fevereiro 19, 2004

Livro 1 N.º 44

Ouves alguém o teu nome chamar
Olhas para trás e sentes o coração saltar
Que visão, parece uma ilusão
Chamas por ela, sonhas com ela

Amor, amor
Ilumina o meu
Dá-me o teu

Procuras na multidão o seu olhar
Mil olhos tu passas e tornas a passar
Finalmente encontras, e estremeces
Tudo em ti muda, até calor sentes

Amor, amor
Ilumina o meu
Dá-me o teu

Parado na neve a contemplas
Ela sorri e tu escorregas
Ela grita e corre para ti
Queres falar e dizer-lhe ali

Amor, amor
Ilumina o meu
Dá-me o teu

Atrapalhaste e coras
Tentas outra vez e engasgas
Ela agarra na tua mão
E tu pedes-lhe o coração

Amor, amor
Ilumina o meu
Dá-me o teu

Publicado por firewind em fevereiro 19, 2004 10:34 AM
Comentários