Entrada | Feliz 2005 »

dezembro 30, 2004

Nasceu o Cavalo

No dia 20 de Dezembro de 2004, num Forúm perto de si, às 23h45m desse Domingo de compras de Natal, nasceu o Bulifeu. O Bulifeu nasceu por um erro de gramática, ou como diria um amigo meu, por eu ter uma memória muito má.

Estava eu a acabar de sair do cinema, depois de 3 horas de imagens muito afemininadas por parte do elenco masculino, que como devem calcular, sendo eles reis e guerreiros de um pais que tenho o orgulho de ter uma relação amor-ódio, me desiludiu bastante.
O Bulifeu é um cavalo macho, mas um macho moderno, daqueles que não permite que uma mulher o espezinhe, acusando de ser um inútil na lida da casa e das suas coisas. Quer dizer...de algumas coisas até não me importo que sejam elas a cuidar. Bom...vcs entendem.
Quando me perguntaram o que mais tinha gostado no filme, disse:
-Os nomes dos gajos eram originais. Por exemplo: o cavalo do Alexandre o Grande Roto era Bulifeu.
Não, o nome do cavalo do AGR era Bucéfalo, e como não acertei com os outros nomes, que insistentemente continuei a disparar, decidi....vou dedicar uma página a este cavalo, que sou eu.
O que mais adorei nesta ideia é que posso escrever o que quiser e ninguem tem nada a haver com isso, pois caválos há muitos, não conseguem é todos teclar, mas tb não se passa nada.
espero que gostem deste novo espaço que espero que dure muitos anos. É sinal que estou vivo e consegui pagar as prestações do meu pc, da casa, do carro, etc. Não são meus, são do banco. Depois tenho uma para vos contar sobre bancos.
Entretanto aproveitem a vida, pois eu tenho que ir à Ladys Night da minha Lisboa. Um conselho de um amigo na arte do arremesso do copo prá goela: Quinta Feira continua a ser a melhor noite de Lisboa. Vamos pôr fim ao "não me consigo mexer porque o filho da puta do porteiro não sabe ver que esta merda está a abarrotar de gente e as pessoas não vão gostar muito da ideia, vão cagar nos 12€ que pagaram na entrada, nunca mais lá voltam e quem se fode, meus amigos, é sempre o mexilhão" - Que é como dizer "o filho da puta do porteiro não sabe ver que esta merda está a abarrotar de gente e as pessoas não vão..." Vcs estão a ver onde quero chegar. E outra situação. Eu se fosse vocês pensava duas vezes antes de tornar a beber de um copo da discoteca...ainda ontem numa velha casa vi, por volta das 5h da manhã, o 69º concurso do "Quem quer encher o meu copo de mijo" tal não era a quantidade de copos que, AMANHÃ vão andar nas bocas do povo. Não havia necessidade.
Lei do cavalo:
Hipótese 1 - "Não é permitida a entrada de copos de vidro nas casas de banho das discotecas"
Hipótese 2 - "Os copos a servir nas discotecas deverão ser de plástico"
Que se vote, e se decida, que eu vou-me vestir.

Publicado por bulifeu às dezembro 30, 2004 07:59 PM

Trackback Pings

TrackBack URL para esta entrada:
http://bulifeu.weblog.com.pt/privado/mt-tb.cgi/50285

Comentários

Comente




Recordar-me?