maio 25, 2004

ESSA MARAVILHOSA CIÊNCIA QUE NOS DESFAZ (3)


3- Mas, interroga-se o optimista, apesar de tudo ainda há factores que nos distinguem dos nossos parceiros de Criação menos favorecidos, não há? Afinal, o Homem é o único animal que... deixa lá ver... que tem sentimentos religiosos, que por vezes se sabe próximo da Transcendência!
Para o Doutor Michael Persinger, isso até pode não ser verdade.
Este cientista canadiano anda há anos a recriar artificialmente a experiência do êxtase religioso. Com um aparelho que não passa de um capacete de motociclista com vários electroímans, ele cria nos seus voluntários a impressão de não estarem sós, de que há uma presença em torno deles. Muitos não têm pejo em descrever a sensação como "religiosa". Assim, com a estimulação magnética dos lobos temporais dos nossos pobres cérebros, lá se começam a esclarecer milénios de mistérios, de buscas, de angústias: Deus pode não passar de um padrão de radiações a que somos especialmente sensíveis.

O Desejo. O Amor. Deus. Depois de nos tirarem tudo isto, o que restará? Não muito mais do que os "quatro baldes de água e um saco de sais" a que nos reduziu um poeta cujo nome agora não recordo (mas, se calhar, ele também só escreveu isso sob a influência de uma qualquer tempestade solar)...
Daqui a uns anos, usaremos "perfumes" concebidos para atrair um dado parceiro em particular; levaremos um nebulizador ao nariz sempre que nos quisermos apaixonar "para sempre"; meteremos a cabeça numa espécie de "vibrador da alma" quando nos der para as ânsias metafísicas. Lindo futuro que aí vem. E a culpa é da Ciência.

Publicado por Luis Rainha em maio 25, 2004 11:57 PM | TrackBack
Comentários

Ora cá está o que se passou com a Alexandra Solnado! Deve ter enfiado um capacete! :)

Afixado por: Emiéle em maio 25, 2004 11:12 PM

lol emiéle, a solnado tá pior do que o pai..

Cumprimentos
Enresinados!!

Afixado por: cachucho em maio 25, 2004 11:46 PM

Este foi um dos textos mais brilhantes que alguma vez vi escritos.

Afixado por: Abysmo em maio 26, 2004 11:38 AM
Comente esta entrada









Lembrar-me da sua informação pessoal?