agosto 30, 2004

Hello Beijing

Publicado por TMA em 02:09 AM | Comentários (0) | TrackBack

Adeus Athens

Publicado por TMA em 02:05 AM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 28, 2004

Hearts and Minds

Publicado por TMA em 03:23 AM | Comentários (0) | TrackBack

Bye Bye

Publicado por TMA em 03:21 AM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 25, 2004

Uma luz no escuro


Publicado por TMA em 03:16 AM | Comentários (0) | TrackBack

3 - Número triste e Feliz.

- Os três secos do Anderlecht ao Benfica.

- O terceiro lugar de Rui Silva nos 1500 e consequente Medalha de Bronze.

- O número de medalhas de Portugal em Atenas 2004.

Publicado por TMA em 12:36 AM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 24, 2004

De olhos bem fechados

Publicado por TMA em 04:22 PM | Comentários (0) | TrackBack

Ásia

Assim anda a Ásia por estes dias.

Tufão Aere

Publicado por TMA em 04:19 PM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 23, 2004

Clonagem

Chegou ao Baú da Avozinha:

Questão de ética/moral apresentada no "Diário de Lisboa" em Portugal (O texto está na sua forma original ):

"Com toda esta polémica a propósito da clonagem, uma grande pergunta urge colocar: Alguém que tenha relações sexuais com o seu próprio clone : é homossexual, está a masturbar-se ou fodeu-se?"

Valerá a pena responder?

Publicado por TMA em 01:47 AM | Comentários (0) | TrackBack

Azul

Monte Athos, Grécia - James L. Stanfield

Publicado por TMA em 12:33 AM | Comentários (0) | TrackBack

Firme e Hirto

Publicado por TMA em 12:31 AM | Comentários (0) | TrackBack

Francis Obikwelu

Francis Obikwelu tornou-se hoje um herói nacional, ao conseguir de uma vez só, uma medalha de Prata nos 100 metros, o Record nacional e Europeu na mesma prova.
Dirão os guardiões do templo que Francis é nigeriano, assim como Deco é Brasileiro.
Mas, Portugal não terá feito o que outros países fizeram?
Não foi com uma equipa feita de colónias que conquistamos o terceiro lugar em 66, e o Benfica duas taças de Campeões Europeus.
Não é um Moçambicano o melhor jogador português de todos os tempos?
Portugal não comprou Francis, como fez o Qatar com alguns quenianos, ou mesmo americanos, para ganhar projecção e medalhas.
Francis apenas veio trabalhar para as obras no Algarve, depois de ter sido proscrito pelos nigerianos.
Por estranho que pareça, tivemos a feliz ideia de acreditar e apostar neste jovem, e hoje começamos a recolher os frutos desse apoio.
E que bonito, foi ver, aquele menino correr no Estádio Olímpico com a bandeira de Portugal na mão, a saltar de felicidade.
Se dúvidas houvessem, Francis tinha-as dissipado na entrevista que hoje deu ao Jornal A Bola, ao afirmar que tudo o que era hoje devia aos portugueses, e que por isso, tinha orgulho em desfilar com a bandeira nacional na pista do Olímpico.

Publicado por TMA em 12:28 AM | Comentários (0) | TrackBack

Tristeza Franciscana

Foi decididamente vergonhosa a participação da selecção olímpica de futebol nestes JO.
E foi vergonhosa em termos desportivos, porque os jogadores foram para estes jogos com ar de superiores em relação aos adversários, e a soberba como se sabe, é um dos pecados capitais.
Foi vergonhoso no aspecto disciplinar, porque os portugueses fizeram mais uma vez uma figura triste, com agressões, expulsões, revoltas.
Mas, nesta selecção tudo isto é normal, até porque quando dirigentes, treinadores, desculparam estes meninos depois de terem rebentado, com o balneário em França, ou quando no Campeonato da Europa andaram ao soco com os italianos, não podiam agora, pedir mais disciplina.
A culpa começou neles, ao não expulsarem esses meninos da selecção.
E foi simplesmente vergonhoso, para os bolsos dos portugueses.
Todos nós pagamos aquele belo estágio no Algarve, todos nós pagamos o belo Hotel de 5 estrelas em Atenas, para os meninos fazerem a vergonha que fizeram.
Envergonharam o país, o seu povo, a sua Nação.
E na minha opinião, ou crescem muito como homens, ou então triste sina a nossa, porque são eles previsivelmente o futuro da Selecção principal de Portugal.
Quanto a Romão, devia ter tido vergonha na cara, e demitir-se, e não esperar que Madaíl o despedi-se em pleno aeroporto.
Aquelas afirmações após os jogos são no mínimo hilariantes, e Romão não é decididamente um Monthy Pyton.
Quanto a Madaíl, devia demitir-se também.
E porquê?
Porque prometeu um grande Euro, e cumpriu, mas também prometeu o título e não cumpriu, porque prometeu uma medalha nos Jogos e não concretizou, porque não teve coragem de aceitar a solução para o nosso futebol proposto pelo Governo de redução da SuperLiga, e essencialmente, porque o seu tempo à frente da FPF acabou há muito.

Publicado por TMA em 12:13 AM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 17, 2004

PC

O Eugénio traz-nos a boa nova.
O Papa está a perder importância.
Paulo Costa pôs o senhor no seu lugar.
Começa bem esta época.

Publicado por TMA em 01:40 PM | Comentários (1) | TrackBack

Venezuela

É impressão minha, ou este referendo vai levar a mais uma guerra civil na Venezuela.
E parece que os americanos também se querem pôr ao barulho.
É um país sul-americano, concerteza.

Publicado por TMA em 01:38 PM | Comentários (0) | TrackBack

Finalmente um Presidente

Fico muito contente pela decisão da Procuradoria-Geral da República em considerar válido o regresso de Carmona Rodrigues à CML.
Conheci o Prof. Carmona Rodrigues antes de ir para o Governo, numa visita que fiz com ele à minha Freguesia para lhe indicar algumas situações que existam por resolver na Freguesia.
Gostei da sua simplicidade, preocupação e essencialmente a sua decisão e acção terem um curto espaço de tempo.
Tenho consciência que a sua tarefa não vai ser fácil, mas também tenho a certeza que Carmona Rodrigues conseguirá dar à capital um novo fôlego, podendo ainda, cumprir com as propostas eleitorais de Santana.
Quando Carmona saiu, saiu na altura, o verdadeiro Presidente de Câmara, saiu o homem de campo de Santana, e por isso mesmo, a Câmara durante este período estagnou em certos capítulos.
Que Lisboa seja feliz!

Publicado por TMA em 01:35 PM | Comentários (0) | TrackBack

Balizas

Existem algumas situações neste país que eu sinceramente não percebo.
Uma delas é a falta de responsabilidade da entidades públicas e políticas deste país.
Quando ouço um Presidente de Câmara e um Presidente de Junta a descartarem-se das responsabilidades da queda de uma baliza num espaço público da sua zona de intervenção, pergunto-me então é de quem?
Será do miúdo que apenas estava a dar uns toques com os amigos, e que levou com a baliza e está num hospital com um edema cerebral?
Se o espaço é público então não terá que ser o poder local os primeiros a cuidar desses locais?
E quem lá pôs a porcaria da baliza?
Afinal foi a Junta de Freguesia, mas garante que estava segura, e que deve ter sido uns vândalos a tirar os suportes da mesma.
Que falta de responsabilidade!
Quando se fala de procuradores, porta vozes, e afins, não se devia começar por olhar para estes senhores.
É que nunca ninguém tem responsabilidades.
Sempre foi aquele ou aquela, nunca fui eu.
Esta velha máxima já irrita neste país.

Publicado por TMA em 01:25 PM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 16, 2004

Imagem do Dia

Hurricane Charley

Publicado por TMA em 01:19 AM | Comentários (1) | TrackBack

agosto 13, 2004

Chuto

Thessaloniki, Greece - Massimo Bassano

Publicado por TMA em 05:23 PM | Comentários (0) | TrackBack

Ainda o relato da TSF

Fico informado hoje pelo Público que afinal a rádio oficial dos Jogos Olímpicos é a Antena Um, tendo por isso, os direitos exclusivos sobre o som em directo das provas.
Assim, fica explicado o porquê da não colocação de som directo no jogo de ontem, até porque, depois de falar com amigos jornalistas que se encontram em Atenas, afinal Perestrelo até está em Atenas.
Por tal, a avozinha errou.
Mas, e há sempre um mas, continuo sem compreender como depois de um Euro 2004 em Portugal, com estádios cheios, com gente eufórica, vibrante, a puxar pela Selecção, porque é que a TSF não foi buscar aos seus arquivos esse som de fundo?
Se realmente queriam dar um som de fundo ao jogo, então porque não pegar no som de fundo de um Portugal-Inglaterra, ou mesmo um Portugal -Espanha.
Tinha ficado mais bonito.
Fica assim à consideração da TSF para o próximo.

Publicado por TMA em 05:21 PM | Comentários (0) | TrackBack

E agora o Jogo

Bem o jogo para quem viu não tem qualquer explicação.
Aliás se eu fosse jornalista desportivo, não sei o escreveria para amanhã sair nos jornais da manhã.
Simplesmente vergonhoso!
A selecção portuguesa está em Partas, está em Atenas, ou está onde?
Essa é a grande questão!
Não existiram perante uma selecção iraquiana que deu muito boa conta de si, que mostrou entre ajuda, que mostrou ser equipa.
Quanto a nós, foi uma autêntica manta de retalhos, uma defesa que estendia a passadeira vermelha aos iraquianos como se estivesse num Palácio de Saddam.
O individualismo meteu raiva, a indisciplina meteu ódio.
José Romão é o seleccionador e é ele o maior responsável por aqueles meninos mimados que andaram a socar os adversários.
Compreende-se que Ronaldo, essa estrela do M Utd, que tanto dinheiro ganha, se dê ao luxo de socar a cara de um jogador abrindo-lhe o sobrolho?
Admite-se que Boa Morte, que já por si tem um nome nada convidativo, espete com um pontapé num jogador iraquiano, depois de já ter dado um cotovelada noutro?
esta selecção é a mesma, co algumas excepções, que nos envergonhou á um ano e tal em França, quando se lembraram de destruir o balneário do estádio.
Meus amigos, que espírito olímpico!

Publicado por TMA em 02:38 AM | Comentários (1) | TrackBack

agosto 12, 2004

Relato na TSF

Tenho por norma ouvir os relatos dos jogos de futebol via TSF.
Mesmo quando os vejo na televisão, apago o som da mesma, e acendo a rádio na TSF, porque com isso, consigo ter mais emoção do que os comentários enfadonhos das televisões.
Durante o Euro 2004 foi assim, que assisti com os meus amigos aos belíssimos relatos de Perestrelo e Correia nos grandes jogos da nossa selecção.
Hoje, como sempre, apaguei o som da televisão e comecei a ouvir o relato da TSF conduzido pelo Jorge Perestrelo.
Qual não é o meu espanto quando começo a ouvir como som de fundo os cânticos dos Diabos Vermelhos como som de fundo.
De início ainda pensei que algo de errado se passaria, mas depois percebi, que a TSF não está em Atenas, não teve coragem de o afirmar, e pôs como som do estádio, um qualquer jogo do Benfica.
E então, que interessante que foi a primeira parte com Portugal a jogar ao som de Glorioso, SLB, SLB.
Mais, quando Portugal marcou o primeiro golo, eis que a TSF faz uma montagem e põe o estádio todo a gritar golo.
Mas, o mais ridículo é que o estádio além de estar vazio, a maior parte das pessoas que lá se encontram é uma falange fervorosa do Iraque que assobia cada vez que o Ronaldo toca na bola.
Desisti de ouvir o relato da TSF, e fico triste como ouvinte assíduo, a tentativa infeliz da TSF.

Adenda:
Durante a segunda parte manteve-se o relato com os cânticos benfiquistas, um pouco mais baixos, mas foi lindo de se ouvir, Portugal a levar com quatro, e o som de fundo a cantar as Papoilas Saltitantes.

Publicado por TMA em 11:37 PM | Comentários (3) | TrackBack

Budismos

Bangkok, Thailand - Jodi Cobb

Publicado por TMA em 03:24 PM | Comentários (0) | TrackBack

Diferente

Um blog competamente diferente nasceu ontem.
Chama-se enciclopédico e pelo que o seu autor nos diz vai ajudar todo os bloggers.
Começa bem, com um pouco de história do Sudão tão em voga nestes dias.

Publicado por TMA em 03:21 PM | Comentários (2) | TrackBack

agosto 11, 2004

Embrulhado

Chipaya, Bolivia - Maria Stenzel

Publicado por TMA em 01:35 AM | Comentários (0) | TrackBack

Um dia na Bola

Hoje era um dia muito aguardado, era o início de mais uma época futebolística em que muitos esperam que seja o seu ano.
Como jogo grande que era, casa cheia, a abarrotar, naquele que foi o estádio das nossas alegria e da nossa grande tristeza no Euro 2004.
Com tal lá foi a família toda ver o novo Benfica, o do avó Trapattoni.
Sinceramente não ia com muita fé, e pelo que tinha visto nos últimos jogos, a fé era apenas aquela ínfima parte que um benfiquista tem no seu coração.
Para começar, a sempre guerra de cadeiras no novo estádio da Luz.
Será que haverá algo dia em que eu chegue ao estádio e ninguém esteja sentado na minha cadeira?
Depois, bem depois veio o jogo, rodeado da família e de uma verdadeira colónia portuguesa residente em Paris que misturava a conversa com os filhos entre o português e o francês.
Triste diga-se.
Assim como o jogo, muito triste.
A primeira parte ainda nos trouxe um grande "bico" de Zahovic a dar golo e a fazer explodir toda aquela mole humana.
Bem depois, depois foi o Benfica de Trapp, aquele que eu tanto medo tinha em encontrar esta época.
Um Benfica a defender o 1-0, o Yannick a atirar-se para o chão sempre que tinha a bola nas mãos, como se ainda estivesse no Alverca, Simão irreconhecível toda a segunda parte, porque Trapp não queria que ele subia para lá do meio campo, um Sokota coitado bombardeado por bolas que vinham da defesa, e que ele não sabia o que fazer, porque ninguém estava ao seu lado.
A desilusão da troca de ponta de lança por ponta de lança, quando toda a Luz assobiava e pedia por mais, porque é isso, a que estamos habituados.
Não foi um jogo bonito, não é o Benfica de Camacho ao ataque, é um Benfica ao estilo italiano, ao estilo do saudoso Mortimore, e pode ser um Benfica sofrível à Toni.
Pode com certeza disser, mas foi esse Benfica sofrível que foi pela última vez campeão.
É verdade, mas hoje em dia o futebol é espetáculo, porque nessa época eu pagava apenas as quotas, e hoje, além das mesmas ainda pagou 40 contos para ver o Benfica toda a época.
É verdade, que foi assim, que os gregos foram campeões europeus, mas com uma excepção, apesar de não atacarem jogavam bem, pressionavam e principalmente sabiam defender.
Caro Nuno, o Benfica sobe a pouco, porque o Benfica não sabe jogar à defesa, e o avó Trapp, ainda não percebeu isso.
Mais, o que fará Trapp quando perceber que em Portugal todas as equipas que jogam com o Benfica, à excepção de Porto e Sporting, jogam à defesa?
Começo a questionar se valia pena comprar cativo, mas tudo bem.
Para final de festa, lá vinha a avozinha (+- 65 anos)no metro com uma T-Shirt bem vermelha com uns dizeres em branco "Welcome to Virgin Territory".
Também ela foi falada nesta noite de bola.

Publicado por TMA em 01:31 AM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 10, 2004

New Look

Publicado por TMA em 03:40 AM | Comentários (0) | TrackBack

Nevoeiro na Ponte

Sydney, Australia - Catherine Karnow

Publicado por TMA em 03:38 AM | Comentários (0) | TrackBack

Benfica e a Champions

Hoje começa a carreira encarnada na Liga dos Campeões.
Toda um época pode estar dependente do resultado de hoje e de daqui a 15 dias.
Trapp trouxe ao Benfica espírito, alma, mas falta cabeça.
O Benfica tem que mostrar a Trapp que possui essa cabeça, esse estofo de campeão, e tem que também mostrar que o Benfica não sabe jogar à defesa, nem muito menos em Portugal, no nosso mísero campeonato, o Benfica o pode e deve fazer.
As equipas da Super Liga só esperam um coisa do Benfica, que ele pegue no jogo, jogue ao ataque, para que elas tentem explorar o contra ataque.
Trapp irá perceber isso, lá para a quinta jornada, ou então será condenado ao fracasso, antes do Natal.
Espero sinceramente que não, espero que hoje ganhemos ao belgas, e que consigamos a passagem à tão ambicionada liga dos milhões.
A ver vamos!

Publicado por TMA em 03:36 AM | Comentários (0) | TrackBack

Luigi Del Neri

Luigi Del Néri foi expulso do FC Porto, quer queiram ou não.
A confirmar que Pinto da Costa foi pressionado por um quinteto de barões, torna-se ainda mais grave.
Pinto da Costa tem perdido muitas das suas qualidades nos últimos anos, que foram mascaradas nos últimos dois por possuir à frente da equipa um treinador chamado José Mourinho.
E com Mourinho foi diferente porque como ele diz na entrevista ao Record “Prefere os presidentes ao pé de si, que longe de si, porque assim, consegue limitar a área de acção dos mesmos”.
Pinto da Costa habituou-nos a defender os seus treinadores até á morte, e exemplo disso, foram Otávio Machado, que conseguiu mandar embora Jorge Costa, foi Fernando Santos o único treinador a não ser campeão com Jardel em forma, foi Ivic que fez se calhar a pior época do FC Porto nos últimos vinte anos, e se recuarmos ainda mais, foi assim com Quinito, de quem Pinto da Costa dizia ser o melhor treinador do Mundo.
Quando Del Néri veio para as Antas, ninguém o conhecia, mas PC conhecia-o, porque uns quantos amigos diziam-lhe que ele era o melhor.
Onde estão esses amigos de PC hoje?
E o que dirá PC deles amanhã?
O italiano trouxe revolução ao futebol portista, é verdade, aquela defesa em linha não era o melhor remédio, mas o erro de Del Néri, foi a lista de dispensas que ia apresentar a PC, e que enfureceu tanto o Presidente como o empresário mais que tudo Jorge Mendes.
Apresentar como dispensados, Jankauskas, McCarthy, Carlos Alberto, Marco Ferreira, Maciel, entre outros, foi um rude golpe em Jorge Mendes, que via assim a sua influência no balneário enfraquecer.
Para além tudo isto, PC este ano não pode perder por nadas deste Mundo, muito menos para José Veiga.
E como tal, o que PC se lembrou ir buscar o treinador que espetou 7 ao Benfica em Vigo, como que a tentar fazer comichão aos homens da Luz.
Seja como for, a época azul e branca começa muito mal, mas apesar disso, PC irá ganhar esta batalha, nem que seja preciso chamar novamente o guarda Abel.
É triste, mas é a mais crua das realidades.

Publicado por TMA em 03:31 AM | Comentários (0) | TrackBack

As cassetes

Muito estas cassetes desaparecidas já fizeram.
Puseram o Director da PJ na rua.
Colocaram suspeição nas pessoas entrevistadas.
E parecem que ainda dá para pôr umas providências cautelares a alguns orgãos de comunicação.
E eis algo que me intriga.
Como é possível alguém que efectua gravações de chamadas telefónicas, em off the record, se dar ao luxo de colocar uma providência cautelar?
Neste momento, o processo da casa pia vivia uma fase estacionária, preparando-se para chegar ao seu momento chave.
Estas gravações que provavelmente já estarão na posse da defesa, podem desenvolver uma onda de descredibilização.
É evidente que as mesmas não podem ser usadas como meio de prova, mas se forem colocadas em primeira página de jornal ou revista, provocam na opinião pública dúvidas, podendo essas dúvidas chegar a quem vai decidir.
E não me venham que um juiz apenas decide pelo que vem no papel, ou nos autos, um juiz é um ser humano, lê jornais, ouve noticiários, e por muito que não queira, acaba por se influenciar.
Mais grave ainda, é que com a proliferação dos blogs em Portugal, podemos daqui a uns dias ter mais um muito mentiroso, ficando assim, todas essas conversas ao poder de todos aqueles que as quiserem ler.
E sabemos muito bem, que o poder do passa a palavra é enorme, e passado alguns dias, já nem é preciso jornais para todos sabermos do que este ou aquele disse.
Assusta-me é o que me diziam hoje, de que existe nos corredores, o boato (será?) de que o jornalista teria vendido tais cassetes à defesa dos arguidos, e que a defesa tinha feito o favor de compilar em cd e enviado para as redacções dos jornais e revistas, á espera que alguém as publicasse.
A confirmar, é um escândalo!

Publicado por TMA em 03:20 AM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 07, 2004

Del Neri

Esta nem o Eugénio adivinhou....

Publicado por TMA em 04:39 AM | Comentários (1) | TrackBack

agosto 06, 2004

Livros - 5

Durante as férias, foram devorados:

O primeiro apenas retrata a história deste italiano, que sobreviveu a Auschwitz.
E que melhor para a retratar senão o autor:
"Este livro nada acrescenta, no que diz respeito ao pormenores atrozes, a quanto já é do conhecimento dos leitores sobre o tema inquietante dos campos de extermínio. Ele não foi escrito com o objectivo de formular novas acusações; servirá, talvez, mais para fornecer documentos para um estudo sereno de alguns aspectos da alma humana"

O segundo, apesar de ser um romance, mostra-nos os últimos dois dias de Pompeia e toda a região da Campânia.

Publicado por TMA em 02:17 AM | Comentários (0) | TrackBack

O novo processo do José

Rajasthan, India -William Albert Allard

Por causa desta foto, o amigo José já vai a caminho, percebeu que existem coisas mais importantes que os túneis neste mundo.

Só para ajudar, aqui fica a explicação:

"For two dollars a day, Untouchable women load thousands of bricks at a dust-choked kiln in Rajasthan. This job, while not restricted to unclean castes, goes largely to Untouchables, their low status condemning them to the most menial work."

Publicado por TMA em 02:05 AM | Comentários (0) | TrackBack

Para quem já tem mais de 25...

Chegou assim ao Baú da avozinha, e como me revejo no texto aqui fica:

"Para quem já tem mais de 25 anos...faz pensar que até tivemos sorte....

Olhando para trás, é difícil acreditar que estejamos vivos. Nós viajávamos em carros sem cintos de segurança ou air bag. Não tivemos nenhuma tampa à prova de crianças em frascos de remédios, portas, ou armários e andávamos de biciclet a sem capacete, sem contar que pedíamos boleia. Bebíamos água directamente da mangueira e não da garrafa. Gastámos horas a construir os nossos carrinhos de rolamentos para descer ladeira abaixo e só então descobríamos que nos tínhamos esquecido dos travões. Depois de colidir com
algumas árvores, aprendemos a resolver o problema. Saíamos de casa de manhã, brincávamos o dia inteiro, e só voltávamos quando se acendiam as luzes da rua.
Ninguém nos podia localizar.
Não havia telemóveis.
Nós partimos ossos e dentes, e não havia nenhuma lei para punir os culpados.
Eram acidentes. Ninguém para culpar, só a nós próprios. Tivemos brigas, esmurrámo-nos uns aos outros e aprendemos a superar isto.
Comemos doces e bebemos refrigerantes mas não éramos gordos.
Estávamos sempre ao ar livre, a correr e a brincar. Compartilhamos garrafas de refrigerante e ninguém morreu por causa disso. Não tivemos Playstations, Nintendos e toda a parafernália de jogos de vídeo, nem 99 canais de TV Cabo, som surround, telemóveis, computadores ou Internet. Nós tivemos amigos! Saíamos e íamos ter com eles. Íamos de bicicleta ou a pé até casa deles e batíamos à porta. Imaginem tal coisa... sem pedir autorização aos pais nem a ninguém, por nós mesmos! Lá fora, no mundo cruel!Sem nenhum responsável! Como conseguimos fazer isto? Fizemos jogos com bastões e bolas de ténis e comemos minhocas e, embora nos tenham dito que aconteceria, nunca nos caíram os olhos ou as minhocas ficaram vivas na nossa barriga para sempre.
Nos jogos da escola, nem toda a gente fazia parte da equipa. Os que não fizeram, tiveram que aprender a lidar com a decepção...sem psicólogos!
Alguns estudantes não eram tão inteligentes quanto os outros. Eles repetiam o ano! Não inventavam testes extra. Éramos responsáveis pelas nossas acções e arcávamos com as consequências. Não havia ninguém que pudesse resolver isso. A ideia de um pai a proteger-nos, se desrespeitássemos alguma lei, era inadmissível! Os pais protegiam as leis!
Imaginem! A nossa geração produziu alguns dos melhores compradores de
risco, criadores de soluções e inventores. Os últimos 50 anos foram uma explosão de inovações e novas ideias. Tivemos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade, e aprendemos a lidar com isso. Tu és um deles.
Parabéns! Passem isto para outros que tiveram a sorte de crescer como
crianças!!!!
"

Publicado por TMA em 02:02 AM | Comentários (0) | TrackBack

Resposta a comentário

O sr. JCS, deduzo que o seja, responde aqui em baixo, ao meu post sobre o túnel de Marquês de forma algo histérica e menos elegante.
JCS que tem um blogue por aí, e que pelos vistos, faz parte de certos lobis, e que tem como sonho de vida fazer viagens de iate, considera acertada a atitude tomada sobre o túnel do Marquês, bem omo solicita que eu vá até à República Dominicana (talvez no iate dos seus sonhos).
Mas, meu caro JCS, provavelmente só conduz a sua viatura na Lapa, onde anda a catar sinais mal colocados.
É porque se conduzisse, durante o dia em Lisboa, por razões profissionais e não só, e tivesse que passar pelo Marquês umas três ou quatro vezes em hora de ponta, ou seja das 8 da manhã às 8 da noite, não diria e não concordaria com tal ideia.
Caso não saiba, o túnel de Marquês devia neste momento estar a ser apenas trabalhado no subsolo, tendo o trânsito nas ruas que o circundam voltando à normalidade.
Mas, falemos do José.
Sabe onde andava o caro José, quando foi construído o túnel do Campo Grande?
Sim, essa bela obra de arte, que quando chove em Lisboa, entope!
Sabe onde andava o caro José, quando foi construído o túnel da João XXI?
Sim, essa bela obra de arte, que provoca em média um acidente por dia.
Sabe porquê?
Porque as curvas desse mesmo túnel são tão bem feitas, que tiveram que colocar bandas, para tentar evitar mais acidentes.
E alguma vez esteve parado no túnel do Campo Grande durante aí uns 30 minutos?
Provavelmente não, é porque se tivesse, ao quinto minuto já tinha fechado a janela para não mamar o que cheiro a gasolina.
E onde estava o amigo José?
Se calhar, na República Dominicana.
Não gosto de viver num país sem lei nem roque, mas também não gosto de viver num país, onde aparecem umas aves raras na televisão aramadas em anciões do templo, quando nunca fizeram nada por esse mesmo templo, além de chatear.

Publicado por TMA em 01:43 AM | Comentários (1) | TrackBack

agosto 03, 2004

Túnel

O post do JCD é simplesmente esclarecedor.
Está tudo lá, apenas um pedido que muitos formulamos a José:

Vá embora. Emigre, vá contestar para a Letónia, Ucrânia. Mas, olhe vá mesmo, olhe se quiser pode ser que se arranje um lugar na Quinta das Celebridades...

Publicado por TMA em 08:40 PM | Comentários (3) | TrackBack

E o prédio caiu...

Conhecia aquele prédio há mais de 20 anos.
Estive lá à uns 12 anos, na casa de um amigo que lá morava.
Já na altura, era um prédio degradado.
Hoje, quando passei pelo local, para cumprimentar a amiga Maria de Lurdes, Presidente da Junta, vi o prédio no chão, ouvi a revolta da população.
Mas, será o único.
Não, não o é.
Em Campo de Ourique, e não no local deste prédio, que já está algo afastado de Campo de Ourique, existem mais uns quantos nestas condições.
Agora o problema também passa pelas pessoas que habitam nestes prédios, se é que lhes podemos chamar disso.
As pessoas, são muitas das vezes, recomendadas a sair, e não o fazem porque ou são realojadas, longe dos seus bairros, ou porque não acreditam que cai, ou porque simplesmente acreditam que alguém algum dia vai fazer algo.
Se temos dúvidas eis um site criado há dois anos, que já possui no seu portfolio 1808 casas abandonadas.
Como exemplo aqui fica um na Maria Pia.
E descansem amigos (aqueles que me ligaram toda a manhã), o prédio não foi na minha Junta, mas qualquer dia...

Publicado por TMA em 08:30 PM | Comentários (0) | TrackBack

Que saudades eu tenho...

Phuket, Thailand - Jodi Cobb

Publicado por TMA em 08:01 PM | Comentários (0) | TrackBack

agosto 02, 2004

O PS de hoje

Alguém consegue explicar como o PS quer ser oposição ao governo de Santana, se nem se consegue entender nas eleições internas.
O espectáculo que estão a ser as declarações de João Soares, acompanhadas por Manuel Alegre sobre as dúvidas nas listagens, e pagamento de quotas a militantes, só vem mostrar o momento menos bom do PS.
Se assim continua este fartote, então para onde irá o PS?

Publicado por TMA em 07:55 PM | Comentários (2) | TrackBack

Fui à Beira do Mar

Fui à beira do mar
Ver o que lá havia
Ouvi uma voz cantar
Que ao longe me dizia

Ó cantador alegre
Que é da tua alegria
Tens tanto para andar
E a noite está tão fria

Desde então a lavrar
No meu peito a Alegria
Ouço alguém a bradar
Aproveita que é dia

Sentei-me a descansar
Enquanto amanhecia
Entre o céu e o mar
Uma proa rompia

Desde então a bater
No meu peito em segredo
Sinto uma voz dizer
Teima, teima sem medo

Zeca Afonso faz hoje 75 anos que nasceu em Aveiro.

Publicado por TMA em 07:52 PM | Comentários (0) | TrackBack

Viagens Aéreas

Gabão, Africa - Michael Nichols

Publicado por TMA em 07:40 PM | Comentários (0) | TrackBack

GNR

Enviado para o baú da avozinha:

Não costumo acreditar nestas coisas, mas desta vez parece-me sério...

"Caros amigos,
Isto é confidencial... Estes dados foram-me fornecidos pelo primo de um amigo meu, cujo pai trabalha com a irmã da cunhada mais nova de um agente, que mora ao lado de um coronel reformado. A filha deste pensionista namora com o filho mais velho do sapateiro que engraxa as botas dos militares.
A Brigada de Trânsito acabou de adquirir 34 novas viaturas de intercepção e controlo. São meia-dúzia de Fiat 127... a debitar cerca de 185 cv, costumam andar na A1 entre Condeixas e a recta de Pegões.
Atenção! estes carros são conduzidos por mulheres austríacas, vestidas à vianense e levam a bordo 3 crianças. Para detectar os infractores estão equipadas com um radar rotativo no tejadilho. Como disfarce levam um autocolante da Milupa onde se pode ler "Bebé a bordo". Fazem também parte da frota 24 Talbot Samba 1.1 (com 215 cv!) que circulam em fila indiana pelo IP5. Estes carros são conduzidos por antigos maquinistas da CP. A sirene
está escondida por baixo de um mocho de plástico no tejadilho.
Na Nacional 125, desde o final do mês passado, circulam dois Renault 12 beges, com condutores octogenários vestidos à sevilhana. Estes carros levam montada uma câmara de estúdio no tejadilho e sempre que alguém ultrapassa os limites o condutor dá indicações ao operador de câmara para começar a filmar. Em simultâneo é feita uma ligação via telemóvel para o segundo carro que prontamente acompanha o transgressor. Assim que estiverem lado a lado, o condutor do segundo carro liga de volta para o carro com a câmara dando-lhe a leitura exacta da velocidade. Convém salientar que debaixo do capô deste Renault 12 estão mais de 245 cv... a centralina destas máquinas foi reprogramada em Luanda!
As restantes duas viaturas são Toyota Dyna 2.5D, de caixa aberta, e usam como disfarce 1.500kg de sacos de cimento. Na cabina vão três lutadores de sumo, dois dos quais comandam um sofisticado radar. A câmara é comandada pelo condutor que também está encarregue de todas as comunicações com a central. Estas Toyotas estão preparadas com um kit TTE e já foram vistas na serra da Estrela, a subir de Sabugueiro para a Torre, atrás de um 2CV a 196 km/h.
PS: Um vizinho do meu primo teve que vender o Punto GT para pagar a multa... Eles não perdoam!
"

Publicado por TMA em 07:38 PM | Comentários (0) | TrackBack