« CULTURA LAICA | Entrada | SPORT LOBO-ANTUNES E BENFICA »

maio 23, 2005

PARABÉNS SIGNORE TRAPATTONI

Soube tirar o melhor proveito de um plantel mais fraco. Soube aceitar as prendas que Sporting e FC Porto lhe ofereciam: este foi o campeonato oferecido por Sporting e FC Porto ao Benfica.
Mas nada disto lhe retira o mérito. (Compare-se com o desgoverno que foi o futebol do FC Porto esta época. Ou com Peseiro que, dispondo de um plantel melhor, nunca o soube gerir, utilizando jogadores cansados e fazendo experiências mesmo em jogos decisivos.)
Trapattoni sabe que ganhou o campeonato em circunstâncias felizes e que não se devem repetir. Por isso, provavelmente estará de partida, mesmo sendo desejado no Benfica. Por agora, ao compararmos o seu trabalho com o dos seus colegas nos principais rivais, este título fica-lhe bem.

Publicado por Filipe Moura às maio 23, 2005 10:47 AM

Comentários

Sendo eu do Benfica (mas da aula moderada), não deixo de achar um pouco facil o teu post. Percebo perfeitamente à desilusão. No inicio da semana, poder ganhar tudo, e no fim da semana, por falta de um pouco de sorte (é preciso tudo admitir) tudo perder. Agora, dizer que o nosso clube ganha porque é o maior e quando o do colega ganha é porque os outros são maus não me parece muito desportivo.
Qualquer das maneiras, Filipe, aqui vai um abraço de simpatia que não pude enviar na altura.

Publicado por: Peregrino à Meca em maio 23, 2005 10:25 PM

Meca, não dês mais importância ao futebol do que a que ele tem... Olha que até eu estou surpreendido com a minha moderação ao aceitar isto. Os benfiquistas com que estou em contacto quotidianamente - os motoristas dos autocarros do laboratório... - são simpatiquíssimos e estavam, sem excepção, todos pelo Sporting na final da UEFA. Se calhar se vivesse na Casa de Portugal seria diferente.
Mas olha que os meus colegas de doutoramento ainda hoje se lembram, os que estavam a jantar comigo na noite de Thanksgiving de 1999. Não parei de festejar a noite toda porque um tal Benfica perdeu 7-0 com uns galegos...
Sinceramente, quando o Benfica é melhor há que admiti-lo. Quando o Benfica era treinado pelo Eriksonn, eu admitia-o sem dúvida. Já em 1994 custou-me imenso perder aquele campeonato (mais do que qualquer outro). Neste campeonato continuo a dizer que o Benfica não era a melhor equipa, mas estou convencido de que mereceu ganhar. O treinador fez a diferença.
Abraço e parabéns.

Publicado por: Filipe Moura em maio 24, 2005 02:15 AM

o que nao me entra na cabeça é que exactamente as mesmas personagens que diziam que o sporting devia vencer o campeonato por ser a melhor equipa mudem de opinião por causa dum lapso mental (infelizmente frequente) do guarda-redes do sporting e da selecçao.
se o sporting empata na luz, como aliás merecia, e nao vou falar em tudo o que aconteceu durante o campeonato e principalmente nas ultimas jornadas (as pessoas teem memoria curta e seria um esforço inutil), era o mais que justo campeao.unanimemente aclamado.serei só eu ou existe mais do que uma verdade, mais do que uma justiça?acho estranho...mas nao é nada que eu nao me comece a acostumar

Publicado por: um sapo em maio 24, 2005 02:36 AM

Trapatonni provou porque razão é um dos mais vitoriosos treinadores da história. Os novatos Peseiro e Couceiro não tinham definitivamente estaleca para ele.

Publicado por: João Pedro em maio 25, 2005 02:30 AM

"Ou com Peseiro que, dispondo de um plantel melhor"

e nem lhes passa pela cabeça que a sua equipa afinal não fosse assim tão boa ...

Publicado por: Gabriel Gonçalves em maio 26, 2005 11:54 PM

Porque é que será que o sporting que esteve 2 ou 3 jornadas no 1º lugar merecia ser campeão e,quem esteve mais de 10 jornadas não o merece.
Se forem fazer as contas,de forma honesta,de quem foi mais prejudicado e beneficiado os 3 grandes estão ela por ela.
O sr cientista diz que os benfiquistas que conhece são motoristas de autocarro,é uma profissão como outra qualquer,tb há muitos benfiquistas que são doutores e engenheiros.

Publicado por: Pedro Marques em junho 2, 2005 12:11 AM

Pedro, eu falava nos benfiquistas com que convivo todos os dias. Se eu vivesse na Casa de Portugal, onde vou uma ou duas vezes por semana, estaria rodeado de benfiquistas doutorandos. Foi isto que eu disse. O resto é complexo de inferioridade lampiona.
O tempo que se está em primeiro não quer dizer nada! Se não, por essa ordem de ideias em 2003/04 o Sporting deveria ter sido segundo.

Publicado por: Filipe Moura em junho 2, 2005 01:34 AM