« MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA NUM MEIO LITERÁRIO MINÚSCULO | Entrada | 42 »

outubro 12, 2005

E ASSIM AVANÇA A IMPRENSA PORTUGUESA

Primeiro, chegou a notícia da saída de José António Saraiva da Direcção do "Expresso", quem sabe se para melhor perseguir o seu sonho de uma nova capital para Portugal.
Agora, é a vez do indescritível e imprevisível Jacques Rodrigues dar o que parece ser uma machadada fatal na sua "Focus": o despedimento de grande parte da redacção tem todo o ar de sentença de morte. Aliás, há quem garanta que só as penalidades previstas no contrato com a "Focus" alemã impedem o patusco empresário de encerrar esta revista de vez...

Publicado por Luis Rainha às outubro 12, 2005 07:57 PM

Comentários

Em verdade te digo, Luís, que o Jacques Rodrigues será, provavelmente, o maior ogre de todo o tecido empresarial português.

Um abraço para os camaradas que agora enfrentam a nova estratégia da Impala. Sobretudos aqueles com quem partilhei o infortúnio das ilusões perdidas entre Setembro de 1999 e Outubro de 2000, procurando fazer da "Focus" uma alternativa válida à “Visão".

Coragem e até à vitória .

Publicado por: Leonardo Ralha em outubro 13, 2005 01:42 AM

Grande post (E ELE NÃO É UM KUBITSCHEK)! Sobre o JAS, ver mais este post é impagável...

www.teoriadasuspiracao.blogspot.com

Publicado por: Saraivista em outubro 15, 2005 12:43 PM

espece de pd de ta race

Publicado por: mehdi em outubro 18, 2005 02:13 PM

espece de pd de ta race

Publicado por: mehdi em outubro 18, 2005 02:13 PM

espece de pd de ta race

Publicado por: mehdi em outubro 18, 2005 02:13 PM

Pois, de patusco não tem nada. Ogre, isso mesmo, ogre, que bem metida.

Publicado por: catu em abril 5, 2006 06:30 PM