« A VANTAGEM DO GRESSINO SOBRE OS CHIPS | Entrada | A MINHA CASINHA »

junho 26, 2005

CÍRCULOS UNINOMINAIS

Eis um problema político que importa discutir: a perspectiva de criação de círculos eleitorais uninominais. Como é evidente, esta ideia interessa apenas ao PS e ao PSD, únicos beneficiários de um eventual sistema bipartidarizado, à inglesa. O Pedro, do blogue A Ilha do Dia Antes, apela ao debate e já alinhavou alguns argumentos contra. Eu acrescentaria desde logo mais este: se a escolha ficar reduzida, na prática, a dois partidos quase siameses (com uma lógica de ocupação cíclica da administração pública pelos respectivos boys), o pouco que resta de empenhamento cívico e democrático dos eleitores desapareceria em três tempos, transformando de vez a política portuguesa no tal pântano metafórico de que Guterres supostamente quis fugir.

Publicado por José Mário Silva às junho 26, 2005 11:22 PM

Comentários

É óbvio que não é defensável o bipartidarismo, mas o sistema proposto parece conseguir escapar a esse efeito...

Publicado por: AA em junho 27, 2005 12:37 AM

(queria ter escrito "bipartidarismo"...)
:)

Publicado por: AA em junho 27, 2005 12:47 AM

AA, não me parece evidente que o sistema proposto escape a esse efeito, uma vez que não nos é dado acesso a qualquer proposta concreta.
É que a dimensão dos círculos - uninominais, distritais ou nacionais - é fundamental para prever os seus eventuais efeitos.

Eu defendo mudanças no actual sistema eleitoral (até já escrevi como itálico aqui no BdE sobre o assunto, resumindo o estudo "Diz-me onde votas, dir-te-ei quanto vales" sobre as Legislativas 2005).
Porém, acho que essas mudanças só devem ocorrer se for como diz a canção: "Se é para melhor está bem, está bem. Se é para pior, já basta assim".

E o pior, neste caso, é bipartidarizar o sistema eleitoral português.

Publicado por: Luís Humberto Teixeira em junho 27, 2005 11:54 AM

o parlamento ingle^s na~o esta' bipartidarizado. uma noite eleitoral em inglaterra vale por 10 em portugal. o dia por semana em que os deputados te^m que estar disponi'veis para ouvir os seus eleitores vale por 2 eleic,o~es em portugal. uninominais ja'!

Publicado por: pfig em junho 27, 2005 12:00 PM

Caro LHT,

Sobre a dimensão dos círculos já tive oportunidade de escrever... e concordo. A sua dimensão é um parâmetro crítico.

Sobretudo, sendo o mapa de circulos uninominais diferente do actual mapa autárquico ou distrital, convém começarmos a pensar no assunto...

Publicado por: AA em junho 29, 2005 11:13 AM