« ABORTO NÃO, INFANTICÍDIO SIM | Entrada | ONTEM À NOITE »

maio 30, 2005

AS MINHAS ENTRANHAS REVOLVEM-SE DE HORROR

O reitor do Santuário ataca, também, o Parlamento europeu, que "amanhã poderá impor a união entre homossexuais". Daí admitir como possível que, "dentro de pouco tempo, tenhamos visitas de Estado ao mais alto nível, em que uma rainha, talvez sem herdeiros, dará o braço a outra senhora com estatuto de esposa, ambas de mão na mão, e o Presidente barbudo de uma grande República se fará acompanhar maritalmente de um outro cavalheiro que pode ser (sem ironia!) o presidente do Parlamento".

Publicado por Jorge Palinhos às maio 30, 2005 11:08 AM

Comentários

não deixa de ter razão.

Publicado por: fernando esteves pinto em maio 30, 2005 11:10 AM

fernando, que ele tenha razão é uma coisa, mas qual o problema de tal situação?

Note-se que ele até refere uma rainha, pelo que imagino que se incomoda menos com a monarquia que com a homossexualidade (ainda que viva num estado republicano e laico).

Publicado por: João André em maio 30, 2005 12:12 PM

Se querem ter esperança em um futuro melhor leiam http://www.iht.com/articles/2005/05/29/news/church.php.

"Maybe we are facing a new and different kind of epoch in the church's history, where Christianity will again be characterized more by the mustard seed, where it will exist in small, seemingly insignificant groups that nonetheless live an intense struggle against evil and bring good into the world - that let God in."
(Ratzinger - chefe da igreja católica)

Afinal vai acabar sendo o melhor papa que nos poderia sair na rifa! Viva o homem! E muitos desejos de que como ele também diz: a igreja católica se torne o mais insignificante possível.
(post publicado em leileteia.blogspot.com)

Publicado por: Rui Fernandes em maio 30, 2005 12:32 PM

Não me faz diferença a opção sexual de cada um, mesmo de um governante se nos governar bem. Mas à um ponto bastante importante, e que é, de certo modo, referido: é o de se estar a confundir TOLERÂNCIA com PROMOÇÃO. A maior parte da humanidade é heterosexual (quem souber de biologia não se espantará com este facto!), assim como eu , e sou bastante tolerante para com a homosexualidade, desde que respeitem a minha heterosexualidade. Pertenço a uma maioria e tolero a minoria, sem despeito ou desrespeito. O que não tolero é a falta de tolerância dessa minoria para com a maioria, ao fazerem PROMOÇÃO discriminativa dos seus pontos de vista, e quererem descriminação positiva dos seus. Eh pá, limitem-se a ser e não nos peçam dinheiro para desfiles gays, que os hetero não andam a pedir dinheiros para desfiles hetero!

Publicado por: Paulo Pinheiro em maio 30, 2005 12:40 PM

Paulinho, não seja «bastante tolerante». E sobretudo não dê NUNCA dinheiro para desfiles gay. Já seremos dois.

De resto, você está cheio dum cagaço que eu nem sei. O mundo mete-lhe medo? Pois é. Mas com alguns fantasmas à mistura. Agora digo-lhe uma coisa para tranquilizá-lo: muita malta que GRITA contra a homossexualidade é, na verdade, gay. Não, não se assuste, homem. Não precisa de ser o seu caso. É só para você saber em que mundo anda.

Publicado por: Pé Dormente em maio 30, 2005 01:10 PM

A mim parece-me que o problema do senhor no que toca ao casamento de homossexuais só diz respeito aos dirigentes de estado, subentende-se que o resto do pessoal pode casar-se à vontade...(já não é mau)!
De facto os cidadãos devem preocupar-se com a orientação sexual dos dirigentes de estado e não com a sua competência para desempenhar as funções para as quais foram, ou nao, eleitos (!!!!! não sei se deva rir ou chorar) e as beatas de igreja que votaram nao no referendo são as primeiras a incentivar as filhas a fazer um aborto, não por falta de condições para trazer a criança ao mundo, mas pelo receio dos comentários alheios....
este senhor devia levar o óscar do promotor da ignorância nacional da semana.

Publicado por: lithium em maio 30, 2005 01:18 PM

"(...) e o Presidente barbudo de uma grande República (...)"

Pá, barbudo não!! Isso não. A seguir era vê-los a andar por aí sem gravata....

Publicado por: viana em maio 30, 2005 01:39 PM

viana NÃO!!! ISSO NÃO!!! Isso seria horrível demais, tornem-se homossexuais, barbudos, adeptos do Berlusconi, do Hitler, do Estaline ou do Saddam, matem gente ou roubem dinheiro, mas por favor nunca andem sem gravata!!!!

viana, merecias um julgamento em praça pública só pela heresia!!!!

Publicado por: João André em maio 30, 2005 02:06 PM

É isso memo, Paulo Pinheiro, o q é preciso é q a minoritaria paneleiragem fique bem escondida, lá no fundo do seu armario, e nao ande praí a dar q falar. É q ha limites para tudo e era o q mais faltava virem agora perturbar a tolerante maioria!

Publicado por: stone em maio 30, 2005 04:51 PM

Oh Paulo Pinheiro, eu aposto que você acha que, se dois gays se beijarem à sua frente, estão a desrespeitar a sua heterosexualidade. Não é? Aposto que sim!

Publicado por: JPT em maio 30, 2005 09:33 PM

Eu acho que o bom homem esta coberto de razao! Impor o casamento entre homossexuais?! E os homossexuais que nao se quiserem casar?

Publicado por: Filipe Castro em maio 31, 2005 02:14 AM

Ó Filipe, explique lá isso de *impor* o casamento entre homossexuais.

Eh pá, vamos a ser sérios. Se vocês não conseguirem produzir, contra a homossexualidade, nada senão estes desgraçados raciocínios e estúpidos cenários, o melhor é ocuparem-se de outras coisas. Bom sexo, por exemplo.

Publicado por: Pé Dormente em maio 31, 2005 07:41 AM

Se quiserem ler o editorial da "Voz da Fátima", com estas teses mais desenvolvidas, sigam o trackback... não se esqueçam antes de tomar umas pílulas para o enjôo!

Publicado por: Paulo Pereira em maio 31, 2005 09:13 AM

sobre homosexualidade

e' favor ir aqui

se calhar e melhor nao explanar mais o comentario ...

Publicado por: Luis Oliveira em junho 2, 2005 12:28 AM