« TORRE DE PAPEL | Entrada | PRESIDENCIAIS: TUDO OU NADA? »

outubro 27, 2005

A LUZ É UMA COISA QUE SE AGARRA

Aconteceu há umas semanas.
Estava a Alice em cima da nossa cama, brincando com as rugosidades da manta verde, quando de repente um raio de sol entrou pela janela, filtrado pelas persianas parcialmente descidas. A luz muito dourada (era o fim da tarde) desenhou um rectângulo sobre os almofadões e a Alice, dentro da sombra, olhou para aquele prodígio com o ar fascinado dos bebés diante das primeiras coisas. Muito a medo, chegou-se ao caudal de luz, onde pairavam minúsculas partículas de poeira, e tocou-lhe com os dedos. O espanto adensou-se. Aparentemente sólida, a luz deixava que a pequena mão estendida da Alice a atravessasse. E ela, perplexa, insistia. Os seus dedos abriram-se e fecharam-se várias vezes, quase tão etéreos como as partículas de poeira.
Ao fim de um tempo, como é óbvio, desistiu. Recolheu-se à zona de sombra, olhando desconfiada para aquele bizarro e enganador foco luminoso, cada vez mais ténue com o aproximar da noite. Ficou na sombra, de novo obcecada com as rugosidades da manta verde. E sou capaz de jurar que os seus dedos brilhavam. Como se a luz, afinal, neles tivesse ficado presa.

Publicado por José Mário Silva às outubro 27, 2005 02:37 PM

Comentários

Belo. E que ela consiga voltar a essa perplexidade mesmo depois de já saber ler as palavras-fotões dos luminosos pais.

Publicado por: Valupi em outubro 27, 2005 04:53 PM

Bonito. E agora, imagino que vamos voltar às presidênciais.

Publicado por: virtuoso em outubro 27, 2005 06:11 PM

"Como se a luz, afinal, neles tivesse ficado presa".
E ficou, meu caro.

Publicado por: Informado em outubro 27, 2005 07:04 PM

E como deve ser maravilhoso descobrir essas coisas pela primeira vez... E depois tudo perde sabor...

Publicado por: Rui em outubro 27, 2005 07:11 PM

a magia está em preservar e conservar o sabor mesmo depois da descoberta.....lindo este texto! Parabéns.
Beijinho

Publicado por: Topazio2004 em outubro 27, 2005 08:41 PM

Há muito tempo que não lia uma coisa tão bonita!

Publicado por: toix em outubro 27, 2005 09:41 PM

(Belíssimo texto.)

Publicado por: João Pedro da Costa em outubro 27, 2005 09:42 PM

Belíssimo!!

Publicado por: TR em outubro 27, 2005 10:04 PM

Força, camarada Zé Mário, que de facto há coisas que realmente importam na vida.

Quanto ao resto, como diria a minha saudosa avó, de hora a hora Deus melhora.

Abraço,

Leonardo

Publicado por: Leonardo Ralha em outubro 28, 2005 12:15 AM

Junto-me ao elogio colectivo.

Faço votos que essa luz inspiradora te continue a iluminar a ela e a ti.

Um abraço

Publicado por: Luís Oliveira em outubro 28, 2005 01:43 AM

E depois a Lúcia serrana baratinável e os companheiros é que eram parvos ou foram na conversa da Virgem! Welcome back to the world of real illusion! What next? Hoje um raio de sol, amanhã um babygrow com vida própria a discutir contigo à mesa sobre as vantagens de dizermos publicamente que gostamos do Louçã quando a intenção escondida é a de votarmos no homem de Boliqueime.

Para alem da ternura que fica muito bem ao pai estremoso que não acredita em fenómenos paranormais porque parece mal entre intelectuais da esquerda progressista, malta desconfiada e irritante como eu também poderá ver nesta tua visão uma provocação estudada ao materialista Filipe Moura que não anda a render muito desde o célebre problema com o chuveiro.

E não te entristeças por ficares com vontade de rever, de duvidar dos ensinamentos científicos que andaste a absorver desde cachopo. Com reservas, também eu acredito no pai Sol e na mãe Água, na Reencarnação, na Vida depois da Vida e nos poderes do ouro monoatómico e transmutação artificial dos valores da bolsa em poder político ao serviço das bailarinas das sociedades secretas. E prepara-te: quando fores da minha idade e pelo caminho que as coisas levam, os raios de sol poderão ser os mesmos, mas terás montes de fraldas para mudares ao estilo da primeira geração de avós politicamente correctos e muito obedientes ao governo central.

Publicado por: Bomba em outubro 28, 2005 10:13 AM

Tens uma promissora cientista na família! :-) Parabens!
Quem não tem crianças talvez não perceba isto, mas cada dia que passa, há uma coisa nova que eles descobrem, há uma nova habilidade que conseguem fazer.
Aproveita estes dias, porque eles não voltam.

Publicado por: Marco Oliveira em outubro 28, 2005 10:18 AM

Metadiálogos da Lareira (II)

-- Ó, avô, o que é uma economia medíocre?
.
-- Uma economia medíocre é uma economia que consegue existir sem o avô a interferir nela!... Mas a partir de Janeiro, se o vovô for eleito, vamos ter interferências todos os dias!...
.
-- Mas não foi isso que a senhor professora me ensinou lá na escola...
.
-- Não se diz "escola", diz-se "colégio". Então, o que é que a senhora professora te ensinou no colégio?...
.
-- A senhora professora disse-me que uma economia medíocre era aquela onde as indústrias não produziam nada que se conseguisse vender lá fora, onde as pessoas eram obrigadas a importar tudo o que gostavam de comprar, e que os importadores ganhavam muito dinheiro com as taxas que punham em cima do que as pessoas compravam, e que como as pessoas continuavam a ganhar muito poucochinho, eram obrigadas a ir pedir muito dinheiro aos bancos, a juros altíssimos, e que os bancos gostavam muito de que as pessoas lá fossem pedir dinheiro, porque assim havia muito dinheiro a circular e eles podiam dar-lhes mais disfarçadamente o dinheiro que outras pessoas da economia paralela lá depositavam...
.
-- Qual economia paralela, filho!!!???...
.
- Vô, ela diz que é o dinheiro do tráfico da droga, dos paraísos fiscais, do tráficos dos imigrantes, da prostituição, das armas, da construção civil, do Futebol, e ela diz que assim o país vai acabar depressa, e que isto só é resultado do rumo que as coisas tomaram durante THE GREAT PORTUGUESE DISASTER...
.
- The Great quê!!???...
.
-- Diz ela que foi o período entre 1985 e 1995, em que o vovô foi...
.
-- MARIA TU ÓVISTES ISTO!!!???... QUANTAS VEZES EU QUE JÁ TE DISSE QUE SE TEM DE PÔR MÃO NO QUE ENSINAM AOS GAROTOS NA ESCOLA!!!!????...

Publicado por: Arrebenta em outubro 28, 2005 11:08 AM

O ZM transcende-se quando fala da sua Alice. Lindo!

Publicado por: francisco curate em outubro 28, 2005 12:07 PM

Bomba:
LOL.
Mas podes ficar descansado: nunca na vida votarei no Prof. de Boliqueime (safa!). Quanto mais não fosse, porque me lembro bem demais da década 1985-1995 e da arrogância dos cavaquistas.
E não, não acredito mesmo em fenómenos paranormais (a não ser que consideres o amor de um pai pela filha um fenómeno paranormal).
E não, não quis provocar o Filipe (ele não precisa de provocações).
E olha que essa dos «ensinamentos científicos que andaste a absorver desde cachopo» nem anda assim tão longe da verdade, como o curso de Biologia que conclui (para logo o deixar numa espécie de limbo, é certo) testemunha.

Publicado por: José Mário Silva em outubro 28, 2005 12:50 PM

Zé Mário,


Não acreditas em fenómenos paranormais porque se calhar nunca te deste ao trabalho de ler nada realmente científico sobre o assunto. Acontece a muita gente com bom coração como tu, e ainda mais àqueles que ainda andam a pensar que Marconi foi o pai da radiofonia. Um background de biólogo arrependido? Essa é de rachar. Parabéns! e viva o luxo das pessoas que tiram cursos e os arrumam nas gavetas. Quem diria, num homem que passa os tempos livres a mostra-nos Canalletos e Tintorettos!

Publicado por: Bomba em outubro 28, 2005 04:55 PM

Bomba:

Só "arrumei" o curso porque não vislumbrava saídas profissionais e porque entretanto já tinha sido infectado pelo "vírus" do jornalismo. E não foi um luxo. Fiz quase metade do curso na condição de trabalhador-estudante.
Além disso, não mostro só Canalettos e Tintorettos. Já aqui dei a conhecer, por exemplo, o esplendor das diatomáceas.
:)

Publicado por: José Mário Silva em outubro 28, 2005 05:28 PM

Bom texto do Arrebenta que desmascara o mito do Cavaco, "o competente". De facto competentes como ele que levaram o país para a desastrosa situação em que está hoje, são mais que as mães, mas foi o Cavaco que iniciou esta prática legislativa anticonstitucionalmente, e que desmontou a máquina fiscal que atempadamente lhe poderia pôr cobro.

Publicado por: Margarida em outubro 29, 2005 09:20 AM

afinal kem è k tomou a maior percentagem de LSD DE VOCÊS TODOS

Publicado por: bruno em novembro 8, 2005 08:53 PM