abril 03, 2007

Bom dia mundo

Chegou a casa e depositou a um canto, a mala do trabalho, o bloco de apontamentos, as vestes do corpo.
Entrou na água quente onde sorriu angustiado sem conseguir parar as lágrimas que se misturavam com a água.
Não sabia o porquê daquela demonstração antagónica de emoções.
Sabia apenas que deveria estar relacionado com os amores passados, perdidos no presente e abafados do futuro.
Limpou-se de toda a água olhou-se no espelho e apenas sorriu. Suspirou baixinho, amanhã é outro dia.

Bom dia mundo

Publicado por Nuno Teixeira em abril 3, 2007 12:51 AM | TrackBack
Comentários
Comente esta entrada









Lembrar-me da sua informação pessoal?