janeiro 15, 2005

Já não se fazem mais revistas didácticas e carregadas de moral como antigamente

[Frases retiradas de revistas femininas da década de 50 e 60]
* Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas. (Jornal das Moças, 1957)
* Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu
carinho e provas de afecto. (Revista Claudia, 1962)
* A desarrumação numa casa-de-banho desperta no marido a vontade de ir
tomar banho fora de casa. (Jornal das Moças, 1965)
* A mulher deve fazer o marido descansar nas horas vagas. Nada de
incomodá-lo com serviços domésticos. (Jornal das Moças, 1959)
* Se o seu marido fuma, não arranje zanga pelo simples facto de cair
cinzas nos tapetes. Tenha cinzeiros espalhados por toda casa. (Jornal
das Moças, 1957)

* A mulher deve estar ciente que dificilmente um homem pode perdoar a
uma mulher que não tenha resistido a experiências pré-núpciais,
mostrando que era perfeita e única, exactamente como ele a idealizara.
(Revista Claudia,
1962)
* Mesmo que um homem consiga divertir-se com sua namorada ou noiva, na
verdade ele não irá gostar de ver que ela cedeu. (Revista Querida,
1954)
* O noivado longo é um perigo. (Revista Querida, 1953)
* É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do marido.
(Jornal das Moças, 1957) E para finalizar, a mais de todas:
* O LUGAR DA MULHER É NO LAR. O TRABALHO FORA DE CASA MASCULINIZA.
(Revista Querida, 1955)

A CONCLUSÃO A QUE TODOS OS HOMENS CHEGAM:
Já não se fazem mais revistas didácticas e carregadas de moral como
antigamente....

Publicado por TMA em janeiro 15, 2005 12:54 AM
Comentários

Ainda param estas revistas de inegualável interesse e divulgadoras dos bons costumes e moral cristã????
Voltem que estão perdoadas

Afixado por: Nuno Ramos em janeiro 17, 2005 12:23 PM

Gostei desta "descoberta"! :)

Afixado por: luisa em janeiro 18, 2005 11:56 PM