fevereiro 03, 2004

Livro 1 N.º 35

Rua abaixo
Vens toda aperaltada
A cada passo
As ancas rebolas
Sabes o que vales
Não o que queres
Ora bolas
És só fachada
Quando falas
Nada dizes
Nada sabes
Rua abaixo
Vens lançada
Todos te olham
Todos te cobiçam
Mas eu sei
O que tu vales
E não mereces
Por ti rezei
Nada significas.
Que bem ficas
Rua abaixo

Publicado por firewind em fevereiro 3, 2004 02:54 PM
Comentários