« MÚSICAS QUE ARREPIAM (1) | Entrada | O DEMÓNIO É UMA METÁFORA COM OLHOS RAIADOS »

maio 08, 2005

RUA MORAIS SOARES (SOB UM CÉU CREPUSCULAR)

msoares.jpg

Publicado por José Mário Silva às maio 8, 2005 11:49 PM

Comentários

:)

Publicado por: Ana Rute Cavaco em maio 9, 2005 09:23 AM

Espreita a vista da Praça de Espanha fotografada, seguramente, no mesmo dia, amigo ZM. Só pode.

Publicado por: Pastel de Nata em maio 9, 2005 10:07 AM

Belíssima foto, Zé Mário.

Publicado por: João Pedro da Costa em maio 9, 2005 04:57 PM

e ainda há quem não goste da morais soares

Publicado por: rui tavares em maio 9, 2005 05:47 PM

É o meu caso, devo confessar...
Sem querer ferir susceptibilidades, acho toda a zona de Lisboa à volta da Almirante Reis, entre o Martim Moniz e a Alameda, horrível! Feio, impessoal, sem uma única árvore de jeito, cheio de trânsito infernal e poluição... Já estou como tu, Rui: prefiro o nó da Buraca àquilo.
(Mas não desdenharia um apartamento lá, ou em qualquer lugar!)

Publicado por: Filipe Moura em maio 9, 2005 06:27 PM

não vejo a razão de tanta aversão a uma das zonas mais cosmopolitas de lisboa.

Publicado por: tchernignobyl em maio 10, 2005 10:48 PM

tchern, isso até é verdade, mas somente na Almirante Reis (e não mais do que isso). E a Almirante Reis não deixa de ser feia comó caraças.
A Morais Soares? Basta olhar para a fotografia - um dormitório, escritórios, prédios feios, sem vida, sem comércio, sem pontos de encontro...
(Se conhecerem algum apartamento barato, digam-me.)

Publicado por: Filipe Moura em maio 10, 2005 11:44 PM

É experimentar tentar descer a rua às 9 da manhã, aos encontrões às pessoas, aos carrinhos de ir às compras ao mercado, às bancas das floristas, aos quiosques, aos contentores da boa dúzia de prédios que estão a ser recuperados... para perceber que não lhe falta vida. Vida de rua em lisboa, que é, de facto, feiosa. :)

Publicado por: rosa-san em maio 11, 2005 12:19 PM