abril 26, 2006

Os dias são longos.
A claridade do sol incomoda.
Mas não deveria, afinal o inverno se foi, a primavera chegou imponente em sua plenitude
Mas não basta ser tempo de primavera, tem que haver sentimento primaveril.
E dentro de mim há apenas o triste inverno de uma alma perdida.
Que um dia sonhou e hoje apenas vê o dia amanhecer, passar e finalmente acabar.
São dias longos, tristes, solitários e torturantes.
Quem me dera ter algo em que acreditar, alguém a quem pudesse compartilhar e fazer das minhas horas menos vazias.
Nasci e vou viver entendiada, o porquê não sei, faz parte do meu ser, está encalacrado em mim o triste e melancólico sentimento de vazio e solidão.

Publicado por lucrécia às 07:12 PM | Comentários (0)

abril 20, 2006

Ouvindo Vinícis de Moraes, dá uma melancolia e começo a pensar no sentido desta nossa vida.
Tem dias que tudo parece avassalador, as ruínas nos atingem sem dó nem pedade.
Há dias, porém, que a esperança renasce, e pensamos que podemos tudo.

..."às vezes quero crer, mas não consigo, é tudo uma total insensatez. Aí pergunto a Deus,
- Desculpe, amigo, se foi prá desfazer, porque é que fez? - Mas não tem nada, não, tenho meu violão..."

...e a canção continua, e eu aqui, a ouvir, sentimentos afloram, lágrimas também....

Publicado por lucrécia às 09:08 PM | Comentários (0)