« Descrição do setor | Entrada | Medidas tomadas »

junho 23, 2009

Impacto da crise

A Braskem, maior companhia de resinas termoplásticas da América Latina, reduziu temporariamente a produção de petroquímicos básicos nas unidades de Camaçari (BA) e Triunfo (RS).
Segundo comunicado da empresa, a medida visa "normalizar níveis de estoques mais elevados em razão da diminuição pontual da demanda internacional e do movimento de desestocagem da cadeia produtiva no país".
Com isso, a produção de eteno, matéria-prima de produtos como polietileno e PVC, foi reduzida para 55 por cento da capacidade, que é de 2,5 milhões de toneladas por ano, disse a Braskem.

Os efeitos da crise financeira no setor produtivo alcançou a petroquímica brasileira em um final de ciclo de investimentos já irreversíveis. Esse cenário causa apreensão quanto a uma possível dificuldade para a colocação no mercado das novas capacidades produtivas, mas a falta de liquidez no mercado, a princípio, parece que pouco afetará o setor, agora entrando em uma fase de amortizações. Os investimentos programados em novas fábricas de plástico verde ou nos pólos do Rio de Janeiro e de Pernambuco, ou são, relativamente, de pouca monta, ou de longa maturação.

No sábado, 31 de janeiro, trabalhadores de diversas entidades se reuniram na Praça Desembargador Montenegro, na cidade de Camaçari (BA), para protestar contra as demissões e a redução de salários e direitos. Eles também reivindicaram a estabilidade no emprego.
Em Camaçari, mais de 30 mil postos tinham sido abertos de janeiro a dezembro de 2008. Agora, foram fechados mais de 32 mil, gerando um saldo negativo para a cidade que tem sua economia totalmente dependente das indústrias lá instaladas (pólo petroquímico, automotivo, pneumático, plástico etc.) e dos trabalhadores da região.

No caso do setor petroquímico, continua a escassez de técnicos e profissionais especializados, o que faz com que estrangeiros venham ao Brasil suprir essa demanda, recebendo salários que muitas vezes superam a remuneração no exterior.
Numa empresa fornecedora da montadora Ford, nas últimas semanas, foram demitidos mais de 40 trabalhadores.

Publicado por Grupo06 às junho 23, 2009 01:52 AM

Comentários

Comente




Recordar-me?