fevereiro 24, 2004

Livro 1 N.º 46

Um pouco atrasado, mas a ordem dos versos assim o obrigou


São Valentim

No dia de São Valentim
vou mostrar por fim
este amor sem fim
que trago dentro de mim

Não precisas de chorar
nem precisas de gritar
só deves me amar
sem nunca parar

Tudo te vou dar
Nada me vai parar
mesmo que grites comigo

Tudo vou aguentar
pois vais-me amar
vou ficar contigo

Publicado por firewind em fevereiro 24, 2004 11:56 PM
Comentários