« FORÇA DA GRAVIDADE | Entrada | 11.09.2001 »

setembro 10, 2005

FORÇA DA GRAVIDADE (2)

O Luisão é muito mais alto do que o Liedson.
Ou, se quiserem, o Liedson é muito mais baixo do que o Luisão.
Os dois — Liedson e Luisão — saltaram ao mesmo tempo.
O Luisão, estando à frente do Liedson, tirou-lhe a possibilidade de ver a bola no seu trajecto desde o pé de Rodrigo Tello até ao chamado "coração da área".
Lá no alto, com alguma displicência, Luisão deixou a bola passar.
Cá em baixo, por instinto, Liedson preparava já o movimento do pescoço, em rotação, que daria à bola o impulso necessário para se dirigir como uma bala para o canto mais distante da baliza de Moreira.
O resto foi o que se viu.
Dito de outro modo: o resto foi aquilo que os comentadores costumam classificar como "justiça no resultado".

Publicado por José Mário Silva às setembro 10, 2005 11:58 PM

Comentários

Só é pena, pena severa, não haver um Liedson que obtivesse resultados na justiça.

Voltando ao gramado, o Wender promete. Um quarteto com o Wender à esquerda, Douala à direita, Liedson com Pinilla no centro e Moutinho a servi-los, seria, está bem de ver, um quinteto. Violinos opcionais.

Publicado por: Valupi em setembro 12, 2005 01:47 PM