junho 23, 2004

O NASCIMENTO DE UMA GRANDE MEDIDA SOCIAL

Numa operação de alto risco, os nossos operacionais conseguiram infiltrar-se na reunião do Conselho de Ministros onde foi congeminada a "discriminação positiva", no que toca aos passes sociais. Aqui está, em rigoroso exclusivo, o conteúdo da gravação resultante:

(CR) – Imaginem vocês que os chupistas das empresas de transportes públicos agora querem mais dinheiro para continuarem a aceitar os passes sociais.
(JLA) - Mas o que é isso do passe social?
(MS) - Ó pá, é aquilo que os pobgues usam para andar de autocago e de metgo...
(CR) - Lá vamos ter de largar mais umas coroas para subsidiar ainda mais essa maltosa...
(MFL) -Vocês devem estar é parvos! Já me obrigaram a engolir aquele disparate dos submarinos; agora enterrar mais dinheiro nos transportes do povaréu... isso é que nunca!
(PP) – Importam-se de deixar o meus submarinos em paz? Os gajos da NATO é que são uma caterva de imbecis; quando começarmos a torpedear as traineiras dos espanhóis e os barcos de refugiados de Marrocos, logo vão ver como faziam falta!
(JLA) – Calem-se aí, que eu estou a ter uma ideia genial! E se cortássemos o acesso a esses passes ao pessoal que ganhe mais que o ordenado mínimo? Assim, pagávamos menos compensações às empresas e ainda podíamos anunciar que estamos a ajudar quem mais precisa!
(MS) – Ó Zé Luís: esse esquema é fabuloso! Nem pegcebo como é que te chamam Foguest Gump, aqui no PSD...

(PP) – É bem visto, sim senhora. Faz-me lembrar... como é que se chama aquela coisa com que os americanos acalmam a minorias deles?
(MFL) - "Affirmative Action"?
(JLA) - "Acção Afirmativa"... Hmmm... não é lá muito chamativo, pois não?
(PP) - E que tal "Discriminação Positiva"? Até tem a ver com o nosso "Portugal Positivo"...
(CR) - Essa é porreira: dá a ideia que estamos a fazer algo pelos mais necessitados, em vez de estarmos é a cortar os passes a montes de malta!
(BF) - E se o pessoal com dinheiro começa a reclamar que também tem direito a passes baratos, uma vez que paga mais impostos? Sabem, fartámo-nos de falar no tal princípio do utilizador-pagador...
(Gargalhada generalizada)
(MFL) - Ó Bagão, você é mesmo um ponto! Então acha que alguém com dinheiro se sujeita a andar nos nossos transportes públicos?
(Voz inidentificável) – O gajo deve pensar que vive na Suécia...
(Som de porta a abrir-se)
(DB) – Ora bom dia, senhores; folgo em vê-los tão divertidos!
(MS) – Bom dia, patgão! Alegue-se, que acabei de ter uma ideia de agomba; não tagda nada, o povo vai adogá-lo outga vez!

Publicado por Luis Rainha em junho 23, 2004 01:02 PM | TrackBack
Comentários

É a medida mais estúpida possível, simplesmente. Não só atribuem uma ninharia do OE para o sistema de transportes como ainda burocratizam e desincentivam a utilização dos transportes públicos.

Afixado por: Luísa Alexandra Franco em junho 23, 2004 02:17 PM

Custo total do Euro 2004: 806,8 milhões de euros.
Contributo para o PIB do Euro 2004: 0,08 pontos percentuais.

Afixado por: kandimba em junho 23, 2004 02:25 PM

Este gajo escreve bem, isso é um facto!

Afixado por: Rogério da Costa Pereira em junho 23, 2004 02:34 PM

LOL!

Afixado por: José Mário Silva em junho 23, 2004 03:48 PM

Excelente "post".Do melhor que já li.
O humor é uma arma poderosa contra a estupidez.
A obsessão estúpida de poupar.
Sem rasgo, sem capacidade de encontrar novos caminhos, deliciam-se a estilhaçar tudo o que são direitos e regalias do zé povinho.
Reduziram também a comparticipação do crédito jovem à habitação (cujo acesso cessou há muito e que cessa aos 30 anos para quem ainda está a usufruir)
Este governo está recheado de Foguest Gamps. Embora, é certo, uns mais autênticos que outros.

Afixado por: xavier em junho 23, 2004 04:16 PM

Xavier: o seu a seu dono.
Este post está brilhante e é um facto que a medida aqui parodiada merece críticas. Também é um facto que foi este Governo que acabou com o acesso ao crédito jovem (eu fui um dos prejudicados).
Mas a redução da comparticipação não foi uma iniciativa do Governo, é uma consequência automática da forma como as taxas são indexadas e calculadas.
Há muito por onde bater nestes gajos, informem-se bem e não inventem.

Afixado por: Nuno Morais em junho 23, 2004 05:09 PM


alto post
passes sociais ... e os snorkelings de MS que já deve ter descoberto que os estádios do euro custaram o dobro do que vale cahora bassa (400 milhões EUR) - que é o meu estádio favorito.

Afixado por: xitizap em junho 23, 2004 06:37 PM

Irrito-me sempre quando vejo nas caixas de comentários coisas do género, venham espreitar a minha opinião sobre o assunto no meu blog... mas a verdade é que antes de vir aqui estive mesmo a postar sobre o assunto e não me apete repetir.

Em suma: depende do que for definido a ideia até poderia fazer sentido ou não (funciona noutros países com algum lógica) o problema é a indexação ao IRS num momento onde toda a gente sabe que o IRS não reflecte o que parte das pessoas realmente aufere.

Quanto ao humor, está óptimo.

Afixado por: Pedro Farinha em junho 23, 2004 10:45 PM

Estou como tu Pedro Farinha.
Mas aqui vai qualquer coisinha:
Como cada vez andamos mais de carro, embora lá dificultar a utilização dos transportes públicos. Belo incentivo, não há dúvida. Doutos Senhores, eleitos por alguns (poucos) que ainda não estão arrependidos da asneira, ganhem juízo e passem a fazer um exercício de modéstia: antes de decidirem, assumam por momentos que até as vossas mentes iluminadas podem ter lapsos e cometerem erros. É impossível cometer tantos erros e tantas injustiças como Vossas Excelências sem pensar que das duas uma: Ou são completamente e totalmente incompetentes ou então querem acabar com o nosso modelo de sociedade substituindo-o por um do género quero, posso e mando e se não te calas vais dentro.
A propósito, quando quisermos andar de autocarro, não podemos esquecer de trazer no bolso cópia do IRS autenticada pelas finanças, pois caso contrário seremos multados pelos fiscais que até podem achar que temos cara de ricos.
Estou farto de tanta estupidez e cupidez. Vocês foram eleitos para governar, resolver os problemas e fazer o nosso País avançar. Penso que está na hora de começarem antes que F..... esta M...... toda. Desculpem o desabafo.

Afixado por: geolouco em junho 23, 2004 11:46 PM
Comente esta entrada









Lembrar-me da sua informação pessoal?