« Afinal tinha razão... | Entrada | Está escolhido o artista... »

May 09, 2004

Para o ano há mais...

Acabou a Superliga!

Como se suspeitava, o Alverca foi a última equipa a saber o seu destino. E o destino que calhou à equipa ribatejana não foi sorridente.

Também tinha de haver algum critério na atribuição de lugares e descidas dos escalões principais.

Para se ver o exemplo, bastas notar que descem à Liga de Honra Alverca, E.Amadora e Paços de Ferreira e sobem à Primeira Liga Estoril, Setúbal e Penafiel. Quais são as diferenças que existem?

Na Liga de Honra, descem Covilhã, União da Madeira e Portimonense e sobem Gondomar, Sp.Espinho e provavelmente Olhanense.

As situações são claras, na Primeira Liga, o eixo das equipas situa-se entre Setúbal e Guimarães e no litoral. Na Liga de Honra, têm de ir até Olhão, mas já não vão à Madeira e só têm uma deslocação aos Açores, ao reduto do Santa Clara.

De resto, o que se vem passando de há uns anos atrás, ou seja, a predominância de muitos clubes nas zonas urbanas de Lisboa e Porto, e sempre colados ao litoral.

Quanto à época em si, nada de reparos. O FC Porto é um justo vencedor pela regularidade que mostrou, o Sporting pecou pelo facto de ter Fernando Santos como treinador e o Benfica teve aquela sorte na ponta final e mostrou que está a crescer.

Desilusões são naturalmente os chamados "históricos" que fizeram uma época atípica, como é o caso do Belenenses, Guimarães, Académica e Boavista.

Surpresas são sem dúvida o Nacional, Rio Ave e Moreirense.

Uma última palavra para a desorganização que continua a haver em Portugal e nos clubes portugueses. O facto do Rio Ave não ser apurado para a Taça UEFA devido a problemas burocráticos só pode ser atribuído à incompetência e semi-profissionalismo dos dirigentes portugueses.

Publicado por Danielovsky às May 9, 2004 09:45 PM