« março 2005 | Entrada | maio 2005 »

abril 30, 2005

PREPARADOS E COCKTAILS

GUACAMOLE

INGREDIENTES:

2 abacates maduros.
1 gema de ovo cozida e picada.
1 pimento verde picado.
2 tomates sem pele, picados, sem sementes e sem sumo.
2 colheres de sopa de azeite.
1 cebola pequena picada.
1 colher de sopa de sumo de limão.
1 colher de chá de molho Inglês.
Sal.

Preparação:

Junte todos os ingredientes (excepto os abacates, a gema e o limão) e deixe-os a macerar durante 1 hora.
Acrescente os abacates recém-descascados, ligeiramente esmagados com o garfo, a gema e o limão.
Esta precaução final é para o Guacamole não escurecer.
Guarde em lugar fresco.


Publicado por Pedro Nuno às 07:30 PM

BACALHAU À MODA DA TIA LÓLÓ

INGREDIENTES:

1 kg Bacalhau grosso
23 Ovos inteiros
Pão ralado q. b.
1 limão
3 dentes de alho
2,5 dl vinho branco
0,5 L azeite

PREPARAÇÃO:

Deixa-se o bacalhau a demolhar, pelo menos 24 horas.
Corta-se aos quadrados de 2 x 2 cm, que se passam por ovo batido e pão ralado e se colocam, todos alinhados, num tabuleiro de ir ao forno.
Descasca-se o limão, que se corta às rodelas e depois aos quartos. Põe-se um pedaço de limão em cima de cada quadrado de bacalhau e polvilha-se com alho picado.
Rega-se com vinho branco e bastante azeite e leva-se ao forno.
Vai-se regando com o auxilio de uma colher, mas sem desmanchar o conjunto.
Acompanha-se com batatas cozidas ou puré, visto que tem muito molho.


Publicado por Pedro Nuno às 01:30 PM

ARROZ BONITO

Ingredientes:

250 grs. de arroz de tomate,
1 chávena de ervilhas cozidas,
125 grs. de fiambre,
2 ovos cozidos,
50 grs. de linguiça,
100 grs. de azeitonas,
Queijo ralado
Manteiga q.b.

Preparação:

Deitam-se num pirex, previamente untado, camadas alternadas de arroz de tomate, as ervilhas, o fiambre cortado, rodelas de ovo cozido, rodelas de linguiça e azeitonas.
Tapa-se com uma última camada de arroz, polvilha-se com queijo ralado e cobre-se com nozes de manteiga.
Leva-se ao forno a alourar um pouco em forno moderado.


Publicado por Pedro Nuno às 01:00 PM

TERMOS CULINÁRIOS

CARAMELO – Ponto que se obtém derretendo o açúcar com um pouco de água até à evaporação completa do líquido formado, dando uma cor mais ou menos acastanhada.

Publicado por Pedro Nuno às 12:30 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

SALSA – Muito estimada pelos gregos, a salsa era utilizada para coroar os vencedores dos Jogos Ístmicos e para decorar túmulos, visto que estava associada a Arquemorus, o arauto da morte. Os gregos também plantavam a salsa e a arruda em volta dos canteiros, mas, embora a usassem na medicina, e, segundo Homero, os guerreiros dessem salsa a comer aos seu cavalos, parece que os Romanos foram os primeiros a utilizá-la na cozinha. Consumiam-na em quantidade e faziam grinaldas para os convivas dos banquetes, a fim de afastar a intoxicação e combater os odores fortes.
Existem muitas variedades excelentes de salsa, incluindo o P.c.tuberosum, que tem folhas planas e uma raiz grande, comestível e muito aromática.
Todas as salsas são ricas em vitaminas, minerais e clorofila, o que as torna uma erva de guarnição tão benéfica como atraente.

Utilização na culinária: FOLHA Misturar crua nas saladas. Cortar finamente e salpicar por cima de sanduíches, pratos com ovos, sopas de hortaliças, peixe e batatas cozidas.
Misturar com a maionese e com a maioria dos molhos clássicos.
Quando cozinhada, a salsa realça outros aromas, mas só deve acrescentar-se quase no fim do tempo de cozedura.
Utilizar como guarnição.
RAIZ Usar como guarnição. Juntar às sopas e guisados. Cozer como se fosse a raiz de uma hortaliça. Ralar crua e misturar nas saladas.

Publicado por Pedro Nuno às 11:45 AM

DICA DO DIA

Sabia que uma colher de chá rasourada de fermento equivale a 4 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 11:12 AM

abril 29, 2005

BIFE (1 pessoa)

INGREDIENTES:

200 grs. de carne do vazio
50 grs. de manteiga
Sal e sumo de limão

PREPARAÇÃO:

Peça, no talho, que lhe cortem um bom bife, bata-o com o maço de madeira e grelhe-o em lume vivo.
Coloque-o depois numa travessa e regue-o com a manteiga que, entretanto, derreteu, em banho-maria.
Tempere com sal e sumo de limão.
Se quiser dar a si próprio um outro sabor, acrescente-lhe 1 colher de sobremesa de alcaparras.
Compre-as numa mercearia ou charcutaria.


Publicado por Pedro Nuno às 01:00 PM

MOLHO COSTA BRAVA

Ingredientes:

1 colher de sopa de azeite.
1 colher de sopa de hortelã picada
2 colheres de sopa de natas
½ chávena de azeitonas verdes picadas
¼ chávena de pepino(sem sementes) picado
1 colher de sopa de limão
1 pitada de alho em pó
1 pitada de raspa de limão
Pimenta preta
sal

Preparação:

Junte todos os ingredientes ½ hora antes de usar o molho. Acompanha saladas verdes e peixe frio.


Publicado por Pedro Nuno às 12:30 PM

TERMOS CULINÁRIOS

LUME VIVO OU FORTE – Chama forte de modo a transmitir cor aos alimentos rapidamente ou a dar uma cozedura rápida mas geralmente mais da parte externa.

Publicado por Pedro Nuno às 12:15 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

ERVA-CIDREIRA – Acreditava-se que a erva-cidreira era capaz de rejuvenescer as pessoas. Em 1696, afirmava-se no London Dispensary: «Se for tomada todas as manhãs, a erva-cidreira rejuvenesce, fortalece o cérebro e desperta as naturezas apáticas.»
No século XIII, Llewelyn, príncipe de Glamorgan, bebia regularmente chá de erva-cidreira, e viveu até aos cento e oito anos, e John Hussey, de Sydenham, viveu até aos cento e dezasseis, tendo passado cinquenta anos a tomar a mesma infusão com mel ao pequeno-almoço. O seu poder de dissipar a melancolia sempre foi muito louvado nos escritos sobre «ervas», e a erva-cidreira ainda hoje é usada na aromaterapia para combater a depressão.

Utilização na culinária: FOLHA Cortar finamente folhas frescas e misturá-las com as saladas, molhos brancos para peixes, maionese, sauerkraut, arenques em conserva, aves e carne de porco. Adicionar a saladas de frutas copos de vinho. Com folhas frescas, fazer um chá ou pô-las a flutuar no chá indiano. Adicioná-las ao vinagre com estragão ou a outros vinagres.

Publicado por Pedro Nuno às 11:00 AM

DICA DO DIA

Sabia que 1 litro contém 6 xicaras de chá ou 4 copos de água

Publicado por Pedro Nuno às 09:00 AM

abril 28, 2005

Macarronete cortado, com galinha

Ingredientes:

1 galinha cozida,
500gr. macarronete cortado
caldo de galinha q.b.
manteiga q.b.
pimenta q.b.
1 chávena de chá de natas

Preparação:

Corta-se a carne de galinha em bocadinhos ou pica-se.
Coze-se o macarronete no caldo, onde se cozeu a galinha.
Deita-se num prato fundo, bem untado com margarina, camadas alternadas de macarronete e pedacinhos de galinha; juntam-se pedaços de manteiga e tempera-se com pimenta.
Termina-se com uma camada de macarronete.
Deitam-se por cima as natas (se forem muito espessadas, podem diluir-se num pouco de leite) e leva-se a forno brando a gratinar.


Publicado por Pedro Nuno às 11:15 PM

BACALHAU À BENEDITINA

INGREDIENTES:

4 postas de bacalhau demolhado
500 g de batatas
1 pacote de natas
100 g de margarina
Sumo de meio limão
Pão ralado
Sal
Pimenta

PREPARAÇÃO

Cozem-se as batatas e o bacalhau. Retira-se a pele e as espinhas ao bacalhau, mistura-se com as batatas e reduz-se tudo a puré, incorporando as natas. Tempera-se com sal e pimenta, junta-se a margarina derretida e o sumo de limão.
Coloca-se esta mistura num tabuleiro untado com margarina ou azeite, polvilha-se com pão ralado e leva-se ao forno a gratinar.


Publicado por Pedro Nuno às 11:13 PM

Logo

Mais logo publicarei as receitas do dia.
Até logo.

Publicado por Pedro Nuno às 06:01 PM

PREPARADOS E COCKTAILS

VINHO QUENTE

INGREDIENTES:

1 garrafa de vinho tinto
1 dose de conhaque
1 maçã com casca cortada em tubos
2 colheres de sopa de açúcar
Cravinho
Canela
Sumo de laranja

PREPARAÇÃO:

Coloque a ferver numa panela o vinho o conhaque, o sumo de laranja, o açúcar o cravinho, a canela e a maçã.
Quando ferver, tape a panela, baixe o lume para o mínimo e deixe cozinhar lentamente. Coe.
Depois de pronto sirva quente.
Ideal para o inverno


Publicado por Pedro Nuno às 10:00 AM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

HORTELÃS – Na mitologia grega, Minthe era uma ninfa amada por Plutão, que a transformou nesta «erva» aromática depois de a sua ciumenta mulher tomar medidas drásticas. Desde então, as hortelãs têm sido sempre muito apreciadas, e pode avaliar-se bem o seu alto valor a partir das referências bíblicas segundo as quais os Fariseus recebiam os impostos em hortelã, aneto e cominhos. Os Hebreus espalhavam-na no chão das sinagogas, e esta ideia foi repetida, séculos mais tarde, nas igrejas italianas.
A hortelã, enquanto símbolo da hospitalidade, foi mencionada pelo poeta romano Ovídio, ao contar a história de dois camponeses, Baucis e Philemon, que limpavam a mesa com ela antes de servirem os convidados. Em 1597, Gerard foi mais longe: «Costumam espalhá-la nos sítios de recreio, prazer e lazer, onde se fazem as festas e os banquetes.» Os Romanos também usavam hortelã para aromatizar vinhos e molhos. E como as mulheres que bebiam vinho podiam ser condenadas à morte, as que o faziam em segredo disfarçavam o hálito mastigando uma pasta de hortelã e mel.
Durante o século IX, foram introduzidas na Europa muitas variedades, tantas que houve um monge que, nessa altura, escreveu que antes preferia contar as centelhas da fornalha de Vulcano.

Utilização na culinária: FOLHA INTEIRA - (Hortelã e hortelã-pimenta) Semear perto das rosas para afastar os pulgões. FOLHA - Espalhar folhas frescas ou secas à volta da comida, para afastar os ratos. (Poejo) Espalhar nos armários e nas camas, para afastar as formigas e as pulgas

Publicado por Pedro Nuno às 09:30 AM

DICA DO DIA

Sabia que 1 litro equivale a 1000 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 09:00 AM

abril 27, 2005

MOLHO BRANCO RICO

1 cebola pequena
1 colher de sopa margarina
1 colher de sopa farinha de trigo
2,5 dl Leite
Sal q.b.

Refoga-se a cebola, muito picadinha, na margarina. Junta-se a farinha e acrescenta-se o leite, a pouco e pouco. Deixa-se ferver em lume brando, mexendo sempre. Tempera-se com sal.
Se o molho engrossar demais, junta-se um pouco mais de leite, para além da quantidade indicada. Ferve mais uns minutos, até obter um creme homogéneo.


Publicado por Pedro Nuno às 07:56 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

ENDRO – Para os antigos Romanos, o endro era símbolo de vitalidade; para os Gregos, era um remédio para os soluços. Na cozinha, o endro é apreciado tanto pelas suas sementes como pelas suas folhas, e cada uma delas tem o seu próprio e distinto sabor. Ambas as formas são largamente usadas nas cozinhas da Escandinávia, Alemanha e Europa. Para além do seu uso culinário as sementes do endro são também conhecidas pelas suas propriedades sedativas e digestivas.
O endro é excelente com peixe: salmão, robalo, pargo...

Publicado por Pedro Nuno às 06:30 PM | Comentários (1)

DICA DO DIA

Sabia que um copo médio equivale a 240 ml.

Publicado por Pedro Nuno às 06:19 PM

abril 26, 2005

NOVO TEMA

Mais um novo tema.
Bebidas, preparados e cocktails.
Divirtam-se e refresquem-se.

Publicado por Pedro Nuno às 11:53 PM

PREPARADOS E COCKTAILS

CALCINHAS DE SEDA


INGREDIENTES:

3dl. de guaraná,
1 lata de leite condensado,
1dl. cachaça,
2dl. de leite,
1dl. de groselha.

PREPARAÇÃO:

Bata tudo no liquidificador durante 3 minutos e sirva refrescado com gelo picado.


Publicado por Pedro Nuno às 11:22 PM

CUP AMOUR

Ingredientes:

1 melão pequeno
4 metades de pêssegos em calda
1 embalagem pequena de gelado de baunilha
4 colheres de sopa de açúcar
2 merengues (comprados feitos)
1,5 dl. de natas
Canela
Gengibre

Preparação:

Descasque o melão e corte-o em cubos, assim como os pêssegos.
Coloque uma colher de sopa de gelado de baunilha no fundo de cada taça.
Junte os pêssegos, polvilhados de canela e gengibre.
Repita a operação sucessivamente.
Termine com os merengues desfeitos.
Bata as natas açucaradas a gosto, e guarneça em forma de pirâmide.


Publicado por Pedro Nuno às 08:32 PM

CALDEIRADA DE PORCO

INGREDIENTES:

800 g de carne de porco com alguma gordura,
sal,
pimenta,
4 cebolas médias,
8 batatas médias,
500 g de tomate maduro,
1 pimento vermelho, azeite,
1 copo de vinho branco,
1 c. (sp) de manteiga.

PREPARAÇÃO:

Corte a carne em escalopes e tempere com sal e pimenta.
Descasque as cebolas e as batatas e corte-as em rodelas.
Corte igualmente o tomate.
Limpe o pimento e corte-o em tiras finas.
Cubra o fundo de uma caçarola com azeite e disponha todos os ingredientes em camadas alternadas.
A última camada deve ser de batata.
Tempere com um pouco mais de azeite, de sal e de pimenta.
Tape a caçarola e leve ao lume.
Cozinhe lentamente e, quando as batatas estiverem quase cozidas, regue com o vinho branco e junte a manteiga.
Acabe de cozinhar sem mexer, mas agitando o recipiente várias vezes.


Publicado por Pedro Nuno às 06:00 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

LOUREIRO – O loureiro era a árvore consagrada a Apolo, o deus grego da profecia, da poesia e da cura. As profecias eram transmitidas através da sua sacerdotisa de Delfos, que, entre outros rituais , comia uma folha de loureiro antes de proferir o seu oráculo. Como as folhas do loureiro, em grandes quantidades, são ligeiramente narcóticas, talvez fossem responsáveis pelo estado de transe das sacerdotisas. O telhado do templo de Apolo, em Delfos, era inteiramente coberto de folhas de loureiro, que protegiam da doença, da feitiçaria e dos relâmpagos. As coroas feitas com estas folhas tornaram-se a marca de excelência de poetas e atletas, e, para os Romanos, o loureiro era o símbolo da sabedoria e da glória.
A palavra latina laurus significa «honraria» e nobilis, «célebre», «nobre».

Utilização na culinária: FOLHA mistura em ramos de cheiros para estufados, sopas e molhos. Adicionar a marinadas, caldos, sopa de batatas, recheios, pâtés, caris, caça e caldos de peixe. Retirar a folha antes de servir. Cozer em leite para aromatizar cremes de leite e ovos e pudins de arroz. Usar como guarnição.

Publicado por Pedro Nuno às 05:00 PM

TERMOS CULINÁRIOS

CLARAS EM CASTELO – Claras batidas de modo a que o ar se integre nelas e as torne num preparado simultaneamente fofo e firme.

Publicado por Pedro Nuno às 04:00 PM

MOLHO COR-DE-ROSA

INGREDIENTES:

1 Cebola pequena
1 colher de sopa margarina
1 ½ colheres de sopa Farinha de trigo
2,5 dl Leite
Sal q.b.
1 colher de chá concentrado de tomate

PREPARAÇÃO:

Pica-se a cebola miudinha e refoga-se na margarina. Junta-se a farinha e deixa-se ferver, em lume brando, mexendo sempre.
Mistura-se a pouco e pouco, o leite, o sal e o concentrado de tomate.


Publicado por Pedro Nuno às 03:56 PM

DICA DO DIA

Sabia que uma xícara de chá (comum) contém cerca de 150 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 03:10 PM

abril 25, 2005

PORCO FRITO DE PEQUIM

INGREDIENTES:

400 gr. de carne de porco magra
1 pimento verde
1 pimento vermelho
2 colheres (sopa) de molho black bean
2 colheres (sopa) de vodka (ou de preferência, vinho chinês de arroz)
4 colheres (sopa) de farinha
2 colheres (sopa) de molho de soja
2 colheres (sopa) rasas de açúcar
Pimenta branca moída na ocasião.

PREPARAÇÃO:

Leve uma panela pequena ao lume com água e, quando levantar fervura, introduza a carne, tape e deixe ferver sobre lume médio durante 5 minutos pois só assim ficará estaladiça quando a fritar.
Retire a carne da panela e deixe arrefecer.
Corte depois em tiras finas.
Prepare, entretanto, os pimentos aos quais, depois de lavados enxutos, deve retirar as sementes e todas as partes fibrosas.
Corte igualmente em tiras finas.
Numa taça grande misture o Black Bean Sauce com a vodka e o vinho e junte as tiras de carne, envolvendo muito bem.
Espalhe a farinha num prato envolvendo as tiras de carne, e sacudindo o excesso.
Aqueça o óleo numa frigideira alta e vá fritando as tiras de carne com óleo bem quente, durante 2 minutos, para que fiquem bem douradas e estaladiças.
Escorra sobre papel absorvente.
Depois de toda a carne frita, escorra o óleo da frigideira deixando apenas uma fina camada de gordura no fundo.
Volte a introduzir a carne na frigideira e acrescente as tiras de pimentos.
Vá mexendo e tempere com molho de soja açúcar e pimenta.
Rectifique o tempero e sirva de imediato com arroz branco ou massa chinesa.


Publicado por Pedro Nuno às 06:30 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

CEREFÓLIO –O cerefólio é uma planta brava do sul da Rússia e foi introduzida no resto da Europa pelos Romanos.
É uma erva anual e uma das primeiras a aparecer na Primavera, cresce facilmente e prefere um clima fresco e húmido. Uma das fines herbes (ver página 24), é essencial na cozinha francesa, suplantando frequentemente a salsa, à qual se assemelha, embora o aroma faça lembrar o anis. É muito delicada, pelo que as cozeduras demoradas ou as temperaturas elevadas devem ser evitadas. Use o cerefólio tal como a salsa, embora o seu melhor emprego seja quando espalhado sobre uma salada uns momentos antes de servir.

Publicado por Pedro Nuno às 06:00 PM

TERMOS CULINÁRIOS

ESSÊNCIA – Substância aromática, geralmente concentrada e que por isso se deve utilizar em quantidades moderadas.

Publicado por Pedro Nuno às 12:30 PM

DICA DO DIA

Sabia que uma colher de chá equivale a 4 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 12:00 PM

abril 24, 2005

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

COENTRO – Nativo do sul da Europa e do Médio Oriente, esta ancestral planta anual, um dos membros da familía da cenoura, é um dos cheiros mais populares nas cozinhas de todo o Mundo. O coentro é uma bonita planta, com flores brancas, rosadas ou cor de malva-pálida e delicadas folhas verde-claras. Este cheiro pode encontrar-se em pequenos molhos em qualquer lugar de hortaliça e as sementes nos escaparates das especiarias nas mercearias e supermecados. Podem ser utilizadas todas as partes da planta e cada uma delas tem um aroma distinto. As folhas têm um ténue toque de anis e as sementes são doces e lembram a casca da laranja. A raiz é usada nos caris da Tailândia e noutros pratos do Sudeste Asiático.
As folhas têm os favores da cozinha em todo o Médio Oriente, Espanha, Portugal e México. No Norte da Europa, onde as sementes foram sempre mais populares do que as folhas, usam-se para aromatizar a genebra ou como um ingrediente dos pickles condimentados. Mas é no subcontinente indiano que as folhas e as sementes são utilizadas largamente, pois ambas são ingredientes essenciais no caril. Embora as folhas e as sementes sejam muito usadas, cada uma tem o seu aroma particular, e muitos consideram-nas como sendo um gosto adquirido. Na América Central e do Sul os Conquistadores introduziram a planta no México e no Peru, onde se tornou uma companheira indispensável dos «chiles» nativos.

Publicado por Pedro Nuno às 06:00 PM

TERMOS CULINÀRIOS

ESTUFAR – Cozinhar um alimento em lume brando, lentamente, em gordura e nos próprios sucos ou líquidos do alimento, em tacho que feche bem.

Publicado por Pedro Nuno às 12:30 PM

DICA DO DIA

Sabia que uma pitada ou narigada corresponde a uma ponta de faca de sal ou pimenta em pó, ou a porção que se apanha com dois dedos e pesa 2 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 12:00 PM

abril 23, 2005

TERMOS CULINÁRIOS

ESPARREGADO – Guisado ou estufado de hortaliças, geralmente espinafres ou nabiças, que se cozem, espremem e se cortam miudamente antes de guisar ou estufar.

Publicado por Pedro Nuno às 02:00 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

CEBOLINHO - Rico em vitaminas A e C, o cebolinho é da família das cebolas. De facto, o gosto tem uma reminiscência a cebola, mas mais delicado, porque contém menos enxofre. Quanto finamente cortado, a sua cor verde-clara faz dele um suplemento muito atractivo e saboroso dos pratos em que se usa. É uma das clássicas fines herbes (ver página 24) juntamente com a salsa, estragão e cerefólio, e casa-se muito bem com pratos de ovos, como omeletes, e com molhos à base de ovos. Um cozinhado demorado diminui-lhe o sabor, pelo que é melhor adicioná-los aos pratos no último minuto. As flores de cebolinho podem ser espalhadas por cima das saladas para se obter um melhor sabor e aspecto visual. Uma mão-cheia de cebolinho picado é o acabamento perfeito para quase todas as saladas, sopas ou molhos, melhorando-lhe o sabor, bem como a apresentação.

Publicado por Pedro Nuno às 01:01 PM

abril 22, 2005

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

NOZ-MOSCADA - Aves, Massa, Batata, Legumes.

SALSA - Assados, Ensopados, Carne de Porco, Empadão de carne, Carneiro, Vitela, coelho, Peixe de água doce e salgada, Camarão, Amêijoas, Salada de legumes, Salada de tomates e vinha d'alhos.

SALVA - Porco, vitela.

TOMILHO - Carneiro e cabrito, Aves, Caça, Molhos.

ZIMBRO - Carne de porco.

Publicado por Pedro Nuno às 10:00 AM

abril 21, 2005

EMPADINHAS DE GALINHA DA MARIA

INGREDIENTES PARA A MASSA:

2 chávenas de manteiga (1/2 pacote)
4 chávenas de farinha (chá)
2 colheres sopa de fermento
2 ovos
1 chávena de leite
1 pitada de sal

PREPARAÇÃO:

Juntam-se os ingredientes secos(farinha e fermento).
Coloca-se a mistura numa tigela e faz-se uma cova no meio, colocando a manteiga, o leite e os ovos misturando-se tudo até os ingredientes ficarem ligados.
Untam-se as formas com manteiga e forram-se com a massa.
Deita-se o recheio.
Vai ao forno durante 30m.
O recheio deve ser feito com galinha esfiada estufada.


Publicado por Pedro Nuno às 08:39 PM

ESTRAGÃO

O estragão, com o seu subtil e sofisticado aroma, é um cheiro essencial na cozinha francesa. Nativo da Sibéria, tornou-se uma erva culinária comum em toda a Europa por volta do século XV.
O vinagre de vinho perfumado com estragão é um clássico, enquanto o inverso – as folhas de estragão conservadas em vinagre – é uma maneira deliciosa e prática de conservar um grande número de plantas. As folhas frescas ou em conserva podem ser misturadas com queijos macios, ou transformadas em puré, com natas, e usadas em canapés.
Há duas espécies desta erva culinária: a francesa, ou estragão «verdadeiro», e o estragão-russo. Devido ao seu delicado aroma, semelhante ao do anis, o estragão-francês é o preferido, embora seja mais difícil de cultivar, pois raramente produz semente em boas condições. O estragão-russo desenvolve-se facilmente a partir da semente e tem um sabor mais picante, levemente amargo.

Publicado por Pedro Nuno às 06:14 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

MANJERICÃO - Vitela, Assados, Ensopados, Almôndegas, Assados de carneiro e de vitela, Galinha frita, Peixes, Camarão, Lagosta, Caranguejo, Salada de tomate, Sopa minestrome de ervilhas, espinafres, legumes, Molho de tomate, e de Manteiga, Massas, e queijos.

MANJERONA - Coelho, Batata.

MOSTARDA - Aves, bifes.

Publicado por Pedro Nuno às 05:58 PM

DICA DO DIA

Sabia que 1 colher de sobremesa de açucar ou farinha equivale a 11 ou 13 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 09:59 AM | Comentários (1)

abril 20, 2005

CAMARÕES À BAIANA

INGREDIENTES:

800g de camarões
3 tomates bem maduros
1 cebola
3 colheres (sopa) de azeite
1 chávena de leite de coco
1 colher de (chá) de farinha de trigo
1 raminho de salsa
coentros e cebolinho
sal
pimenta preta
pimenta verde

Coza e descasque os camarões.
Prepare um refogado em azeite, com a cebola picada e os tomates. Tempere com sal, pimenta preta, pimenta verde e adicione o raminho de salsa, os coentros e o cebolinho, bem picados.
Esmague as cabeças dos camarões, sem os olhos e adicione-as ao refogado juntamente com 2 chávenas de água a ferver.
Deixe ferver e coe este molho através de um passador.
Junte os camarões.
À parte, misture o leite de coco e a farinha de trigo.
Junte aos camarões e deixe engrossar.
Sirva com arroz branco muito solto.


Publicado por Pedro Nuno às 10:12 PM

BACALHAU À GOMES DE SÁ

INGREDIENTES:

Quatro postas de bacalhau
Meio quilo de batatas
Três cebolas
Três ovos cozidos
Um ramo de salsa picada
Azeitonas pretas
Azeite
Sal
Pimenta

PREPARAÇÃO

Cozem-se as batatas e o bacalhau que se separa em lascas.
Cortam-se as cebolas às rodelas finas e levam-se a alourar num pouco de azeite.
Junta-se o bacalhau e as batatas às rodelas, temperando com sal e pimenta.
Serve-se guarnecido de ovos cozidos cortados às rodelas, salsa picada e azeitonas.


Publicado por Pedro Nuno às 01:15 PM

TERMOS CULINÁRIOS

MARINAR – Manter uma alimento dentro de um líquido que contém obrigatoriamente vinho ( tinto, branco, porto) ou vinagre para o tornar mais tenro e saboroso.

Publicado por Pedro Nuno às 01:00 PM

LOUREIRO

LOURO - o loureiro pode Ter vindo originalmente da Ásia Menor, mas está na região mediterrânea há tanto tempo que se pensa nele como sendo uma planta nativa desta região. Sendo um arbusto com folhas lustrosas verde-escuras, pode atingir uma altura considerável, mas é frequentemente cultivado em selhas e podado a fim de lhe dar atractivas formas arredondadas. Tem flores cerosas e cremosas muito apreciadas pelas abelhas. Na antiga Grécia e em Roma, as folhas de loureiro eram usadas para fazer as coroas de louros destinadas aos vencedores de batalhas ou competições desportivas. A folha de louro é indispensável na cozinha. Parece ir bem com quase tudo: desde uma carne saborosa até aos pratos de peixe, aos molhos para massas, e até em pratos doces como o pudim de leite. As cozinhas de todo o Mundo fazem uso deste versátil e aromático cheiro. O louro é um ingrediente vital num ramo de cheiros e, quando em apuros, uma simples folha de louro tem aroma suficiente para agir como substituto de todo um ramo.

Publicado por Pedro Nuno às 12:45 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

GENGIBRE - Assados, Ensopados, Costeletas, Galinha frita e assada, Pato assado, Ensopado de pato e de galinha, Legumes verdes.

HORTELÃ - Ensopado de carneiro e Cabrito, Escalopes de Vitela, Sopas, Salada de frutas.

LOURO - Assados, Ensopados, Cozidos, Carneiro, Coelho, Vitela, Língua de porco, Peixe de água doce ou salgada, Camarão e Crustáceos, Caça, Sopa de feijão e lentilha, Bouillabaise e consomé, Molho de carne e de tomate, Molho de escabeche e vinha d'alhos, Arroz.

Publicado por Pedro Nuno às 12:30 PM

DICA DO DIA

Sabia que uma colher de sopa de manteiga corresponde a 50 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 12:15 PM

abril 19, 2005

MOLHO AGRIDOCE

Ingredientes:

2 colheres de sopa de mostarda
1 colher de sopa de compota de cereja
1 pitada de sal
1 colher de sopa de compota de laranja
1 cálice de vodka
½ iogurte natural

Preparação:

Dilua a mostarda no iogurte.
Junte as compotas ao licor.
Mexa bem.
Parecido com o típico molho agridoce da cozinha chinesa.
Serve para acompanhar carne de porco e aves


Publicado por Pedro Nuno às 09:11 PM

SOPA DE TOMATE

Ingredientes:

0,5 kg. de tomates
3 cebolas grandes
2 ovos
Azeite
Pão
Sal q.b.

PREPARAÇÃO:

Numa caçarola deite rodelas de cebola e tomates alternadamente e tempere com sal e azeite.
Leve tudo ao lume, deixando ferver durante meia hora.
Acrescente a água necessária, parta o pão aos quadradinhos e deite estes na caçarola, deixando ferver mais 10 minutos.
Bata os ovos e deite-os na caçarola no momento em que vai servir.


Publicado por Pedro Nuno às 01:55 PM

DICA DO DIA

Sabia que 1 onça equivale a 28 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 01:48 PM

TERMOS CULINÁRIOS

AMANHAR – Limpar de peles, escamas, nervos, tripas, isto é, preparar a carne, peixe ou aves para poder ser temperada e cozinhada.

Publicado por Pedro Nuno às 01:45 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

ENDRO (GRÃO OU FOLHAS) - Ensopados e assados em geral, Costeletas de carneiro, Ensopado de galinha, Peixes, Saladas de legumes (pepino e tomate).

ESTRAGRÃO - Vitela, Aves, Todos os peixes, Sopas, Ovos, Molhos.

FUNCHO (GRÃO) - Todos os tipos de carnes, Coelho, Galinhas, Pato assado, Peixe assado e crustáceos, Peixe ensopado, Molhos de carne para massas e de tomate.

Publicado por Pedro Nuno às 01:36 PM

abril 18, 2005

CEBOLINHO

Rico em vitaminas A e C, o cebolinho é da família das cebolas. De facto, o gosto tem uma reminiscência a cebola, mas mais delicado, porque contém menos enxofre. Quanto finamente cortado, a sua cor verde-clara faz dele um suplemento muito atractivo e saboroso dos pratos em que se usa. É uma das clássicas "fines herbes" juntamente com a salsa, estragão e cerefólio, e casa-se muito bem com pratos de ovos, como omeletes, e com molhos à base de ovos. Um cozinhado demorado diminui-lhe o sabor, pelo que é melhor adicioná-los aos pratos no último minuto. As flores de cebolinho podem ser espalhadas por cima das saladas para se obter um melhor sabor e aspecto visual. Uma mão-cheia de cebolinho picado é o acabamento perfeito para quase todas as saladas, sopas ou molhos, melhorando-lhe o sabor, bem como a apresentação.

Publicado por Pedro Nuno às 10:37 PM

VINAGRE

VINAGRE – Produto de alta qualidade ,que existe com frequência, na grande parte dos restaurantes que frequentamos / Vinho azedo e com um forte sabor a acre que é servido em muito lado /Aroma perfumado, que é produzido a partir de sobras de vinho adicionadas com fermento de padeiro ou côdeas de pão de milho, deixando-se em fermentação durante aproximadamente 45 dias.

Publicado por Pedro Nuno às 07:20 PM

TERMOS CULINÁRIOS

ESTRUGIDO OU REFOGADO – Faz-se com cebola e azeite ou óleo. Deve-se deixar alourar a cebola a gosto conforme se aprecie a qualidade dos alimentos a consumir. Também é usual utilizar-se cenoura ou alho, como complemento do azeite ou óleo. Cuidado com a temperatura do fogão.

Publicado por Pedro Nuno às 07:00 PM

NOVO TEMA

A partir de hoje vou publicar alguns termos culinários, para que quem não sabe mesmo nada de cozinha, possa ter contacto com algumas palavras de uso culinário e conheça o seu significado.

Publicado por Pedro Nuno às 06:42 PM | Comentários (1)

SOPA DE FEIJÃO FRADE

500 grs. feijão frade
1 cebola grande
1 dl azeite
1 raminho Salsa
Sal q.b.
2 ovos inteiros
1 colher de sopa Vinagre

Coze-se o feijão que não foi demolhado (na panela de pressão - durante 20 minutos).
Faz-se um refogado com a cebola picada , o azeite e a salsa.
Tira-se do lume e junta-se o feijão, bem como a água que o cozeu. Passa-se tudo pelo «passe-vite» e, em seguida, pelo passador de rede. Leva-se novamente ao lume, rectifica-se o sal e, quando levantar fervura, acrescentam-se os ovos batidos (ficam esfarrapados). Adiciona-se o vinagre.
Em vez dos ovos pode-se juntar-se nabiça esfarrapada.


Publicado por Pedro Nuno às 03:03 PM

MOSTARDAS

Conhecidas desde tempos pré-históricos, as mostardas sempre tiveram várias utilizações: no século I D.C., o escritor Plínio fez uma lista de quarenta remédios que tinham mostarda como ingrediente principal. O nome destas «ervas» deriva de mustus (vinho novo que os Romanos misturavam com a semente) e de ardens (ardente). Os mesmos romanos serviam mostarda com todos os pratos que é possível imaginar. As suas folhas desenvolvem-se tão depressa que se dizia que a salada crescia para o jantar enquanto a carne assava. A crença nos seus poderes afrodisíacos fez com que a mostarda fosse incluída nos elixires do amor. A semente da mostarda-negra (B. nigra) é a que tem o aroma mais intenso, a B. juncea é a mais fácil de colher e a semente da mostarda-branca (Sirapis alba) é a que se conserva melhor.

Utilização na culinária:
«Semente» (Mostarda-negra ou B. juncea). Para fazer molho de mostarda: adicionar água fria à semente moída ou em pó e deixar descansar durante dez minutos. (Mostarda-branca). Usar nas conservas, como conservante, e na maionese, como emulsionador.
FLOR Misturar nas saladas.
FOLHA Misturar as folhas novas e tenras nas saladas.

Publicado por Pedro Nuno às 11:00 AM

DICA DO DIA

Sabia que forno forte equivale a uma temperatura de 250 graus.

Publicado por Pedro Nuno às 10:25 AM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

CRAVINHO - Ensopados de vaca, Língua de porco, Presunto, coelho, Caça, Sopa de cebola, Caldo de carne e de galinha, Molho de tomate.
CANELA - Ensopado de porco, Presunto, Beterraba, Cenoura, Cebola, Abóbora, Batata-doce, Arroz-doce.
CARIL - Empadão de carne (porco, vaca e carneiro), Carneiro e Cabrito, Galinha, Pato, Peixe, Camarão, Caranguejo, Lagosta, Arroz, Salada de galinha, Beterraba, Cenoura, Batata-doce, Nabo, Sopa de galinha, de ervilha de tomate e de legumes, Molhos para recheio.

Publicado por Pedro Nuno às 09:53 AM

abril 17, 2005

MAIS UMA DICA

Sabia que uma colher de chá rasa de fermento equivale a 4 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 09:55 PM

DICA DO DIA

Sabia que forno lento ou brando equivale a 160 graus

Publicado por Pedro Nuno às 03:00 PM

SALSICHAS À FIM DO MÊS

Ingredientes:

2 salsichas
2 tiras de bacon
1 colher de margarina
1 colher de sopa de óleo
1 cebola pequena picada
1 colher de sopa de farinha
2 dl. de caldo de galinha
3 colheres de nata
salsa picada
sal
pimenta

Preparação:

Enrole cada salsicha numa tira de bacon e , se necessário, prenda com um fio fino.
Aqueça a margarina e o óleo numa caçarola em fogo médio, junte a cebola picada e frite durante 10 minutos em fogo lento até o bacon tomar um tom acastanhado.
Retire então as salsichas para um prato.
É altura de deitar, mexendo sempre, a farinha no líquido que ficou na caçarola, mexendo durante um minuto.
Acrescenta-se agora o caldo de galinha, continuando a mexer, tempere e leve a ferver.
Junte as natas, mexa, volte a colocar as salsichas na caçarola, cubra com o testo e deixe cozer muito brandamente durante cerca de 15 a 20 minutos.
Polvilhe com a salsa antes de servir.
Faça um prato diferente utilizando cerveja ou cidra em vez de caldo de galinha.


Publicado por Pedro Nuno às 12:30 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

CHILLI (MISTURA DE PIMENTOS MEXICANOS) - Dobrada, Ensopados, Almôndegas, Assados, Vários pratos de galinha, Camarão, Peixe, Lagosta, Salada de legumes e de batata, Milho, Beringela, Cebola, Sopa de ervilha e de tomate, Molhos.
COENTRO (GRÃO OU FOLHAS) - Assados de porco, Almôndegas, Salada de alface e tomate (só as folhas), Favas.
COMINHOS - Assados e ensopados (vaca) Carneiro e cabrito, Enchidos de sangue, Grelhados de peixe, Caranguejo e lagosta, Salada de pepino e de tomate, Repolho, Salsão, Cenoura, Batata, Nabo, Sopa de repolho, Molho de manteiga para massas e legumes, Queijos, Feijoada.

(continua)

Publicado por Pedro Nuno às 12:00 PM

abril 16, 2005

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

ALECRIM - Assados (porco e vaca), Empadão de carne de porco, Carneiro, Galinha, Peru, Caça, Peixes, Arroz, Croquetes, Bolo de atum, Perfumar legumes (Nabo e Batata), Sopa de galinha, peixe e de tomate, Molhos para aves e carneiro, Molho de tomate.
ALHO - Assado de vaca e de porco, Ensopados, Cozidos, Grelhados, Bifes, Almôndegas, Cabrito, Carneiro, Coelho, Todos os tipos de aves, Peixe de água doce e salgada, Camarão, Berinjela, Couve e verduras refugadas, Molho de carne e de tomate para massa, Molho de escabeche, Vinha d'alhos.

(continua)

Publicado por Pedro Nuno às 12:00 PM

abril 15, 2005

DICA DO DIA

Sabia que um copo grande equivale a 330 ml.

Publicado por Pedro Nuno às 02:58 PM

OS CONDIMENTOS - A SUA UTILIDADE

AÇAFRÃO - Vitela, Coelho, Galinha, Pato, Peru, Peixe, Paelha, Camarão e Sopa ou caldeiradas de peixes.
AIPO - Dobrada, Carne de porco, Carne picada, Ensopados, Ensopado de galinha, Peixes, Arroz, Sopas, Canja de galinha, Caldo de carne, Molho de tomate.

(continua)

Publicado por Pedro Nuno às 01:00 PM

CRESCENTES

Ingredientes:

150 grs. de miolo de amêndoa com pele
200 grs. de margarina
300 grs. de farinha
100 grs. de açúcar
1 colher de sopa de maizena
Açúcar em pó

Preparação:

Rale as amêndoas finamente.
Bata todos os ingredientes, até obter uma massa que possa tender. Molde a massa em forma de meias luas e coza em forno quente, durante 10 minutos.
Polvilhe com açúcar em pó e guarde, depois de frias, em caixas herméticas.


Publicado por Pedro Nuno às 12:45 PM

ESTRAGÃO

O estragão, com o seu subtil e sofisticado aroma, é um cheiro essencial na cozinha francesa. Nativo da Sibéria, tornou-se uma erva culinária comum em toda a Europa por volta do século XV.
O vinagre de vinho perfumado com estragão é um clássico, enquanto o inverso – as folhas de estragão conservadas em vinagre – é uma maneira deliciosa e prática de conservar um grande número de plantas. As folhas frescas ou em conserva podem ser misturadas com queijos macios, ou transformadas em puré, com natas, e usadas em canapés.
Há duas espécies desta erva culinária: a francesa, ou estragão «verdadeiro», e o estragão-russo. Devido ao seu delicado aroma, semelhante ao do anis, o estragão-francês é o preferido, embora seja mais difícil de cultivar, pois raramente produz semente em boas condições. O estragão-russo desenvolve-se facilmente a partir da semente e tem um sabor mais picante, levemente amargo.

Publicado por Pedro Nuno às 11:57 AM | Comentários (2)

abril 14, 2005

DICA DO DIA

Sabia que uma chávena almoçadeira equivale a 250 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 09:21 AM

abril 13, 2005

DICA DO DIA

Sabia que um copo de água comum equivale a 250 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 10:08 PM

abril 11, 2005

CABEÇA DE POLVO RECHEADA

Ingredientes:

4 cabeças de polvo
300 g de miolo de camarão
½ broa de milho
½ pimento vermelho
1 raminho de aneto
1 colher de chá de mostarda
2 gemas
1 cenoura
2 cebolas
3 dentes de alho
1 dl de azeite
1 colher de sopa de concentrado de tomate
800 g de batatinhas
350 g de brócolos
50 g de manteiga
sal e pimenta q.b.

Publicado por Pedro Nuno às 11:46 PM

Dica do dia

Uma colher de chá rasa de sal equivale a 4 grs.

Publicado por Pedro Nuno às 10:13 AM

abril 10, 2005

Dica...

Forno esperto equivale a 180 graus.

Publicado por Pedro Nuno às 10:21 PM

abril 09, 2005

Livro

Todas as dicas e curiosidades estão já publicadas em Livro.

Publicado por Pedro Nuno às 06:08 PM

Mais dicas...

Dicas e curiosidades serão um tema também a tratar neste Blog.

Publicado por Pedro Nuno às 06:06 PM

Curiosidade

Sabia que há 40 anos atrás uma colher de sopa rasa de açúcar equivalia a 20 grs. e que hoje equivale a 8 grs.
Cuidado a fazer aquelas receitas antigas por medida de colher.

Publicado por Pedro Nuno às 06:03 PM

E...

Mais logo trarei aqui as sobremesas e a sopa .
Bom apetite.

Publicado por Pedro Nuno às 03:33 PM

Falha...

A falha de publicação de ontem será compensada hoje.
Desculpem não ter estado cá.

Publicado por Pedro Nuno às 11:21 AM

abril 07, 2005

Lembram-se...

Lembram-se daquela sopinha que a Avó fazia e nós gostavamos tanto?
É isso mesmo...
É a chamada Sopa parola

Tirem um bom proveito e fiquem certos que não é necessário comer mais nada depois desta sopa, a não ser uma frutinha para aliviar do peso.

Publicado por Pedro Nuno às 11:12 PM

Uma sopinha só...

SOPA PAROLA

Ingredientes:

1 kg. Batatas
½ kg Cenouras
250 grs. Cebolas
½ kg. Arroz
1.5 kg Couve Portuguesa
½ kg Toucinho salgado(**) + tora
Sal q.b.
2.5 dl Azeite


(**)
alhos q.b.
sal q.b.
vinho verde tinto q.b.
pimenta q.b.

Preparação (90 min.)

Todos os ingredientes devem ser postos a cozer ao mesmo tempo, com excepção do arroz que coze durante os últimos 30 minutos .
Por estranho que pareça neste género de sopa não se utilizam máquinas.
A batata, a cenoura e a cebola, devem ser esmagados, pressionadas entre uma colher e um garfo de forma a que se vão desfazendo.
A couve e o toucinho cortados em pedaços pequenos cozem também desde o início.

Preparação do toucinho (24 h.)


Coloque numa bacia o toucinho já cortado em pedaços, e adicione-lhe os ingredientes em quantidade razoável para que fique, com um paladar e cheiro bem fortes. Deixe a marinar de um dia para o outro.


Publicado por Pedro Nuno às 11:06 PM

Livro

Este livro que hoje vos apresento é fruto de um trabalho intenso de pesquisa, familiar e não só.
Ao publicá-lo tive a intenção de não só dar a conhecer algumas receitas com conteúdos diferentes, mas acima de tudo mostrar algumas tabelas de equiparação entre a forma de cozinhar à uns anos atrás e a cozinha moderna.
Todo este trabalho coloquei em forma de livro e pensei ser interessante publicar.
Hoje chega às bancas desta forma tão singela como oportuna.
Se alguém quiser adquirir este livro com 160 pags. de novidades culinárias(que não as do blog), poderá fazê-lo à cobrança, enviando um mail para Pnunobraga@sapo.pt
O custo é de 10€ + portes.
Não se esqueça de enviar todos os elementos necessários para ser feito o envio.

Publicado por Pedro Nuno às 09:45 PM

Sim ...é meu...

É meu, está editado e logo mais falaremos dele.

Publicado por Pedro Nuno às 07:34 PM

Gelatina em Casca de Laranja

Ingredientes:

6 laranjas
2 colheres (sopa) de açúcar
4 folhas de gelatina

Amoleça a gelatina em água fria. Corte as laranjas ao meio.
Extraia o sumo com a ajuda de um espremedor eléctrico, de modo a não ferir a casca.
Lave bem as cascas de laranja, limpando-as em seguida cuidadosamente. Aqueça o sumo de laranja, depois de coado.
Dissolva a gelatina, escorrida da água onde demolhou, no sumo quente. Adoce com o açúcar. Distribua o sumo pelas cascas de laranja. Leve-as ao frigorífico. Uma vez solidificadas, corte cada metade em duas partes iguais.
Disponha os gomos de laranja numa travessa ou prato e sirva.


Publicado por Pedro Nuno às 11:55 AM

Almoço surpresa

ARROZ SURPRESA (4 PESSOAS)

Ingredientes:

500 grs. de arroz
150 grs. de cenoura
150 grs. de ervilhas
250 grs. de atum
4 ovos cozidos
maionese (**)

(**) 1 ovo inteiro
0,2 l de óleo vegetal
mostarda q.b.
sal q.b.
pimenta q.b.

Põe-se o arroz a cozer juntamente com as cenouras e as ervilhas.
Á parte numa tigela misturam-se o resto dos ingredientes com a maionese e bate-se tudo muito bem.
Depois do arroz estar cosido coloca-se metade numa terrina e põe-se o creme obtido com os ingredientes tapando depois com o restante arroz.
Deve servir-se frio.

Maionese:

Coloque o ovo inteiro, a mostarda(savora), o sal e a pimenta numa malga.
Com a batedeira bata muito bem e vá acrescentando o óleo em fio até engrossar.
Se necessitar corriga de temperos. Pode fazê-lo em qualquer altura da preparação.
A medida de óleo é meramente indicativa.


Publicado por Pedro Nuno às 11:43 AM

abril 06, 2005

Com...

Com o desejo de um bom apetite.
Amanhã cá estarei.

Publicado por Pedro Nuno às 08:50 PM

Salada à portuguesa

Ingredientes:

2 tomates (cortados às rodelas)
2 pimentos verdes (cortados às rodelas)
3 cenouras (raladas)
1 cebola (ás rodelas finas)
1 beterraba cozida (às fatias ou ralada)
1 ovo cozido
1 pepino pequeno
1 alface
3 rabanetes
1 ramo de coentros
azeite q.b.
vinagre q.b.
sal q.b.

Misturam-se todos os ingredientes numa saladeira, tempera-se com azeite, vinagre e sal.
Salpica-se com os coentros picados.
Pode enriquecer-se a salada, misturando-lhe gambas.


Publicado por Pedro Nuno às 08:47 PM

Sobremesa

Doce de Verão

Ingredientes:

200 grs. morangos
200 grs.framboesas
200 grs.cerejas e ameixas (descaroçadas)
200 grs.groselhas em partes iguais
½ litro de leite,
10 gemas de ovos
4 colheres (sopa) de açúcar
1 colher de (chá) de fécula de batata
Casca de limão

Depois de devidamente lavados, leve os frutos a lume muito brando, num tacho tapado.
Deixe que amoleçam.
Entretanto prepare o leite-creme. Ferva o leite com a casca de limão. Passe as gemas por uma peneira, junte-lhes o açúcar e bata-as ligeiramente. Junte o leite quente, em fio.
Leve a mistura a lume, em banho-maria, e, mexendo sempre, deixe engrossar. È necessário que a água do banho-maria não ferva.
Dissolva a fécula de batata num pouco da calda de frutos que entretanto se formou e deite-a no tacho, já fora do lume.
No momento de servir distribua o doce de fruta arrefecido por tacinhas individuais e regue-o com um pouco de leite-creme


Publicado por Pedro Nuno às 08:36 PM

abril 05, 2005

Até...

Bom apetite e até amanhã.

Publicado por Pedro Nuno às 10:08 PM

Arroz chau chau

Ingredientes para duas pessoas:

100 grs. de arroz
100 grs. de carne de porco crua
100 grs. de margarina
100 grs. de carne cozida ou assada
100 grs. de fiambre
3 ovos
0,5 dl. De leite
Sal q.b.
Pimenta q.b.

Coza o arroz em bastante água, de modo a ficar solto.
Leve-o ao forno durante 15 minutos.
Corte a carne de porco em pedaços pequeninos e frite-os na margarina. Assim que estiver frita, junte a restante carne e o fiambre, também cortados em pedaços pequenos.
Bata os ovos com o leite e tempere com sal e pimenta.
Aqueça novamente as carnes e junte os ovos batidos, mexendo bem, como se estivesse a fazer ovos mexidos.
Aqueça o arroz na restante margarina, esfarelando-o bem para que fique solto, e misture com os ovos e a carne.
Rectifique de sal e pimenta e sirva bem quente.


Publicado por Pedro Nuno às 09:58 PM

Mais vale tarde que nunca...

Desculpem o tardio da hora, mas só agora consegui sentar-me para fazer estes posts deliciosos (espero eu!).

Publicado por Pedro Nuno às 09:56 PM

abril 04, 2005

Sobremesa deliciosa

TARTE DE LIMÃO

Ingredientes:

200g de bolacha maria
100g de manteiga
1 lata de leite condensado
5 ovos
1 limão
Açúcar a gosto

Preparar a massa:
Picar a bolacha maria, juntar a manteiga, 1 ovo e misturar bem até enformar e coloca-se numa forma.

Recheio:

Bate-se o leite condensado acrescentando as 4 gemas uma por uma.
Deitam-se o sumo e a raspa de limão e bate-se.
Reserve as claras e bata-as em castelo.
Coloca-se este recheio em cima da massa que está na forma e leva-se ao forno.
Não deve deixar que este fique totalmente cozido e retire-a do forno para enfeitar com as claras em castelo, levando novamente a tostar.


Publicado por Pedro Nuno às 06:34 PM

Semana de "fast food" caseira

Esta semana vou dar início à publicação de comida de preparação rápida, primaveril e saborosa.
Espero que vos agrade.
Logo, ao fim da tarde, cá estarei para dar início a esta semana mais simples do que parece.

Publicado por Pedro Nuno às 08:44 AM | Comentários (2)

abril 03, 2005

Desculpem

Desculpem o tardio da ementa, mas juro que ela é deliciosa em qualquer Domingo de Primavera.
Até amanhã.

Publicado por Pedro Nuno às 11:45 PM

abril 01, 2005

Não esqueçam...

Se por acaso vos surgirem dúvidas na elaboração de alguma receita, não se inibam de perguntar.
Até amanhã.

Publicado por Pedro Nuno às 06:39 PM

Até amanhã...

Espero que tenham um bom apetite e que fiquem satisfeitos.
Amanhã, trarei aqui as receitas do fim de semana.
Abraços culinários para todos os bloguistas.

Publicado por Pedro Nuno às 04:37 PM

A sopa

SOPA DOURADA DE GRÃO NO FORNO

Ingredientes:

1 cebola grande
1 dl de azeite
500 grs. grão
Sal q.b.
Pão duro q.b.
2/3 ovos inteiros

Pica-se a cebola e leva-se a refogar no azeite.
Quando começar a estalar, junta-se-lhe o grão, que se cozeu em água, depois de demolhado durante 12 horas, e se esmagou com um garfo.
Deita-se uma parte da água que se cozeu o grão, em quantidade suficiente para se fazer sopa, e deixa-se ferver um pouco, para apurar.
Prova-se de sal e junta-se as fatias de pão duro, em número suficiente para encherem um tabuleiro, envolvendo-as bem no caldo.
Sendo necessário, adiciona-se, ao ferver, um pouco mais de água, para impedir que seque.
Retira-se do lume, acrescentando-se os ovos batidos, deita-se num pirex e leva-se a alourar em forno quente, durante 10-20 minutos, sem deixar secar.


Publicado por Pedro Nuno às 04:31 PM

O prato principal

LULAS RECHEDAS (à minha moda)

Recheio:

2 Papo-secos (miolo)
Leite q.b.
2 colheres de sopa azeite
1 cebola pequena
100 grs.bacon muito picado
100 grs.chouriço de carne picado
Sal q.b.
Noz moscada q.b.
1 Ovo inteiro

Molho:

0,5 dl azeite
1 cebola grande
Piripiri q.b.
4 tomates médios
1 copo de vinho branco

Lavam-se as lulas. Separam-se os tentáculos dos sacos e limpam-se estes por dentro, tendo o cuidado de não os rebentar.
Cortam-se o tentáculos das lulas aos bocadinhos.
Põe-se o miolo de pão a amolecer em leite.
Faz-se um refogado com o azeite, a cebola picada, o bacon e o chouriço.
Quando a cebola começar a estalar, junta-se os tentáculos e a papa do pão. Deixa-se apurar.
Prova-se de sal, tempera-se com noz moscada e deita-se um ovo batido. Mistura-se muito bem.
Enchem-se os sacos das lulas com este preparado, mas não completamente (senão as lula rebentam), e fecham-se com um palito.
À parte, faz-se o molho com azeite, a cebola picada, o piripiri, os tomates passados e o vinho branco. Deitam-se as lulas neste molho e levam-se a ferver em lume brando durante 30 minutos aproximadamente. Se necessário, acrescenta-se água.
Acompanha-se com batatas fritas, ou arroz branco.


Publicado por Pedro Nuno às 04:22 PM

Após a refeição...

Pêra Borrachona


Ingredientes:

1 pêra grande, madura e descascada, partida ao meio
Sumo de 1/2 limão
Raspa de limão
2 colheres de sopa de queijo fresco
1 colher de mel
1 pitada de noz-moscada
2 colheres de sopa de açúcar
1 copo de vinho tinto
1 pauzinho de canela

Faça uma concavidade, no centro das pêras e encharque-as de limão para não escurecerem.
Encha-as com uma mistura de queijo, mel, raspa de limão, e noz-moscada.
Mantenha-as no frigorífico.
Com o vinho, o açúcar e a canela faça uma calda espessa e perfumada. Deite o vinho quente sobre as pêra gelada e sirva imediatamente.


Publicado por Pedro Nuno às 04:13 PM