« Anotação à Margem dos Dias | Entrada | Âncoras Minhas »

junho 09, 2005

Índia Aymara


Uma Aymara em La Paz de BBC News


Uma índia da tribo dos Aymara protege os ouvidos no momento em que mineiros detonam explosivos na passeata organizada ontem, em La Paz, na Bolívia.

Os protestos que sacodem o país há semanas forçaram o presidente Carlos Mesa a renunciar. Os manifestantes voltaram às ruas para protestar contra o senador Hermando Vaca Díez, que pode tomar posse como sucessor de Mesa.

Leio AQUI que:

Na Bolívia, os jornais destacam as expectativas para o encontro do Congresso do país, nesta quinta-feira em Sucre, que vai decidir se o pedido de renúncia do presidente Carlos Mesa será aceite.

Segundo o La Razón, a Igreja Católica boliviana disse que um processo de consultas feito com a sociedade civil defendeu a realização de eleições antecipadas para solucionar a crise.

O jornal diz que a sessão do Parlamento será “uma das mais importantes da história democrática da Bolívia” e que, apesar dos apelos de vários setores da sociedade, os presidentes do Senado e da Câmara – próximos na linha sucessória – não “mostraram disposição” para renunciar e viabilizar a antecipação das eleições.

Por sua vez, o El Deber diz que “La Paz não agüenta mais sem serviços nem comida”, após vários dias de bloqueios.

A reportagem afirma que produtos como carne e ovos estão sendo vendidos por preços muito mais altos que os normais, mas, mesmo assim, há filas para adquiri-los.

O americano The Christian Science Monitor dedica um editorial à crise boliviana e diz que, além da corrupção e da fragilidade democrática, um outro problema que precisa ser urgentemente tratado no país é o do racismo.

“Constituindo 65% da população, os agricultores e mineiros indígenas vivem em sua maior parte na pobreza”, comenta o jornal.

Publicado por Ana Tropicana às junho 9, 2005 12:52 PM