« FOI BONITA A FESTA, PÁ | Entrada

novembro 25, 2005

THE END

Abro a porta da rua, olho para trás e apago a luz.

Publicado por José Mário Silva às novembro 25, 2005 11:59 PM

Comentários

There is a light that never goes out.

Publicado por: João Pedro da Costa em novembro 26, 2005 12:37 AM

R.I.P...

Publicado por: joaon em novembro 26, 2005 12:56 AM

The end ..

Que felicidade ....

As raízes da época obscura crescem para cima , cercam os espiritos livres...
Só o tempo as vai cortar uma a uma .
Hoje foi mais uma. Brindemos.

Publicado por: Afonso Henriques em novembro 26, 2005 01:09 AM

Pequena Entrevista com Natália de Andrade

Arrebenta -- Querida Natália de Andrade: na sua condição de Diva do Belcanto Português, gostaria de se pronunciar sobre a candidatura de Aníbal Cavaco Silva?...

Natália de Andrade -- rôôxinóóól, rôôôxinóóóóóòòòòOOOooollll!...
(pausa)
Olhe, querido, estou eu aqui, na minha aula de canto, e vem você perturbar-me com essas banalidades!... Obviamente que não voto nesse homem, primeiro, porque ele é horroroso, e parece um vampiro, era incapaz de ir com ele para qualquer lado, muito menos para uma urna, esse homem, mais uma urna... credo!... é tudo o que falta para fazer uma Agência Funerária!...
Segundo, porque Música e ele é como a água e o azeite, cada um para seu lado;
Terceiro, porque ele é incapaz de distinguir Verdi de Wagner, e incultura, para mim, meu amor, sobretudo musical, é fatal;
Quarto, porque ele tem uma mulher ainda mais horrorosa, sem nível nenhum, que, para poupar, é capaz de adaptar umas cortinas velhas para fazer um vestido de noite; em suma, não sabe estar, e para nós, mulheres, isso não tem desculpa;
Quinto, porque o meu amor é verde, e eu já não tenho idade para andar apaixonada por gatos pingados: aquele homem, bem observado, deus me perdoe, parece mas é um manequim dos Anos 5o, da Rua dos Fanqueiros.

Arrebenta -- Muito obrigado pela sua colaboração, e mais uma vez lhe peço desculpa por a ter vindo interromper nos seus solfejos. Permita-me que lhe peça para deixar aqui um derradeiro argumento, para os nossos leitores não irem votar Cavaco Silva...

Natália de Andrade -- Olhe, querido, é simples: uma Senhora não vota Cavaco!...

http://great-portuguese-disaster.blogspot.com/

Publicado por: Arrebenta em novembro 26, 2005 01:18 AM

Obrigado pelas centenas de bons momentos. Um abraço.

Publicado por: Paulo em novembro 26, 2005 07:49 AM

Tudo se transforma. Até já.

Publicado por: Rui MCB em novembro 26, 2005 02:45 PM

Até já.

Publicado por: Katraponga em novembro 26, 2005 04:26 PM

Foi bom enquanto durou
Outros virão, porque é imperioso, porque é necessário, porque é vital estar atento, chocalhar as consciências e estar sempre pronto para partir para cima de alguns mentecaptos, ultra-fascistas disfarçados de democratas (Tim, Bigornas etc.etc)que infectam só com o respirar.

Publicado por: Critico em novembro 26, 2005 06:23 PM

O fim de uma história - e o recomeço de outra. Felicidades, Zé Mário.

Publicado por: João Pedro em novembro 26, 2005 06:59 PM

Um bom sinal: metade dos comentários a este último post foram insultos imbecis à equipa do BdE. É bom saber que o vosso trabalho despertou mais que indiferença!

Até breve!

Publicado por: Nelson em novembro 26, 2005 07:20 PM

Bye.

Publicado por: Dunya em novembro 26, 2005 08:59 PM

E até à vista.

Publicado por: Ricardo Alves em novembro 27, 2005 12:05 AM

Até breve.

Publicado por: PiresF em novembro 27, 2005 12:18 AM

Até sempre.

Vemo-nos por aí (felizmente, continuamos 'por aqui'!... por este mundo blogosférico).

Publicado por: Leonel Vicente em novembro 27, 2005 12:02 PM

Monologo ao Pé do Ouvido

Creio que nesse feriado da Consciência Negra no Rio de Janeiro,não escrevi tantas coisas como fiz outrora aqui na Babiônia (basta o caro blogueiro verificar os arquivos).

Por isso, neste ano, prefiro apelar para um dos maiores poetas modernos de Pernambuco e que se hoje não está conosco, deixou um legado musical para a música brasileira.

Aliás, poema bem oportuno, pois meus companheiros de Portugal vão encerrar as atividades de um blog que durante anos é minha referência da Esquerda Européia.

Desde que Luis Gravatá do Jornal O GLOBO, listou alguns blogues de alem mar. O Blogue de Esquerda foi o meu preferido a ponto de listar aqui na Babilônia e ele nos listar lá em Lisboa.

Pois bem, daqui a 10 dias o BdE II encerra suas atividades.

A ligação entre Babilônia e o Blogue de Esquerda é tão intenso, que hoje a Babilônia está listada em diversos outros blogues de Portugal e num site de referencia de blogues, entramos na categoria de um Blog Portugês.

Sentirei saudades dos textos e do panorama que o BdE II nos elucidava, sob a perspectiva da esquerda. Vamos a poesia?

"Modernizar o Passado
É uma Evolução musical
Cadê as notas que estavam aqui
Não preciso delas!
Basta deixar tudo soando bem aos ouvidos
O medo dá origem ao mal
O homem coletivo sente a necessidade de lutar
O orgulho, a arrôgancia, a glória
Enche a imaginação de domínio

São demônios que detroem o poder
Bravio da humanidade
Viva Zapata!
Viva Sandino!
Viva Zumbi!
Antônio Conselheiro!
Todos os Panteras Negras
Lampião Sua imagem e semelhança
Eu tenho certeza eles também cantarm um dia.

Por Chico Science
Pernambuco - Brasil

Publicado por: Renato Motta - Brasil em novembro 27, 2005 01:09 PM

Até um dia destes...

Publicado por: Morgan em novembro 27, 2005 02:02 PM

Obrigado. Até breve.

Publicado por: Luis Januario em novembro 27, 2005 08:57 PM

Obrigado. Até breve.

Publicado por: Luis Januario em novembro 27, 2005 08:58 PM

obrigado. até breve.

Publicado por: Luis Januario em novembro 27, 2005 08:58 PM

Até à próxima!

Publicado por: francisco curate em novembro 28, 2005 12:24 AM

Criámos este blog para mostrar que Cavaco Silva foi um mau técnico quando esteve no Governo. Foi mau técnico porque foi, antes de tudo, um político, no mau sentido da palavra. Aliás, alguém que adora ser o tal político, que tanto aparenta desprezar. Toda a sua vida política foi isso mesmo: uma aparência técnica para justificar a sua política. Curta e eleitoralista, gerida com o rigor técnico de um táctico político. Vamos relembrar o que se passou nos áureos anos dos seus mandatos. Para evitar esta amnésia que tanto anestesia.

Publicado por: BoloRei em novembro 28, 2005 01:06 AM

Snif

Publicado por: Victor Lazlo em novembro 28, 2005 10:48 AM

Filipe, esperamos por ti no VISTALEGRE BLOG, se quiseres escrever por lá de vez em quando...

:-)

http://www.vistalegre.blogspot.com

Publicado por: FlorGrela Estampa em novembro 28, 2005 10:49 AM

Ó da casa! Então não tá cá ninguém? Já se foram todos embora? Bonito. Então e agora onde é que a gente vai deixar os nossos comentários? Não estão a pensar numa sequela, num BdE III? Custa-me a crer. É, vocês tinham aqui umas belas instalações. É espaçoso, sim senhor. Não tem muita luz, isso não. Mas a luz também só faz mal aos olhos. Duas estantes vazias, um armário (que não vou abrir, não vá sair-me de lá um esqueleto) ... a casa de banho é muito pequena. Grande merda, se querem que vos diga, um gajo aqui a falar sozinho, entre paredes desertas, ao menos podiam ter deixado alguma coisa no frigorífico. Bom, não se importam que me sente, pois não? No chão, claro, que também não deixaram sequer uma cadeira para um squatter ocasional. E eu que sempre quis ser um squatter! Pois aqui está a oportunidade. Muito bem, muito bem. Isto aqui até é porreiro assim, há mais espaço. Claro que seria melhor se estivessem por cá ZM, o LR e o Tchernignóbil. Bom, se sabia tinha trazido uma cerveja de casa ... Mas não se está mal, não senhor. É sossegado. Importam-se que cante? Claro que não se importam. Então vou cantar uma canção anarquista:

HIJO DEL PUEBLO TE OPRIMEN CADENAS,
Y ESA INJUSTICIA NO PUDE SEGUIR
SI TU EXISTENCIA ES UN MUNDO DE PENAS
ANTES QUE ESCLAVO, PREFIERES MORIR. [É COMO QUEM DIZ]
ESOS BURGUESES ASAZ EGOÍSTAS
QUE ASÍ DESPRECIAN LA HUMANIDAD,
SERÁN BARRIDOS POR LOS ANARQUISTAS
AL FUERTE GRITO DE LIBERTAD.

TRABAJADOR, NO MÁS SUFRIR.
LA EXPLOTACIÓN HA DE SUCUMBIR.
LEVÁNTATE, PUEBLO LEAL,
AL GRITO DE REVOLUCIÓN SOCIAL.
FUERTE UNIDAD DE FE Y DE ACCIÓN
PRODUCIRÁ LA REVOLUCIÓN
NUESTRO PENDÓN UNO HA DE SER
SOLO EN LA UNIÓN ESTÁ EL VENCER.

Gostaram? Eu sei que não canto lá muito bem, mas a canção é bonita, tem a beleza dos impossíveis, dos que tudo quiseram e tudo perderam. Estar do lado certo da história, que coisa tão prosaica, bom é estar com os que perdem. Estou certo que concordam comigo. Fail better, etc., o Beckett é que a sabia toda, o ganda maluco.
Mas deixem-me dizer que acho mal, muito mal, que vocês tenham fechado isto sem ao organizar uma festa de despedida. Que é que vos custava? Uns bolinhos de bacalhau, meia dúzia de cervejas, um digestivo charro… Forretas!
Mesmo assim, foi bom enquanto durou, não vou dizer que não. Não terei sido dos frequentadores mais assíduos, mas raramente passava mais de três dias sem vir cá dar uma espreitadela. Havia sempre coisas para ver? Claro que não, mas sempre é melhor do que ficar em casa, a curtir a neura. Agora, não sei. Resta ainda o Blogame Mucho e … que mais? Sei lá. Blogues de direita não frequento, nem sequer para me rir. Os blogues literários parecem todos feitos por donzelas, e eu para donzelas já dei, quando tinha quinz’anos. Assim, ficamos todos um pouco mais sozinhos, o que também não é mau.

Bom, isto aqui tá animado (o solipsismo dá sempre bom ambiente, é infalível), mas começo a ficar com fome. Se não se importam, vou ali abaixo à pizzaria ver se arranjo qualquer coisa pra comer. Depois, se não tiver melhor programa, talvez ainda apareça por cá hoje. Pode ser que entretanto chegue alguém.

Publicado por: Nosferatu em novembro 28, 2005 09:49 PM

Bom, isto continua muito morto, o que para um vampiro se torna algo de bastante monótono, assim, vou-me embora. Até amanhã.

Publicado por: Nosferatu em novembro 29, 2005 01:31 AM

Isto está a correr bem...depois do fim do barnabe, agora a vez do BdE heheheeh

Publicado por: Quim Próprio em novembro 30, 2005 03:38 AM

Quantas vezes é preciso pedir para que não apagues comentários ?
O tique da censura é incrivel.... incomoda-te assim tanto ?

Pega lá mais um pá lápide ..
Os vossos amigos socialistas do mais alto calibre....
For you to understand what is happening here in Venezuela, just
> > yesterday our automatic voting system, which uses fingerprint
> > automatic facilities, is prepared to know who voted, for whom he
> > voted and so on.
> >
> > So opposition leaders are quiting to go to elections, because what is
> > elections for without any secret at all.
> >
> > Best, Jose

" A.M.
Mora y Leon at Publius Pundit reports the breaking news that all political
parties except for Hugo Chavez' MRV party have withdrawn from the upcoming
December 4th elections because "the electoral setup is utterly tainted. It
lacks transparency, it lacks secrecy and it lacks integrity." There's more
from the AP:

"Under these circumstances, we cannot participate in the electoral
process," Democratic Action Secretary-General Henry Ramos told reporters.
"We propose the suspension of the process next Sunday. We cannot go on
like this."


Que belo exemplo de socialismo moderno ......porrrrrraaaaaaa, eu não digo que a vossa onda é perigosa ????

Publicado por: Afonso Henriques em novembro 30, 2005 02:53 PM

Porra!! Estava a ver que nunca mais... é caso para dizer:"nem o pai morre, nem a gente almoça"!

Publicado por: Carlos Tavares em dezembro 1, 2005 09:31 PM

Participem e comentem nesta comunidade portista.. ker seja portista ou nao.. importante e participar... ajude esta comunidade a crescer...

http://www.setbb.com/phpbb/fcp.html

Publicado por: Rui Guedes em dezembro 7, 2005 11:14 PM

"Documentos mantidos em segredo pela Polícia Federal do Brasil revelam que a Al Qaeda, de Osama bin Laden, ordenou a execução de um atentado no Brasil.
O alvo da ação seria a estátua do Cristo Redentor, um dos símbolos mais conhecidos do Rio de Janeiro. Bin Laden destacou dois mujahedins para o seqüestro de um avião que seria lançado contra a \"estátua-símbolo dos infiéis cristãos\". "

-Os registros da Polícia Federal dão conta de que os dois terroristas chegaram ao Rio no domingo, 5 de setembro, às 21h47m, num vôo da Air France.

A missão começou a sofrer embaraços já no desembarque, quando a bagagem dos muçulmanos foi extraviada,seguindo num vôo para o Paraguai.

Após quase seis horas de peregrinação por diversos guichês e dificuldade de comunicação em virtude do inglês ruim, os dois saem do aeroporto, aconselhados por funcionários da Infraero a voltar no dia seguinte, com intérprete.

Os dois terroristas apanharam um táxi pirata na saída do aeroporto, sendo que o motorista percebeu que eram estrangeiros e rodou duas horas dando voltas pela cidade, até abandoná-los em lugar ermo da Baixada Fluminense. No trajeto, ele parou o carro e três cúmplices os assaltaram e espancaram. Eles conseguiram ficar com alguns dólares que tinham escondido em cintos próprios para transportar dinheiro e pegaram carona num caminhão que entregava gás.

Na segunda-feira, às 7h33m, graças ao treinamento de guerrilha no Afeganistão, os dois terroristas conseguem chegar a um hotel de Copacabana. Alugaram então um carro e voltaram ao aeroporto, determinados a seqüestrar logo um avião e jogá-lo bem no meio do Cristo Redentor. Enfrentam um congestionamento monstro por causa de uma manifestação de estudantes e professores em greve - e ficaram três horas parados na Avenida Brasil, altura de Manguinhos, onde seus relógios são roubados em um arrastão.

Às 12h30m, resolvem ir para o centro da cidade e procuram uma casa de câmbio para trocar o pouco que sobrou de dólares. Recebem notas de R$ 100 falsas, dessas que são feitas grosseiramente a partir de notas de R$ 1. Por fim, às 15h45m chegam ao Tom Jobim para seqüestrar um avião. Os pilotos da VARIG estão em greve por mais salário e menos trabalho. Os controladores de vôo também pararam (querem equiparação com os pilotos). O único avião na pista é da Transbrasil, mas está sem combustível. Aeroviários e passageiros estão acantonados no saguão do aeroporto, tocando pagode e gritando slogans contra o governo.
O Batalhão de Choque da PM chega batendo em todos, inclusive nos terroristas. Os árabes são conduzidos à delegacia da Polícia Federal no aeroporto, acusados de tráfico de drogas, que tiveram plantados papelotes de cocaína nos seus bolsos.

Às 18 horas, aproveitando o resgate de presos feito por um esquadrão de bandidos do Comando Vermelho, eles conseguem fugir da delegacia em meio à confusão e ao tiroteio.

Às 19h05m, os muçulmanos, ainda ensangüentados, se dirigem ao balcão da VASP para comprar as passagens.
Mas o funcionário que lhes vende os bilhetes omite a informação de que os vôos da companhia estão suspensos. Eles, então, discutem entre si: começam a ficar em dúvida se destruir o Rio de Janeiro, no fim das contas, é um ato terrorista ou uma obra de caridade. Às 23h30m, sujos, doloridos e mortos de fome, decidem comer alguma coisa no restaurante do aeroporto.
Pedem sanduíches de churrasquinho com queijo de coalho e limonadas.
Só na terça-feira, às 4h35m, conseguem se recuperar da intoxicação alimentar de proporções eqüinas, decorrente da ingestão de carne estragada usada nos sanduíches.
Foram levados para o Hospital Miguel Couto, depois de terem esperado três horas para que o socorro chegasse e percorresse os hospitais da rede pública até encontrar vaga. No HMC foram atendidos por uma enfermeira feia, grossa, gorda e mal-humorada.
Debilitados, só terão alta hospitalar no domingo.

Domingo, 18h20h: os homens de Bin Laden saem do hospital e chegam perto do estádio do Maracanã.
O Flamengo acabara de perder para o Paraná Clube, por 6x0. A torcida rubro-negra confunde os terroristas com integrantes da galera adversária (que havia ido de Kombi ao Rio) e lhes dá uma surra sem precedentes. O chefe da torcida é um tal de \"Pé de Mesa\", que abusa sexualmente deles.

Às 19h45m, finalmente, são deixados em paz, com dores terríveis pelo corpo, em especial na área proctológica.
Ao verem uma barraca de venda de bebida nas proximidades, decidem se embriagar uma vez na vida (mesmo que seja pecado, Alá que se %!@$&@#).
Daí.. tomam cachaça adulterada com metanol e precisam voltar ao Miguel Couto. Os médicos também diagnosticam gonorréia no setor retofuricular inchado (Pé de Mesa não perdoa!).

Segunda-feira, 23h42m: os dois terroristas fogem do Rio escondidos na traseira de um caminhão de eletrodomésticos, assaltado horas depois na Serra das Araras.
Desnorteados, famintos, sem poder andar e sentar, eles são levados pela van de uma Ong ligada a direitos humanos para São Paulo.
Viajam deitados de lado. Na capital paulista, perambulam o dia todo à cata de comida. Cansados, acabam adormecendo debaixo da marquise de uma loja no Centro. A Polícia Federal ainda não revelou o hospital onde os dois foram internados em estado grave, depois de espancados quase até a morte por um grupo de mata-mendigos.

O porta-voz da PF declarou que, depois que os dois saírem da UTI, serão recolhidos no setor de imigrantes ilegais, em Brasília, onde permanecerão até o Ministério da Justiça autorizar a deportação dos dois infelizes, se tiver verba, é claro. Os dois consideraram desnecessário terrorismo no Brasil e irão sugerir um convênio para realização, no Rio e São Paulo, de treinamento especializado em \" CAOS SOCIAL \" para o pessoal da Al Qaeda.

Foi na França que falaram em caos social ? ou terá sido subversão ?
Tem coisa que não pega no Brasil...

Publicado por: Extrema Unção em dezembro 10, 2005 05:01 PM

Cavaco e Jerónimo, os extremos que se tocam, o debate.


Um debate emotivo se assistiu principalmente devido a estratégia bem elaborada de alinhamento da questão por parte dos Jornalistas concretizando perguntas eventualmente e hipoteticamente para os visivelmente adormecidos Candidatos de esquerda ou de direita e “espelhares”…ou seja…perguntas deterministas de direita a Jerónimo e vice versa …uma vez vez mais potenciada a benigna provocação inquisitória de quem e por bem se quer sentar no mais alto cargo da Nação.


Cavaco denotava um nervosismo anormal ou até sintomático e que bem patente na “ prorroguerativa” de procurar um suposto concreto argumentar e quando confrontado com o espelho “lírico” e inócuo de esquerda este, se viu aparentemente e bem e também relativamente acomodado (os extremos vazios se tocam) a quando do dialogo anual sindical com a U.G.T que pelos vistos saiu bem prejudicada.Que dialogo sindical em preludio se nos apetece dizer e que quase em coro nos resolveriam os problemas no seu cerne e pela aparente almofadada cadeira que estes almejam? Que liricismo de funcionário Publico de topo estes desenganadamente falam a quando da ostentação da sua pseudo-cuidada e diga-se hipotética postura politicamente correcta, esta, bem ausente de Presente Realidade Politica e também nas suas mais variadas vertentes, se manifestam no velho “discurso de baú”…(palavras de Cavaco).O Oraculo do presente Cavaquismo desmascarado e que os Portugueses tão bem reconhecem e facilmente entendem a quando do olhar e entendimento actual lato atento.

~

Cavaco respeita todos os sindicalistas…julgo ter ouvido bem, tão bem quanto isso ser um lugar comum, que se frise ou então a volatilidade esquerda direita será um vil abstraccionismo cómodo, definitivamente pelas palavras dos ditos será.O referencial Presidencial que estes preconizam e que estes pretendem ser também o ensejo de cadeira, ou será segundo o nosso entendimento o ocaso da cadeira que em quase forma de mofo Presidencial eventualmente é necessário ter em atenção o mal representado e desnecessário Presidenciavel, este, poderá pecar ou até a cassete de direita ou será da (espelhar” esquerda, em pseudo-oposição de fase se palra logo ali,(…) no confronto tão cómodo quão claudicavel dependente da tão necessária e pertinente aplicável interpretação.Cavaco, este, o Fóssil de direita desactualizado nos fala de inflação ou de betão exactamente ao mesmo nível e da mesma forma que nos revela a sua forma insípida de imprimir e na sua qualidade de Professor uma “teologia inócua aportuguesada” em forma de ideologia de Direita bem ortodoxamente e diga-se em abono da verdade, foleira e do ponto de vista politico, pimba, no sentido pejorativo, esse.

Ao nível do concreto, nos fica um amargo de boca em este debate na medida que o dialogo estrutural quer seja com sindicatos ou demais entidades e instituições ou até do parcamente focado o especificamente poder executivo e judicial, no seu cerne o subestimado fiscalizaste da também comprovada danosa Social Democracia em advento Cavaquista que Cavaco fundamentalmente mal geriu e desbaratou vilmente tendo também em conta o paradigma da conjuntura especialmente favorável na altura, em ambiente Cavaco “patinou” largamente e nos demonstrou claramente a sua de fundo lacuna estrutural na também paridade ou equilíbrio de facções sacro ancestrais feminino masculinas ou masculino femininas em equilíbrio, muito ténue, o presente nessa "inconsciencizada" matéria e por ambas as partes.

Cavaco prontamente se revelou na proporcional lucidez benigno inquisidora jornalística na medida em que este foi descoberto ou ostentadamente pertinente apontado ou descoberto ou até se quiserem constituído real réu pela delapidação “MOR” do estado através da sua demanda privatizante e Jerónimo, bem, este, resignado e encolhendo os ombros apenas disse…pouco mais haverá para privatizar acentuando a dificuldade crónica e estrutural do PC que mais adjacente na tradição do que até no negocial pragmático raciocínio social a “Concertação” negociante nos revela o ocaso bafiento de uma esquerda veladamente acente em padrões Estalinistas tipo comités centrais (com letra pequena)… depreciativamente iluministas de um Portugal de Ancora ideológica.

Cavaco entra em curto circuito em questões ambientais e também em questões energéticas, Nuclear ou alternativas, questões que em articulação com a nossa Portugalidade se revelam de pertinente abordagem ou discussão em Presente Futuro imediato.Jeronimo idem e acomodado em postura de Gabinete de fundamentalismo de esquerda em vociferação tipo “voz do operário” a (preto e branco) desactualizada e infelizmente desprovida de real conteúdo de esquerda, fruto também de perversão partidária estrutura obsoleta que este conscientemente representa (a ter em atenção) e que nos revela a sua suposta visão tradicionalista e estagnada em termos de “direitos liberdades e garantias”…a romaria incipiente inócua do discurso proletariado, patronato, luta de classes…que necessária de actualização pela esquerda emergente e clarividente na proporção de visão de discurso e acção efectiva tal como e por exemplo nos surpreende a Candidatura Presidencial de Manuel Alegre.


Cavaco nos mostra revivalistas lugares políticos comuns e Jerónimo, bem, Jerónimo, este não aprendeu rigorosamente nada desde a sua Quixotesca incursão presidencial, qual arauto da já afónica encardida, o animismo ideológico que pairante felizmente não resulta na regressão efectiva da esquerda.Cavaco prepotentemente nos afronta com aquele ar de tutor neo-democrata, este, é também a personificação do Portugal velho e que urge reciclar.

Jorge Batista de Figueiredo



Publicado por: J.B.Figueiredo em dezembro 14, 2005 12:54 AM

Esta coisa dos bons blogs acabarem tem de acabar, caraças!

Publicado por: Nãtenhonome-enãmeapeteceter em dezembro 14, 2005 02:30 AM

Dá que pensar. Rua, porta, luz.

Publicado por: antunes em dezembro 14, 2005 07:03 PM

'Cavaco explicava há dias - não garanto que por estas exactas palavras - que o país precisa de inovação, imaginação, ousadia e sentido do risco.
Nem mais: sabe sempre bem constatarmos que há alguma coisa em que concordamos com os nossos oponentes.
Porém, a ser assim, a gente pergunta-se se Cavaco se imagina a si próprio com essas qualidades.
Inovação? Há quantas décadas terá ele inovado pela última vez, nem que fosse só ao nível do discurso?
Imaginação? Bom, bom, cuidadinho para não sair asneira...
Ousadia? Tal como, por exemplo?...
Sentido do risco? Teremos o mesmo dicionário?
Inovação, imaginação, ousadia e sentido do risco - eis, pois, o que recomenda o professor Cavaco. Que é como quem diz: votem Soares'
- João Pinto e Castro

Publicado por: Albert Lecats em dezembro 18, 2005 05:38 PM

Um Santo e Feliz Natal para esta casa.
Zecatelhado

Publicado por: zecatelhado em dezembro 24, 2005 10:00 AM

Pouco antes de acabar, um mebro do Blog de esquerda questionava-se sobre a virulência dos comentários contra os blogues de esquerda em relacção aos da direita.
Curiosamente, hoje, com as presidenciais, com a lta fraticida na esquerda, vislumbrei finalmente a explicação.

Publicado por: Carlos Mendes em dezembro 28, 2005 10:19 PM