sábado, fev 25

malandro
EM Ópera do Malandro

Dont know why (The Spectacular Fantastic) (mp3)

In, Goes Undergrounds (2005)
The Spectacular Fantastic

Dont know why

Não sei porquê, mas fui bafejado com a sorte de não ter que a* fazer todos os dias, é bastante fazê-la* dia sim, dia e não, que continuo com ela* “au point”, mesmo no dia não.
Não sei se era quarto crescente, mas aconteceu-me há uma semana uma coisa estranha: depois de uma noite… com um gajo (o que não é propriamente quatidiano), acordei de manhã com ela* enorme, como se a não fizesse há 3 ou 4 dias, e tinha-a feito na manhã do dia anterior. Comentei com o gajo, que por sinal também tinha a dele* maior do que é costume, e chegámos então à conclusão, mesmo sem provas científicas, que devia ser da testosterona… produzida em excesso, como consequência dos acontecimentos das últimas horas, e teria o seu* processo de crescimento sido acelerado.

Diz-me a que velocidade ela* cresce e dir-te-ei com quem andas a dormir…

Agora não sei que outras conclusões poderemos tirar deste facto, onde faltam as provas científicas, lembre-se, mas será que aqueles gajos que a* têm muito rija, e que chegam à hora de jantar já com ela* sobejamente crescida andam a partilhar lençois com gajos?
__
* a barba, claro

 
Comentários

J'ai été complètement trompé. Excellent.
Chapeau, mon cher.

E, já agora, o "dicton" é soberbo. Entrará directamente para os anais (salvo seja) da sabedoria popular.

;)

Comentário de: Tiago às fevereiro 25, 2006 10:30 PM

Pronto. Sou suspeito! ;))))
Belo exercício de "tromp le suject", he he he...

Comentário de: Catatau às fevereiro 25, 2006 08:33 PM

Ora aí está uma conjectura que deveria dar uma boa investigação :)
A ser provada, não me importaria nada de "acordar" com "mais" barba que o costume

:)))))

Comentário de: Tong Zhi às fevereiro 25, 2006 01:20 PM

ando sempre com ela grande. :-) e não me parece que seja rija por partilhar os lençois. isso de encontrar relações entre as coisas podem ser perigosas.

o texto está muito bom, há muito que não tinhas um post com tanta piada (já agora se não revelasses o que era, seria ainda melhor) continuas o mesmo desgraçado.

Comentário de: outro às fevereiro 25, 2006 12:47 PM