março 02, 2007

Daqui a nada é daqui em diante... do outro lado do mundo

Toda a condição humana que fica das relações interpessoais.
O mundo dominado pelos sentimentos mais antagónicos dentro desse paradigma
da vida, onde nascemos, morremos e renascemos como almas totalmente novas e lavadas.
Somos terra e semente. Somos água e sangue que escorremos por entre os mil sóis da vida.
A beleza absurda dos corpos, quando envolvidos nessa dança macabra das emoções onde não sobrevive ninguém, porque somos por vezes o reflexo da alegria e da nostalgia ou eventualmente da figura ridícula do semblante que cai por terra quando nos julgamos completamente desfeitos ou entregues a um tal destino que julgamos acreditar mas que é somente esse mesmo volte-face da vida.
Somos feitos água e terra. Somos semente e vaso. Somos a poesia desgastante
Somos vida viva e emoção.
E assim o seremos daqui em diante na perspectiva de Olga Roriz , ou pelo menos na minha perspectiva de ver este lado do mundo.

Publicado por Nuno Teixeira em março 2, 2007 02:58 AM | TrackBack
Comentários
Comente esta entrada









Lembrar-me da sua informação pessoal?