« Lenda da "Mulher Deitada" | Entrada | «Night & Day» »

agosto 13, 2005

Lugar Velho de Cacela


sotaventos mouros de ana tropicana

Move-se agora o rebento por lugares onde já não vou. Não peço que se lembre de lhe falar de Eugénio e de Sophia, mas que pelo menos não se esqueça de lhe contar, que em tempos mouros, se conquistaram as praças pela sua força e as cidades-mar pelas suas riquezas, e que «... porém Cacela foi desejada só pela beleza.»






Foto: Sotaventos Mouros [autor:Ana Tropicana]




«Está desse lado do Verão
onde manhã cedo
passam barcos, cercada pela cal.

Das dunas desertas tem a perfeição,
dos pombos o rumor,
da luz a difícil transparência
e o rigor.»


«Cacela», de Eugénio de Andrade
in Escrita da Terra III - Poesia e Prosa I , O Jornal/Limiar, Lisboa, 1990.

Publicado por Ana Tropicana às agosto 13, 2005 07:16 PM

Comentários

Comente




Recordar-me?