« December 2006 | Entrada | February 2007 »

January 28, 2007

O mercado manda...

Quem, na sua plenitude de planeamento de época, está à espera de se ver reduzido a ter dois centrais no seu plantel?
Quem, a meio da época, é levado a contratar mais um defesa-esquerdo ou um avançado, quando no plantel, dispõe de 2 defesas-esquerdos e de 4 avançados?
Quem, com pouco dinheiro, apenas pretende contratar um médio interior direito, só por paixão?

São as dúvidas dos actuais três grandes, que não conseguem seguir à risca uma planeada época onde o nível exibicional está sempre dependente das peças de que dispõem.

O Benfica, no espaço de dias, viu-se sem dois centrais para o resto da época. Se no caso de Alcides, a polivalência era um factor importante, porque podia assumir dois lugares, no de Ricardo Rocha, essa polivalência é muito mais enaltecida, uma vez que o defesa podia assumir qualquer lugar na defesa encarnada. A questão central é que raramente se estava à espera que Ricardo Rocha valesse 5 Milhões de Euros, e que as alternativas se mostram muito pouco. No entanto, a questão de haverem planos contingentes fazem com que existam clubes no mercado com capacidade de avaliar o que é necessário e quando é necessário. Foi o que fez o Werder Bremen que contratou Rosenberg ao Ajax para substituir um Klasnic em nítida crise renal.

O FC Porto reforça-se no mercado sul-americano com as implicações inerentes ao estilo de jogo preconizado por Jesualdo Ferreira e pelo tempo de adaptação que os jogadores terão que ter. Mareque mostrou ontem que é uma mais valia a defender, mas que a sua vertente mais ofensiva fará com que seja bem mais útil se o FC Porto apostar num esquema de três centrais. Sobe bem pelo flanco, mas a defender não mostra mais do que Cech ou Fucile.
Renteria será outro caso onde a mobilidade e rapidez farão a diferença, mas mesmo assim, que papel estará destinado para Lisandro, Sokota ou Bruno Moraes, sem esquecer Adriano?

Em Alvalade, o caso é no mínimo surrealista. Tendo em conta que agora é moda rentabilizar a Academia de Alcochete, Pereirinha foi o reforço de Inverno e já se fala também de Fábio Coentrão. No entanto, foi a nostalgia de Rochemback que fez com que o Sporting fosse falado neste mês de Janeiro e das suas transferências. O brasileiro mostrou uma devoção grande ao Sporting, só lhe faltando o esforço, a dedicação e a glória que simbolizam o clube de Alvalade. Mesmo assim, será tão necessário mais um médio interior direito para o Sporting? Ou é preferível arranjar mesmo um bom avançado, em detrimento de Bueno, um desconhecido emprestado?

Publicado por Danielovsky às 10:59 PM | Comentários (3)

January 23, 2007

O perfume do futebol

Neste fim de semana, espaço para desacar Itália, França e Inglaterra.

No país do calcio, Giuseppe Rossi teve uma estreia demoníaca pelo Parma, emprestado pelo Man Utd. Frente ao Torino, o jovem jogador descobriu uma forma de fintar três jogadores da equipa de Turim à entrada da área e rematar para a baliza de Taibi, mostrando toda a sua técnica e força.
O norte-americano, de descendência italiana, aproveita assim a experiência no calcio para a próxima época poder competir na mesma equipa de Ronaldo.

Em França, mora um diamante nigeriano por lapidar. Proveniente do La Louviére a época passada, Peter Odemwingie é um dos avançados mais móveis que existe no campeonato francês. 6 golos apontados em 19 partidas fazem deste nigeriano uma das revelações do Lille e do campeonato francês.

O cruzamento de Eboué para Henry sentenciar a partida dos Emirates Stadium no último domingo fez-me lembrar o primeiro golo de Henry ao FC Porto na edição deste ano da Champions League no mesmo estádio.
O mesmo movimento, a mesma desmarcação, o mesmo gesto técnico. Depois de uma arreliadora lesão, Henry aí está de volta e ao seu melhor. O futebol agradece...

Publicado por Danielovsky às 05:25 PM | Comentários (0)

January 16, 2007

Javier Pedro Saviola

Está condenado a ser o terceiro avançado do Barcelona, por embirração de Rijkaard.

Está condenado a jogar em partidas de menor importância para o Barça.

No entanto, em uma semana apontou 5 golos que foi o total de golos com que o Barça eliminou o Alavés da Copa Do Rey.

São precisas mais provas?

Publicado por Danielovsky às 11:09 PM | Comentários (0)

January 10, 2007

A besta voltou a acordar


Foto: Gettyimages

Publicado por Danielovsky às 09:40 PM | Comentários (0)

January 09, 2007

Virtuosismo latino ou soco sul-americano?

Zaragoza e Sevilha proporcionaram um espectáculo digno desse nome no passado sábado, no La Romareda, na capital da província de Aragão.

adriano.jpg

Apresentando um onze com jogadores como Carlos Diogo, Gabi e Diego Milito, Pablo Aimar e Andrés D'Alessandro, o Zaragoza orientado este ano pelo regressado Victor Fernandéz apresenta um futebol fluído, com base no futebol sul-americano mesclado com o futebol europeu, jogando com um estilo directo, mas sem esquecendo as manhas provenientes da parte sul do continente americano.

Ewerthon fazia companhia a Diego Milito, bem apoiados por dois playmakers com tendência a fugirem para as pontas como são o caso de D'Alessandro e de Aimar. Na defesa, Carlos Diogo e Juanfran ocupavam-se das laterais, enquanto Milito e Sérgio eram intérpretes da arte de defender o corredor central.

carlos_diogo.jpg

Não foi por acaso que o Zaragoza chegou ao golo, em virtude do seu caudal ofensivo assente no futebol argentino de trocas rápidas de bola, mas curiosamente foi num lance de bola parada que a equipa aragonesa chegou ao golo, através de Carlos Diogo.

O Sevilha apresentava-se fortíssimo, como que a justificar a sua liderança de "La Liga", a par do Barcelona. Kanouté e Luis Fabiano na frente, um Daniel Alves endiabrado pela direita, um Adriano pela esquerda, Marti e Maresca no meio-campo e Alfaro com menos propensão a partir pernas e mais a jogar futebol fazem deste Sevilha um forte candidato a revalidar a Taça UEFA e quiçá, a ganhar a liga espanhola.

Após um segundo golo apontado por Diego Milito (o 12º da época), o Sevilha atacou forte e feio pela direita, com um Daniel Alves a merecer muito mais do que um simples Sevilha, sendo actualmente o natural sucessor de Cafú na selecção brasileira, e Luís Fabiano marcou o seu 7º golo do campeonato.

soco.jpg

Para o final e após um emocionante jogo ao melhor estilo directo e sul-americano, nada como acabar com uma cena digna de pugilato entre Uruguai e Brasil, nas pessoas de Carlos Diogo e Luís Fabiano. O castigo já é conhecido: 5 jogos para cada um!

Publicado por Danielovsky às 11:38 PM | Comentários (0)

January 04, 2007

Rui Costa: que papel no losango?

Rui Costa é até ver, o melhor reforço do Benfica, seja ele de Verão ou de Inverno. Com ele, Fernando Santos pode sempre apostar nos dois sistemas tácticos que tanto preconiza: o famoso 4-4-2 em losango ou a adaptação ao 4-3-3.

Se com o 4-4-2, Rui Costa assume o papel de principal dinamizador de jogo, no 4-4-3, a sua acção está mais limitada ao papel defensivo, funcionando como primeira linha defensiva em transições ataque-defesa.

Utilizando a estrutura 4-4-2 em losango, Rui Costa será um dos vértices, pensando, pautando e distribuindo o jogo que será sempre colmatado agora por Petit, Katsouranis e Karagounis (Nuno Assis está suspenso). Assim sendo, que papel fica reservado para Simão, Nuno Gomes e Miccoli?

Com a estrutura em 4-3-3, é possível colocar Rui Costa também como principal maestro de um triângulo onde cabem Katsouranis e Petit (ou Karagounis), suportados por umas alas onde entram Simão e Miccoli, cabendo a Nuno Gomes o papel de solitário da área. Será assim?

Rui Costa cabe bem nos dois sistemas. Um jogador com a sua craveira e experiência cabe em qualquer um dos sistemas, ou não viesse ele de um país onde se testa a táctica da forma mais pura. Seja em 4-4-2 ou em 4-3-3, o lugar dele é garantido, quer o departamento médico queira ou não...

Publicado por Danielovsky às 10:48 PM | Comentários (0)

Mudanças

Já devem ter reparado que ando à procura de um template novo para o Brandos...

Enquanto não chega, as diferentes cores vão ocupando espaço...

Publicado por Danielovsky às 12:15 AM | Comentários (0)

January 03, 2007

Na Mesinha de Cabeceira - Mourinho: Porquê tantas vitórias?


Foto: Gradiva

Publicado por Danielovsky às 09:39 PM | Comentários (0)