July 21, 2006

Sumbe - Parque dos namorados

Parque dos namorados
Parque dos namorados
Picture

O Sumbe é a capital da província do Kwanza-Sul. Com mais de 60.000 Km2 e uma população superior a 1 milhão de habitantes. Até 1975 designou-se Novo Redondo.

“SUMBE”, palavra de origem quimbundo, “kusumba”, é de significado comercial, prática que se fez corrente entre os autóctones e os negociantes portugueses e ingleses no litoral do Kwanza-Sul, na chegada destes últimos. Equivale a comprar/vender. Foi esta designação que deu origem ao nome à localidade durante muito tempo conhecida por Sumbe, hoje cidade costeira Capital da Província do Kwanza-Sul.


Publicado por Hidro às 12:04 PM | Comentários (15)

July 19, 2006

Jembas - Mussulo

Jembas - Complexo Turístico
Jembas
Picture

Do outro lado da Baía de Luanda na ilha do Mussulo com a sua areia dourada e águas tranquilas, a Jembas gere o popular complexo turístico e restaurante “Onjango”. Gerida atravês da subsidiária da Jembas “Organizações Pelicano”, o Onjango é o lugar ideal para descanso depois de uma semana frenética de negócios em Luanda. Possui confortáveis bangalós, ao Domingo o famoso “Banquete com Buffet” e é possível experimentar pesca desportiva, com pescadores desportivos vindos de todas as partes do mundo para apreciarem o melhor da classe de pesca local. Sem dúvida uma das melhores maneiras para apreciar o fim de semana em Angola.

Publicado por Hidro às 05:02 PM | Comentários (6)

July 18, 2006

Praia de Santiago - Município do Cacuaco

Cemitério de Barcos
Cemitério de Barcos
Picture

A praia de Santiago, também conhecida por Praia do Sarico, situa-se no Município do Cacuaco.

Com uma superfície territorial de 571km2, O Cacuaco é uma região da Província de Luanda, cuja sede municipal dista cerca de 15 km da cidade capital Luanda, por estrada asfaltada e no trajecto de Luanda para o Norte do País.

De Norte a Sul é atravessado por um dos mais importantes rios do País “Rio Bengo“.

A temperatura média anual está entre os 25ºC e os 26ºC, com o máximo de 27Cº, coincidindo com a máxima altura pluviométrica e, em Julho e Agosto, 3ºC, enquanto que no litoral desce um pouco abaixo dos 25ºC.

O município está integrado quase na totalidade na região árida e semiárida (característica da Província de Luanda) de clima tropical quente e seco, com uma estação chuvosa de cinco a seis meses e de escassez de precipitação, agravado por uma distribuição muito irregular de oscilações acentuadas de ano para ano.

A estação seca é bastante prolongada, correspondente ao período do ano, cujos meses de Julho e Agosto são os mais frios. O clima da região é influenciado pela proximidade do mar (corrente fria de Benguela), não sendo demasiado quente é, no entanto, húmido.

A vegetação existente em toda a extensão é constituída por capim e poucas árvores e o que mais se nota é o imbondeiro (adazónia digitata), incluindo zonas montanhosas a Norte.

A principal cidade é a vila sede de Cacuaco, que fica situada na baía e é uma zona de pequenas colinas e vales. Seguem-se depois as localidades de Kifangondo (onde foram travadas encarnecidos combates na véspera da independência de Angola, a 11 de Novembro de 1975, e Caop Funda, a Norte, pouco desenvolvidas urbanisticamente e a comuna do Kicolo, a Sul, com uma grande densidade populacional, com sede administrativa na estrada directa do quilómetro 14.

Outras localidades são os bairros ”4 de Fevereiro” e ”Mulenvos de Baixo “ (pré-urbano e rural) situados a Sul e Leste da Barra do Bengo a Norte da costa marítima e Panguila, principal zona turística , rica em “cacussarias” (peixe de água doce pescado nas lagoas).

As principais vias de comunicação são as estradas asfaltadas que saem de Luanda, passam pelo centro da sede municipal, e ligam com todo o Norte do País. Existem outras vias terrestres, secundárias e terciárias, não asfaltadas que ligam a sede municipal e as restantes localidades e fronteiras, particularizando-se a estrada da Funda, uma importante zona agro-pecuária, de exploração mineira e de turismo. Em relação a este último sector, destacam-se as lagoas da Kilunda e o chamado bar letra.

Localmente, as unidades hoteleiras destacadas são: Bar Pimenta do Côta Vitinho (vulgo rádio cinco), Bar Caravela do Côta Cangondinho, Restaurantes I e II da Mandol, Restaurante Mamil, Pousada Lança Flor, os Jangos da Tia Katy e do Côta Mundial; as restantes aguardam por melhores dias.

As zonas turísticas fortes são: A Baía da sede Municipal, Barra do Bengo, Praia do sarico (Santiago), as lagoas da Kilunda (Funda) e, finalmente, a incontestável cacuçaria do Panguila.

Comércio Informal: destacam-se os Mercados do Kicolo, Vidrul, Kifangondo, Panguila e Mercado do Sábado da Caop Velha. Estes são os locais de abastecimento quotidiano da população local e dos visitantes, com maior afluência aos fins de semana. Os produtos marinhos e agropecuários são os mais procurados (peixes , mariscos, hortícolas e cauchos) por serem mais nutritivos e favoritos economicamente.


Publicado por Hidro às 03:29 PM | Comentários (1)

December 16, 2005

Lobito

Lobito
Baia Azul
Picture


Publicado por Hidro às 10:16 AM | Comentários (16)

Baia Azul - Benguela

Baia Azul
Baia Azul
Picture


Publicado por Hidro às 10:14 AM | Comentários (5)

Sumbe

Sumbe
Sumbe
Picture


Publicado por Hidro às 10:08 AM | Comentários (7)

June 20, 2005

Fotos de Angola - Mix 6

Rio Kwanza
Rio Kwanza
Picture

Quissama
Quissama
Picture


Quissama - Rio Kwanza
Quissama - Rio Kwanza
Picture


Cidade do Namibe
Cidade do Namibe
Picture


Deserto do Namib
Deserto do Namib
Picture

Serra da Leba
Serra da Leba
Picture


Vista da Tundavala
Vista da Tundavala
Picture



Publicado por Hidro às 08:40 AM | Comentários (8)

June 12, 2005

Fotos de Angola - Mix 5

Fortaleza do Namibe
Fortaleza do Namibe
Picture

Estrada para o Parque do Quissama, Luanda
Estrada
Picture


Parque do Quissama 1, Luanda
Parque do Quissama, Luanda
Picture

Parque do Quissama 2, Luanda
Parque do Quissama, Luanda
Picture

Miradouro da Serra da Leba
Miradouro da Serra da Leba
Picture


Cidade do Lubango
Cidade do Lubango
Picture

Vista área do Farol do Namibe
Vista área do Farol do Namibe
Picture


Publicado por Hidro às 06:22 PM | Comentários (0)

June 08, 2005

Fotos de Angola - Mix 4

Fenda da Tundavala, Lubango- Huíla
Fenda da Tundavala
Picture

Imbondeiro
Imbondeiro
Picture


Vista Tundavala
Vista Tundavala
Picture



Publicado por Hidro às 06:15 AM | Comentários (0)

June 06, 2005

Fotos de Angola - Mix 3

Roteiro Turistico, Lubango- Huíla
Roteiro Turistico, Lubango- Huíla
Picture

Cristo Rei - Lubango
Cristo Rei - Lubango
Picture


Vista aérea Deserto Namib, Namibe
Vista aérea Deserto Namib, Namibe
Picture


Rio Kwanza - Luanda
Rio Kwanza - Luanda
Picture


Escritorio do Genero, Cidade do Namibe... igualdade para as mulheres..
Escritorio do Genero
Picture


Publicado por Hidro às 11:57 AM | Comentários (1)

June 02, 2005

Fotos de Angola - Mix 2

Pescador(es), Mussulo - Luanda
Pescador, Mussulo - Luanda
Picture
Pescadores, Mussulo - Luanda
Picture


Cristo Rei - Lubango
Cristo Rei - Lubango
Picture


Serra da Leba
Serra da Leba
Picture


Deserto do Namibe
Deserto do Namibe
Picture


Publicado por Hidro às 09:43 AM | Comentários (5)

May 30, 2005

Fotos de Angola - Mix

Vista para o Farol - Praia das Escadinhas, Namibe
Vista para o Farol - Praia das Escadinhas, Namibe
Picture

Praia das Escadinhas, Namibe
Praia das Escadinhas, Namibe
Picture


Baia do Namibe
Baia do Namibe
Picture


Acari, Velvet mite
Acari, Velvet mite
Picture


Publicado por Hidro às 01:01 PM | Comentários (6)

May 11, 2005

Cascata da Serra da Leba

Cascata da Serra da Leba
Cascata da Serra da Leba
Picture

Vista do Miradouro da Serra da Leba

Publicado por Hidro às 03:02 AM | Comentários (1)

May 10, 2005

Welwitschia - Deserto do Namib

Welwitschia
Welwitschia
Picture

Apenas no Deserto do Namib se encontra a célebre Welwitschia Mirabilis, da família das gnetáceas.
Esta gimnospérmica produz apenas duas folhas, que crescem toda a vida, pelo que as plantas mais velhas parecem ter várias folhas, devido ao desgaste e destruição das orlas, que se rompem longitudinalmente.


O Namib é um dos desertos mais antigos do mundo. Há 80 milhões de anos, a areia vem sendo pacientemente depositada ao longo da costa. Quase toda a areia do Namib vem do mar, carregada pelo aluvião do Rio Orange, ao sul, até o Oceano Atlântico, e daí levada pela corrente marítima e pelo vento até o litoral da Namíbia. O resultado desse longo trabalho é um interminável manto de dunas que se debruça sobre as águas frias do Atlântico e redesenha o mapa da Costa do Esqueleto a cada dia. Praias, baías e ilhas que os navegadores portugueses mapearam já não existem mais. Algumas das dunas, como as de Sossusvlei, no Parque Namib-Naukluft, chegam a até 300 metros de altura. São, pelo que se diz, as mais altas do mundo.
Isso tudo seriam belas praias tropicais se chovesse mais do que os 15 milímetros por ano que gotejam sobre a Costa do Esqueleto (a precipitação anual da Amazônia é de 2 500 milímetros por ano). No lugar da chuva, existe uma névoa espessa que todas as manhãs invade o deserto e se alastra por até 50 quilômetros sobre o continente. Obra do singular encontro da fria Corrente de Benguela com o ar quente do deserto, a névoa, em seu caminho, vai-se depositando nas poucas espécies de plantas que vivem no deserto. Plantas essas que servem de alimento a animais como elefantes, girafas e antílopes. É assim que a vida se sustenta no Namib.

Uma das plantas que se vem alimentando dessa forma há milhares de anos é a Welwitschia mirabilis, apelidada por Charles Darwin de "ornitorrinco do reino vegetal". A planta, endêmica do Namib, é um milagre da evolução. Só com a névoa matinal, cada exemplar pode viver cerca de 2 mil anos. Por causa de sua estranha forma - apenas duas folhas rígidas e fibrosas acopladas a um caule grosso e achatado -, os botânicos consideram a Welwitschia uma espécie de árvore anã. Outra planta que sobrevive bem às duras condições do deserto é o melão !nara (o ponto de exclamação significa um estalido com a língua no idioma falado pela tribo nama). Com sua raiz de 40 metros de profundidade, a planta tira do lençol freático toda a água de que precisa para viver.

Publicado por Hidro às 12:33 PM | Comentários (2)

May 09, 2005

Fenda da Tundavala - Lubango

Fenda da Tundavala
Fenda da Tundavala

Picture



Publicado por Hidro às 03:36 PM | Comentários (6)

May 06, 2005

Praia de Cabo Ledo - Luanda

Praia de Cabo Ledo
Praia de Cabo Ledo
Picture

Praia quase deserta, 160km a sul de Luanda, passando pela ponte na barra do Kwanza, pelo Miradouro da Lua e pelo parque da Quissama.


Publicado por Hidro às 08:37 AM | Comentários (6)

May 05, 2005

Praia das Escadinhas - Namibe

Praia das Escadinhas
Praia das Escadinhas
Picture


Publicado por Hidro às 02:29 PM | Comentários (1)

May 02, 2005

Cidade do Lubango - Provincia da Huila

Cidade do Lubango
Cidade do Lubango
Picture

Cidade do Lubango (antiga Sá da Bandeira)

Data de 1627 o primeiro contacto europeu com as terras do planalto angolano. Os primeiros sinais de povoamento europeu são dos boers, por volta de 1880. Pouco depois surgiram os madeirenses que em Janeiro de 1885 fundaram a colónia de Sá da Bandeira. A dois de Setembro de 1901, Sá da Bandeira foi elevada à categoria de vila e tornou-se a sede capital da província da Huíla. Só é cidade a 31 de Maio de 1923, quando o caminho de ferro, depois de vencer o deserto e a serra, atingiu finalmente o planalto.


Publicado por Hidro às 02:58 PM | Comentários (11)

April 29, 2005

Mausoléu Agostinho Neto - Luanda

Mausoléu Agostinho Neto
Mausoléo Agostinho Neto
Picture

Mausoléu ao ex-presidente e líder da independência, Agostinho Neto.

O oceano separou-se de mim
enquanto me fui esquecendo nos séculos
e eis-me presente
reunindo em mim o espaço
condensando o tempo.

Na minha história
existe o paradoxo do homem disperso

Enquanto o sorriso brilhava
no canto de dor
e as mãos construíam mundos maravilhosos

john foi linchado
o irmão chicoteado nas costas nuas
a mulher amordaçada
e o filho continuou ignorante

E do drama intenso
duma vida imensa e útil
resultou a certeza

As minhas mãos colocaram pedras
nos alicerces do mundo
mereço o meu pedaço de chão.

Agostinho Neto


Publicado por Hidro às 08:45 AM | Comentários (6)

April 28, 2005

Museu da Escravatura - Luanda

Museu da Escravatura
Museu da Escravatura
Picture

O Museu Nacional da Escravatura encontra-se na estrada que liga Luanda à Barra do Kwanza.

A sede do Museu situa-se no interior de uma capela do século XVII, a denominada "Capela da Casa Grande", localizada no Morro da Cruz, bairro afastado da cidade de Luanda.

O Museu da Escravatura de Angola é uma das instituições mais destacadas do país, e, de acordo com informações obtidas, foi criado com o objectivo de informar sobre a génese da essência da história da escravatura em Angola.

A Capela da Casa Grande, onde se localiza o Museu, é de grande representatividade histórica, pois era o lugar onde os escravos eram baptizados antes de embarcar nos navios negreiros que os levavam às colónias.

Museu Nacional da Escravatura
End: Capela da Casa Grande
Morro da Cruz – Luanda – Angola
Horário: das 09 às 16 h


Publicado por Hidro às 08:42 AM | Comentários (8)

April 27, 2005

Cascata da Huíla - Província da Huíla

Cascata da Huíla
Image hosted by Photobucket.com
Picture

A cascata no meio de vegetação intensa, e com uma altura considerável é dos maiores atractivos da Provincia da Huíla.
A água que cai da cascata forma uma piscina natural, entre as pedras, e a mata nativa cerca o local.


Publicado por Hidro às 04:18 PM | Comentários (1)

April 26, 2005

Tundavala

Vista da Fenda da Tundavala
Image hosted by Photobucket.com
Picture

Da Fenda da Tundavala, situada a 18km do Lubango, é possivel desfrutar de uma paisagem magnífica que se estende por dezenas de quilometros.

É nos penhascos da Tundavala que se inicia o planalto central de Angola. Aqui o planalto tem cerca de 1800 metros de altitude e cai abruptamente para 300 metros de altitude, provocando um desnível deslumbrante com fendas colossais na montanha.

A história da Tundavala, não será contada aqui, é para recordar... Apenas para que não se volte a repetir.


Publicado por Hidro às 08:01 AM | Comentários (4)

April 25, 2005

Parque Nacional da Quissama

Parque Nacional da Quissama
Image hosted by Photobucket.com
Picture

Classificação - Parque Nacional, área protegida para preservação de eco sistemas e para recreio, desde 1957.
Localização - Norte de Angola, a 75 kilómetros de Luanda, entre o Oceano Atlântico, o rio Kwanza e o rio Longa.
Descrição - Ocupa 9500 km².
A vegetação varia muito das margens do Kwanza para o interior do Parque, com mangais, mata densa, savana, árvores dispersas, cactos, imbondeiros e grandes zonas de arvoredo.
Não é de estranhar que uma tal variedade de vegetação resulte numa fauna abundante e variada. Existem Manatins Africanos (Trichechus senegalensis), Palancas vermelhas (Equinus de Hippotragus), Talapoins (Miopithecus talapoin) e Tartarugas marinhas. Existe também uma grande variedade de aves.
Visitantes - O Parque conta com um estabelecimento para visitantes junto ao rio Kwanza, uma Pousada e vários bungalows. Está prevista a criação de um establecimento de luxo orientado para a pesca desportiva, a praia, cruzeiros no Kwanza, etc.

Publicado por Hidro às 05:00 AM | Comentários (1)

April 22, 2005

Miradouro da Lua

Miradouro da Lua
Image hosted by Photobucket.com
Picture

Situado nos arredores de Luanda, é uma formação de falésias que permite uma vista incrível sobre o mar angolano, principalmente ao pôr-do-sol.

Se olharmos à volta facilmente imaginamos estar no planeta lunar, com as suas formações irregulares e com uma aridez fabulosa.

Publicado por Hidro às 05:00 AM | Comentários (0)

April 21, 2005

Cidade do Namibe

Cidade do Namibe
Image hosted by Photobucket.com
Picture

Cidade do Namibe - Moçâmedes - Mossamedes

A Província de Namibe foi descoberta por Diogo Cão em 1485, tendo sido inicialmente chamada de Moçâmedes (nome que tem a sua origem no General de Angola Barão de Mossamedes). Foi o primeiro distrito a ser criado no Sul de Angola.

A composição etno-linguística é bastante diversificada, sendo de destacar os Mucubais.

A província de Namibe é, sem dúvida, um dos pontos mais privilegiados do país, porque tem mar, deserto e savana, apresentando um magnífico quadro natural, com um clima considerado o melhor de toda a costa litoral de Angola.

Entre as cidades de Namibe e Tômbwa, habita a Welwitschia Mirabilis, espécie botânica, única no mundo, com aparência de um polvo gigante, símbolo da resistência e sobrevivência da vida vegetal e animal no deserto.

Não é possível esquecer-se Março em Namibe. Sim, porque todos os anos, ali, é três vezes Março: Março/ Março-Mulher/ Março-“Festas do Mar”. As Festas do Mar, famosas desde sempre, são abrilhantadas com manifestações várias (culturais, recreativas e desportivas), atraindo um mar de gente e turistas que nesta época do ano, podem apreciar as belas praias, praia das Escadinhas, e o “Parque de Campismo” na praia das miragens, mesmo na cidade do Namibe.



Publicado por Hidro às 09:09 AM | Comentários (9)

April 20, 2005

Mussulo

Ilha do Mussulo

Image hosted by Photobucket.com
Picture


Ao sul de Luanda, encontra-se a “ilha” do Mussulo, na realidade uma restinga envolvida por uma série de pequenas ilhas. No lado continental, de águas calmas, ideais para a prática de desportos náuticos, existem complexos turísticos e uma enorme quantidade de coqueiros. No lado oceânico, com o mar de águas limpas mas mais agitado, existem praias de areia branca e quase desertas, habitadas apenas por pescadores nativos.



Publicado por Hidro às 09:35 AM | Comentários (7)

April 19, 2005

Serra da Leba

Serra da Leba

Image hosted by Photobucket.com
Picture

Serra da Leba, estrada Namibe - Lubango

Após o Deserto do Namibe a caminho do Lubango encontra-se a imponente serra da Leba.

Publicado por Hidro às 07:03 PM | Comentários (8)