sexta-feira, mar 31

malandro
EM Ópera do Malandro

Something new (My Orchard) (mp3)

In, Silhouettes - EP (2006)
My Orchard

Something new

Esta semana fiquei espantado ao ver que uma colega de trabalho que, estudou em Lisboa, tem a minha idade, net e tv cabo em casa e lê jornais, é licenciada e está a fazer uma pós graduação… vive na completa ignorância de alguma coisas que para muitos de nós são quotidianas, A miuda até se mostra interessada quando eu começo a falar de música e pede-me cds emprestados, Sigur Rós, Belle & Sebatian, José Gonzalez, Rodrigo Leão, são algumas das coisas que lhe emprestei e de que ela gostou (e que empresto com todo o gosto, porque como diz um amigo meu, eu gosto de dar música às pessoas). Um deste dias ela viu num cd que um amigo me tinha gravado, o símbolo ( ) e voltou a vê-lo num cd dos Sigur Rós, e não sabia mesmo o que aquilo queria dizer, Perguntou, Eu respondi que significava “abraço”, e desdramatizei a situação dizendo que abraços era coisas de homens, pelo que seria natural que ela não o usasse no dia a dia, Fiquei espantado, é claro que fiquei espantado, mas mais espantado fiquei quando ela me tentou explicar o significado de :-), como se fosse suposto eu não saber… Com vontade de dar um grande lol, perguntei-lhe se ela sabia o significado desse mesmo lol, ao que ela respondeu com grande entusiasmo que há dias lhe tinham ensinado…
Espantados? Pois, a moça vive aqui desterrada, mas é licenciada por uma universidade de Lisboa, viveu lá 5 anos, nasceu e viveu numa capital de distrito, vai a cidades dignas desse nome todos os fins-de-semana e conhece grande parte da Europa…
Depois daquela conversa fiquei a pensar que cara de espanto faria ela se por acaso do destino lesse este blogue ou se visse as sms's que troco com alguns amigos, muitas vezes com um gray humor muito apurado, e com “smiles” como :-o , .|., (-, ou (-(-.
Este dois últimos foram inventados por mim, pelo R. e pelo F. em noites de chat e numa altura que tínhamos um blogue a 3, que terá sido provavelmente um dos primeiros blogues bi português, senão mesmo o primeiro. Nas altura a assinatura final dos post era 1 ( ) com (-, que passo a traduzir, “um abraço com tesão”. É claro que a minha colega não entenderia isto e teria eu alguma dificuldade para lhe explicar que abraços (com tesão) são coisas de homens…
Assim me despeço com, 1 ( ) c/ (-, a caminho do BA

 
Comentários

E....

(-(- O que é que queria dizer?
fiquei curioso...
:-)

Comentário de: Mr. H às abril 1, 2006 08:47 PM

O facto de ser lic., estudar em Lx, andar a fazer uma pós-graduação e viajar não dá necessariamente alargamento de horizontes a ninguém. Alguns dos maiores pacóvios que conheço têm mestrados e/ou doutoramentos, falam duas ou três línguas estrangeiras fluentemente, vão a congressos aqui e acolá e, imagine-se, até vão a Lisboa! ;)
É tudo uma questão de familiarização com as coisas. E de domínio dos símbolos e significações. Ninguém nasce ensinado e há muita gente que se está nas tintas para uma data de coisas. Passa-lhes ao lado, precisamente porque não lhes interessa ou não usam.
Ainda no outro dia tive de explicar a um aluno hiper-citadino e todo trendy, a diferença entre o trip-hop e o drum'n'bass. Aprendeu, claro - mas disse-me logo que aquela "cena" não era a dele, e por isso tanto se lhe dava, como se lhe deu, he he he...

Comentário de: Catatau às abril 1, 2006 08:35 PM

Quer dizer, em vez de andares aí Europa fora, escolheste noites de chat e blog a 3. Eu acho que trocava os segundos pelo primeiro de bom grado.

Comentário de: João às abril 1, 2006 01:01 PM

Eu acho que essa tua amiga ficaria como alguns colegas meus ficam quando digo que tenho um blog, que "teclo" na net e, por essa razão, compreendo muito melhor os alunos neste contexto!
Claro que alguns, os mais afoitos, atrevem-se a perguntar qual o blog...

Comentário de: Tong Zhi às abril 1, 2006 12:38 PM

por motivos vários, deixei de usar o ( ).
mais do que um abraço é a vida que se perde por nunca se ter a que se quer. são os parenteses que se põem a tudo, como se em pausa... talvez um dia volte a usar.

Comentário de: F às abril 1, 2006 12:02 PM