ia ver o “Hilde's Journey” e ela o “Madame Satã”. Quando me viu fez aquela carinha: “Então.......... por aqui???” (inserir sorrizinho idiota)...
Eu sei que ela não é “destas lides” e por isso senti-me desconfortável e numa posição frágil. Embora não tenha questões em relação à minha homossexualidade, há um grupo de pessoas que prefiro que continuem na “ignorância”.
Hoje de manha, ao pequeno almoço comentou que achava imensa piada aos “casalinhos d’eles”, eu soltei um sorrizo seco.

Se tiver coragem que pergunte, se o fizer vou ser sincero, caso contrário, vai ficar na dúvida para sempre.

Jonsi

Não é para ser do contra...

... mas eu gostei do cartaz de resposta à manifestação. Remete de uma só vez para a quadrupla discriminação que este tipo de partidos, que quer projecção a qualquer custo, defende: a condição feminina, a raça, a orientação sexual, e a imigração.

BP

setembro 18, 2005

Bah!

Qualquer tipo de extremismo é condenável, mas será que as pessoas que tiveram a ideia de fazer este cartaz pararam um bocadinho para pensar? Não subscrevo nada esta mensagem, e entristece-me bastante.

Jonsi

setembro 17, 2005

A Dirty Shame

Lust is in the air on Harford Road and Sylvia Stickles, a grumpy, repressed middle-aged Baltimorean, doesn't like it. Though Sylvia's handsome husband Vaughn still has marital urges, his wife could not be less interested -- she has more important things to do. Not only does Sylvia run the family's Pinewood Park and Pay convenience store, she's also responsible for watching over her exhibitionist daughter Caprice. A go-go dancer known to her adoring fans as Ursula Udders, Caprice and her stupendously enlarged breasts are currently under house arrest after several nude and disorderly violations. But Sylvia's world is turned upside down one day after suffering a concussion in a freak traffic accident. Sexy tow-truck driver Ray-Ray Perkins rushes to her aid, and the stricken Sylvia realizes he is no ordinary service man; he's a sexual healer who brings Sylvia's hidden cauldron of lust to the boiling point.

Mais um filme do ciclo do Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa, mas este fora da corrida. Dizem que é muito badalhoco, daí a curiosidade ;). Hoje às 17h.

Jonsi

setembro 16, 2005

Hilde's Journey (Hildes Reise)


Steff’s mundane life changes when he learns that his ex-lover, Martin Hilder (known as Hilde), has died of AIDS, and he has been named sole heir to Hilde’s fortune. Steff can now fulfill his dream of starting his own business. However, as with all things that seem too good to be true, there’s a catch: he has to make a deal with the devil, in the form of Hilde’s controlling, homophobic mother. Complicating matters considerably is Hilde’s most recent boyfriend Rex, an unpredictable, headstrong, and handsome young man. Rex is determined to honor his lover’s last wish of having his ashes scattered in the Atlantic... something that Hilde’s mother vehemently opposes. When Rex takes matters into his own hands, he sets off a chain of events that force Steff to re-examine both his life and his priorities. Hilde’s Journey is a story of honor and betrayal that reminds us that love, friendship, and hope hold us all together even when we’re faced with life’s most heartbreaking choices.

Hoje no Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa, I'll be there.

Jonsi

Lisbon Film Fest

Image hosted by Photobucket.com

Começou ontem o 9º Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa, e com um filme que gostei muito. Sabe sempre bem ser surpreendido por filmes dos quais não sabemos nada. Nunca fui grande fã de musicais, mas acho que aos poucos e poucos vou sendo conquistado.

Hoje tenho muito sono, custou-me muito a sair da cama, mas vale sempre a pena ;).

Jonsi

setembro 12, 2005

Sick my Duck

:D

(roubado daqui)

Jonsi

setembro 08, 2005

Current Soundtrack

Dntel: Life is Full of Possibilities

Jonsi

setembro 06, 2005

Body





Jonsi

Visita de estudo organiza-se

A todos os interessados que tenham declarações de IRS por actualizar ou que desejem ter a "contabilidade" organizada, convoca-se uma visita de estudo para um a científica aprendizagem das artes mágicas da contabilidade.
Mais pormenores aqui.

BP

Queerty


Queerty was born out of a gaping void in online publishing. We looked near and far and just couldn't find anything like the blog you're reading right now: a healthy mix of style and fashion, entertainment and celebrity, news and politics and, yes, relationships and sex. If you've been surfing gay sites for even a day, you already know most of the content targeted toward the GLBT is porn, porn and, oh, more porn.

Para quem gosta de gossip, especialmente de gay gossip, nasceu hoje o Queerty, que é editado pelo lovely Bradford Shellhammer. Go take a look, right after the jump, como eles gostam de dizer.

Jonsi

setembro 05, 2005

PostSecret

PostSecret is an ongoing community art project where people mail-in their secrets anonymously on one side of a homemade postcard.

Consegue ser ainda mais divertido, e triste ao mesmo tempo, que o Group Hug.


UPDATE:

Só por acaso, acabo de ser informado, que senõr Batatas resolveu criar qualquer coisa do género, mas em português.

Confessionário:

O quê? Um confessionário online anónimo. A ideia é simples: qualquer pessoa pode confessar anonimamente o que lhe vai na cabeça, de uma forma anónima, para toda a gente poder ler. As confissões são moderadas pelo Batatas. A ideia original não é minha, mas sim do Gabriel Jeffrey, que tem o site grouphug.us. Este confessionário foi criado com a permissão (e o encorajamento) dele mesmo (Fanx, Gabe)
Quando? A partir de 01.10.2005, é 24/7. Pode demorar algum tempo até que a confissão seja publicada - para tal é necessário que seja aprovada no processo de moderação.
Porquê? Porque é bom conseguir por cá para fora o que precisamos de confessar, sem ter de dar a cara - uma forma de catarse.

Jonsi

setembro 03, 2005

I'll Take Care Of You

I know you've been hurt
By someone else
I can tell by the way
You carry yourself
But if you'll let me
Here's what I'll do
I'll take care of you

I loved and lost
Same as you
So you see I know
Just what you've been through
So if you'll let me
Here's what I'll do
I got to take care of you

You won't ever have to worry
You won't ever have to cry
I'll be there beside you
To dry your weeping eyes

So darlin' tell me
That you'll be true
'Cause there's no doubt in my mind
I know what I want to do
And just as sure as
One and one are two
I just got to take care of you
I'll take care of you
I'll take care of you


Mark Lanegan - I'll Take Care Of You
(original de Brooke Benton)

Se alguém me cantasse isto eu ficava derretido, é a minha ultimate love song. Serei romântico?

Jonsi

Momento ferrero rocher da noite

Image hosted by Photobucket.com

BP

Amsterdam - Junho 2005

Image hosted by Photobucket.com
Image hosted by Photobucket.comImage hosted by Photobucket.comImage hosted by Photobucket.comImage hosted by Photobucket.comImage hosted by Photobucket.comImage hosted by Photobucket.com
Durante muito tempo pensei viver no estrangeiro.
São essencialmente três as razões que me prendem a este cantinho: o sol, o mar e os amigos. Todas as outras me atiram para uma cidade que há já algum tempo fazia parte do meu imaginário e que só este ano tive oportunidade de conhecer. E onde por momentos, me apeteceu ficar.

BP

setembro 02, 2005

Nem de propósito...

Depois de uma ausência forçada e depois de uma queer sessão de cinema esta noite com o mentor deste blogue em que manifesto a minha vontade de voltar à escrita no Linha Turva, leio (só) agora as últimas postas do menino Jonsi.
Nos últimos meses a minha vida levou, em termos de trablho, uma reviravolta que me fez ganhar alguma alergia ao uso do computador para fins não profissionais. Os poucos tempos livres, já que este ano as férias de Verão foram à vida, têm sido entregues ao namoro com o esposo, que qualquer dia pede a anulação do matrimónio tal tem sido o meu alheamento das tarefas domésticas do lar :)
Mas como o vício sempre ataca e eu que já fui um compulsivo leitor de blogues, começo a sentir saudades de voltar a acompanhar com regularidade os blogues do costume e de ir deixando por aqui alguns disparates inúteis.
Portanto caro Jonsi, depois de teres dado seguimento a isto sozinho durante tanto tempo (muito obrigado por isso caso contrário o Linha Turva tinha mesmo batido a bota) nada de desistir agora. Aliás, até podes promover o LT no novo trabalho :). Palpita-me que serias rapidamente promovido.

BP

setembro 01, 2005

Linha Turva

As razões que me levaram a considerar “fechar” o Linha Turva são várias. Primeiro que tudo, o abandono do companheiro de viagem, que não foi anunciado, mas que silenciosamente “desapareceu” (e tem uma razão para isso, o nosso arquitecto de serviço não tem tempo nem para respirar, quanto mais para bloggar). A segunda razão é a visibilidade, já não consigo, conscientemente, expor-me como o fazia no inicio, porque sei que X e Y o vão ler, que este vai achar graça, mas o outro vai ficar ofendido, porque já não sinto que seja um espaço onde posso dizer o que me vai na real gana, porque por vezes não quero partilhar com os que me conhecem aquilo que me vai na alma.
Já me aconteceu várias vezes encontrar pessoas que não conheço de lado nenhum, apresentar-me, e obter algo do género: “Eu sei quem tu és, eu leio o teu blog!”. O reconhecimento pode ter a sua graça, mas esconder-nos por detrás de uma máscara trás alguma segurança, o anonimato tem as suas vantagens. Eu sinto que perdi parte desse anonimato, talvez por minha culpa, mas o que está feito está feito.
Já pensei em criar outro blog, mais pessoal, mais umbiguista como se diz por aí. Já o fiz, já apaguei e já voltei a criar.
Mas os comentários do post abaixo dão-me força para continuar, nem que seja desgovernado e desinteressante como tem sido até aqui.
Obrigado aos que se manifestaram e até logo!


E já agora... três coisas, primeiro, comecei hoje a minha formação no meu primeiro job, “segundas”, já tenho um papelinho que diz que sou licenciado, até aqui era só uma suposição. “Terceiras”, já roda aqui o novo album de Sigur Rós (obrigado R.).

Jonsi

Linha Turva © 2004, 2005 Jonsi e BP