« HAJA TENTO | Entrada | OS SUSPEITOS DO COSTUME »

outubro 05, 2005

MUDANÇA DE ESTILO

A direita está preocupada com o "descalabro" a que chegou "o sistema". É que os escândalos aparecem escarrapachados nos jornais, apesar de apenas resultarem em publicidade positiva para os prevaricadores. Mas ah! como era bom que estas coisas se passassem entre elites de perfume senatorial. Nem chegaria a haver escândalos, e tudo se resolveria numa fitinha por alturas de alguma efeméride, numa comenda... a populaça ainda ficaria agradecida.

Publicado por tchernignobyl às outubro 5, 2005 08:36 PM

Comentários

A direita está preocupada? Então ainda bem... espero é que a esquerda também o esteja. Quem te ouve falar até pode julgar que tem sido a "direita" a governar Portugal desde o 25 de Abril.

Qual é o escândalo que estás a falar? Da Fáti de Felgueiras? Da Eurominas? Da Fundação Soares? Dos jobs for the friends? Das reformas milionárias de políticos de todos os partidos que as acumulam com cargos de gestores em diversa empresas públicas?

Eu, como a maioria da minha geração fomos sujeitos a um ensino redutor de cariz maxista e, segundo me "ensinaram", as elites são de esquerda, logo, não compreendo de que elites estás a falar. Podias ser mais claro?

http://geracao-rasca.blogspot.com

Publicado por: André Carvalho em outubro 5, 2005 09:47 PM

é revelador o "daltonismo" que afecta a cuidadosa lista que elaboraste.
então e os outros casos, a vargem seca, os isaltinos e o resto?
e o caso eurominas? os advogados são afectos ao PS, mas os clientes que lhes pagam também são de esquerda?
De qualquer forma, o que preocupa a direita é a "peixeirada", não é a corrupção.
o que podes aproveitar para explicar de caminho é o que queres dizer com "ensino redutor" e de "cariz marxista".

marxista"? poderias tamb

Publicado por: tchernignobyl em outubro 5, 2005 09:56 PM

Caro tche,

O "daltonismo" que referes foi obviamente propositado, pois esses tais escândalos que referes não têm cor política como queres fazer crer no teu post. Foi uma forma de te fazer abrir os olhos.

No caso eurominas (mero exemplo) não sei qual é a cor política dos que pagaram... mas aparentemente deram-se muito bem com os do PS.

Quanto ao "ensino redutor" de cariz marxista que refiro, está patente no teu post, pois falas de uma "direita" sem sequer saberes o que é a "direita". Ensinaram-te na escolinha que a direita são os capitalistas, os exploradores, etc. Cito-te: "o que preocupa a direita é a peixarada, não é a corrupção". Eu provavelmente sou de direita, pois sou liberal e não sou populista. Populista é quem mete uma tal de "direita" toda no mesmo saco, ou toda a "esquerda" noutro saco.

Ainda nem o teu Marx era nascido e já os liberais já tinham efectuado duas revoluções onde os valores, igualdade, liberdade e fraternidade ganharam uma dimensão nunca vista.

Se ser de direita é não ter a tua visão redutora... então sou de "direita".

Caso queiras discutir mais este assunto, sugiro que o faças por e-mail, porque não me quero sujeitar a que me retires os meus comentários daqui, dando a entender a quem nos possa ler que não respondi ou não tive argumentos para responder. Argumentos é coisa que não me falta, e não gosto de deixar ninguém sem resposta.

http://geracao-rasca.blogspot.com

Publicado por: André Carvalho em outubro 5, 2005 10:59 PM

não és o primeiro a tentar "abrir-me os olhos", está descansado.
e nem sequer és original no teu problema com o "cariz marxista" coisa que nem sabes com certeza definir mas que papagueias de forma rigorosamente "independente" de ideologias que mais uma vez, malfadado "deja vu", passa sempre pela denúncia do putativo marxismo do nosso sistema de ensino.
para continuarmos a discutir vê se te defines ou és de direita ou és "provavelmente" de direita, ou se és de direita por exclusão de partes.
e de ppeferência nos comentários claro, o que te deu na cabeça para sugerires que te apagaria os comentários? achas-me com cara de "liberal"?

Publicado por: tchernignobyl em outubro 5, 2005 11:32 PM

Não te quero abrir os olhos nesse sentido, pois cada um sabe da sua vida e acredita no que quiser. Não tenho os teus preconceitos caro tche.

Quanto ao "cariz marxista"... tenho no minimo a mesma "escola" que tu tens, por isso o especialista em papagueiar sobre coisas que desconhece totalmente parece-me ser evidente que é o tche.

Podes também estar descansado (e eu também) pois estou bastante longe de pensar que és Liberal... acho-te até bastante Conservador.

http://geracao-rasca.blogspot.com

Publicado por: André Carvalho em outubro 5, 2005 11:52 PM

bons silogismos...como tens a mesma "escola", é evidente que quem papagueia é o tchern...
quanto ao resto descansa que sou suficientemente liberal para achar que podes pensar o que muito bem te assome à mona, e de persistires neste joguinho pueril "tu tens preconceitos, tu és conservador, eu sou liberal...". Cansativo e já visto.
Foda-se, não tens mesmo nada mais de substantivo a dizer sobre este assunto? é que parecendo que não, amanhã é dia de trabalho e não estou para perder outra noite a discutir com atrasados.

Publicado por: tchernignobyl em outubro 6, 2005 12:01 AM

Para ti é "cansativo e já visto", para mim é (pelo teus posts)completamente "evidente".

Eu é que poderia (se quisesse)ficar à espera que viesses a ter algo mais substancial para dizer, contudo, a tua "ironia" sobre a preocupação da direita com o descalabro a que chegou o sistema, é que é infelizmente "cansativa", "já vista" e enganosa.

Caro tche, eu também não gostaria de perder a noite a discutir com atrasados.

http://geracao-rasca.blogspot.com

Publicado por: André Carvalho em outubro 6, 2005 12:32 AM

Tchern,

o "como era bom que estas coisas se passassem entre elites de perfume senatorial" nem é lá muito justo de apontar à direita, mas essencialmente aos personagens "grados e respeitáveis" do regime bloco-centralista. Aqui há uns meses, em reunião com uns deputados de uma comissão parlamentar, socialistas e sociais-democratas, a propósito de uma exposição que fiz com alguns cidadãos por causa de um diploma em discussão, disse-me um dos "senadores": "Sabe, isto da TV parlamento é uma chatice!... temos de andar mais pelo hemiciclo para mostrar a platéia cheia às câmaras em vez de trabalharmos intensamente nos gabinetes e comissões". Quer-se dizer, nos corredores, com os amigos, às palmadinhas...agora isto da transparência, da visibilidade, é uma chatice!

Quer-me parecer que, ao contrário, a direita mais cínica, mas também a esquerda mais radical, fracos entusiastas da democracia "burguesa" até vêm com agrado que os recentes escândalos vão rebentando fora do ambiente de incenso do cenotáfio em que se converteu esta terceira república. Quanto pior melhor...


Publicado por: gibel em outubro 6, 2005 01:50 PM