dezembro 28, 2006

Frangos para os hécticos (tísicos)

" Criem separados uma dúzia de frangos, cujo único alimento consista de titela de cágado, cozida ou cevada: esse alimento deverá ser sempre fresco.

Diariamente cozinhe-se um frango em pouca água, até desmanchar. Em seguida esprema-se a carne, que saia todo o suco; coem o caldo e levem-no novamente à panela com uma colher de açúcar rosado (mascavo). Deixa-se ferver um pouco, coa-se novamente, e estará o caldo pronto. "

In: Um tratado da cozinha portuguesa do século XV


Publicado por Pedro Nuno às 09:15 PM | Comentários (0) | TrackBack

Alfitete

"Façam uma massa fina com farinha bem peneirada, açúcar e manteiga a gosto, e duas gemas de ovos. Depois de bem sovada, estendam-na com o rolo, e fritem as panquecas em manteiga.

Cozinhem muito bem a galinha com manteiga, toucinho, carneiro, e bastante tempero. Depois de bem cozida, desossem a galinha.

Em seguida empilhem as panquecas numa vasilha, entremeadas com açúcar. Derramem por cima a galinha e o caldo em que foi cozida. Por fim cubram tudo com gemas de ovos escalfados e polvilhem com açúcar e canela. "


In: Um tratado da cozinha portuguesa do século XV


Publicado por Pedro Nuno às 07:12 PM | Comentários (0) | TrackBack

Pastéis de tutano

" Cozinhem uma dúzia de ovos, de modo que fiquem bem duros. Levem o tutano ao fogo, para uma ligeira fervura. Em seguida corte tudo bem miudinho, as gemas e o tutano, e misture-os com açúcar, canela em pó e sal a gosto.

Façam a massa de farinha de trigo, com um pouco de manteiga, e abram-na bem fina. Depois de feitos os pastéis, fritem-nos na manteiga, envolvendo-os em seguida em açúcar. Polvilhe com açúcar e canela. "

In: Um tratado da cozinha portuguesa do século XV


Publicado por Pedro Nuno às 06:11 PM | Comentários (0) | TrackBack

Galinha albardada

" Assa-se uma galinha muito bem e corta-se em pedaços.

Passe então os pedaços em ovo batido e leve-os a fritar em manteiga. Tome fatias de pão passadas no ovo e frite-as em manteiga, tal qual a galinha. Passe tudo em açúcar, e arrume numa vasilha, as fatias de pão no fundo. Polvilhe com açúcar e canela. "

In: Um tratado da cozinha portuguesa do século XV


Publicado por Pedro Nuno às 12:16 PM | Comentários (0) | TrackBack

Tigelada de perdiz

" Parta-se em pedaços uma perdiz mal-assada. À parte, numa caçarola, prepara-se um refogado com azeite ou manteiga, cebola picada, cravo, pimenta e açafrão.

Passem-se os pedaços da perdiz na farinha de trigo e em seguida arrumem-se na panela, onde já está o refogado. Toma-se vinagre misturado com água, e deita-se essa mistura na panela, onde já está a perdiz, de modo que atinja o meio do recipiente. Sal a gosto.

Leva-se a cozinhar em fogo brando. "

In: Um tratado da cozinha portuguesa do século XV



Publicado por Pedro Nuno às 11:15 AM | Comentários (0) | TrackBack

Pastéis de carne

"Tomem carneiro, alcatra, ou lombo de porco fresco, e uma fatia de toucinho de fumeiro, para dar gosto. Piquem tudo muito bem. Com cravo, açafrão, pimenta, gengibre, coentro seco, caldo de limão ou de agraço, e uma colher de manteiga faz-se o refogado, ao qual se deitam a carne e o toucinho picados. Cozinha-se em fogo brando. Depois de pronto deixa-se esfriar e fazem-se os pastéis, bem recheados; pincele-os com gema de ovo e leve-os a assar em forno quente.

Do mesmo modo se fazem os pastéis de galinha.

Os pastéis ficarão mais gostosos, se recheados com carne crua."


In: Um tratado da cozinha portuguesa do século XV


Publicado por Pedro Nuno às 10:13 AM | Comentários (0) | TrackBack

outubro 18, 2006

GALINHA MOURISCA -MEDIEVAL

"Façam em pedaços uma galinha bem gorda, e levem-na ao fogo brando, com duas colheres de sopa de gordura, algumas fatias de toucinho, bastante coentro, um punhadinho de salsa, umas folhinhas de hortelã, sal e uma cebola bem grande. Abafem-na e deixem-na dourar, mexendo-a de vez em quando. Em seguida cubram essa galinha com água, e assim que levante fervura acabem de temperá-la com sal, vinagre, cravo-da-índia, açafrão, pimenta-do-reino e gengibre. Logo que a galinha esteja cozida, derramem dentro 4 gemas batidas. Tomem uma travessa funda, forrada com fatias de pão e derramem por cima a galinha."

in "Tratado de cozinha Portuguesa"


Publicado por Pedro Nuno às 02:09 PM | Comentários (0)

outubro 12, 2006

MANJAR BRANCO

"Cozinha-se demoradamente um peito de galinha em água pura, de tal modo que se possa desfiar com facilidade. Em seguida coloque esse peito desfiado numa vasilha com água fria.
Tomem-se 450 gramas de arroz bem lavado e seco com um pano, pisem-no muito bem, e coem-no numa peneira bem fina.
Num tacho deita-se 1,4 litro de leite, adoçando-o com 200 gramas de açúcar. A esse leite ajuntam-se então o peito da galinha, um pouco socado, a farinha de arroz e sal a gosto.
Leva-se tudo ao fogo brando, mexendo sem parar. Quando o creme estiver quase cozido, é bom prová-lo, para ver se necessita de mais açúcar.
Depois de pronto tira-se o tacho do fogo, continuando-se a bater o creme por mais alguns minutos. Sirva-se em tigelinhas, com açúcar por cima."

in " Tratado de cozinha Portuguesa"


Publicado por Pedro Nuno às 02:25 PM | Comentários (0)

GALINHA MOURISCA 2 - MEDIEVAL

"Tome uma galinha crua e faça-a em pedaços. Em seguida prepara-se um refogado com duas colheres de manteiga e uma pequena fatia de toucinho. Deita-se dentro a galinha e deixa-a corar. Cubra-se a galinha com água suficiente para cozê-la, pois não se há de deitar-lhe outra. Estando a galinha quase cozida, tome-se cebola verde, salsa, coentro e hortelã, pica-se tudo bem miudinho e deita-se na panela, com um pouco de caldo de limão. Acabe de cozinhar a galinha muito bem. Tome então fatias de pão e disponha-as no fundo de uma terrina, e derrame sobre elas a galinha. Cubra com gemas escalfadas e polvilhe com canela."

in "Tratado de Cozinha Portuguesa"


Publicado por Pedro Nuno às 12:12 PM | Comentários (1)

outubro 08, 2006

RECEITA DE COELHO - MEDIEVAL, COM DESAFIO, E PRÉMIO!!!

"Receita de Coelho

O coelho assado, tomarão a cebola pisada muito miúda e afoga-la-ão na manteiga; e, depois, de afogada, temperada de vinagre; e deitar-lhe-ão cravo e açafrão e pimenta e gengibre; e então tomarão o coelho despedaçado e deita-lo-ão dentro e dar-lhe-ão uma fervura; e porão umas fatias num prato e então deitarão o coelho em cima das fatias"

in "A Sociedade Medieval Portuguesa", de Oliveira Marques A.H., Livraria Sá da Costa Editora, 4ª edição, Lisboa 1981, p.12

DESAFIO - Quem quer tentar perceber e traduzir esta receita? Ganha PRÉMIO!!!


Publicado por Pedro Nuno às 09:28 PM | Comentários (5)