« SE EU FOSSE O PALINHOS, RECOMENDAVA ESTA SÉRIE | Entrada | MAS O QUE É QUE É ISSO, Ó MEU? »

maio 07, 2005

O ÚLTIMO GOLO DE JORGE PERESTRELO

E enquanto aqui no BdE se discute a morte "enquanto tragédia e trivialidade", ela acontece.
Jorge Perestrelo morreu. Estava longe de ser o meu radialista predilecto, mas tinha o seu estilo inconfundível e o meu respeito. O impressionante nisto é que ainda ontem estava vivo e a relatar. O golo do Miguel Garcia, nos segundos finais do AZ Alkmaar-Sporting, foi a última ocasião em que largou o seu célebre "É golo! É golo! É golo, é golo, é golo!". Podemos ouvi-lo aqui. Trágico e trivial.

Agradeço ao Nuno Morais a indicação do ficheiro da TSF.

Publicado por Filipe Moura às maio 7, 2005 01:14 AM

Comentários

Que tristeza. Adorava esse homem. Quantas vezes não fiquei, como ontem, com pena de não ter gravado o relato radiofónico para rever os golos pela sua voz. É que havia 3 modos possíveis de se ver futebol: no estádio, na TV ou ouvindo o Perestrelo. Ninguém, mas ninguém, se lhe equiparava. Os momentos em que começava a mandar vir com os jogadores eram carismáticos, verdadeira transmutação num personagem colectivo por ele assumido no mais genuíno sentimento. Era sanguíneo, sempre atento aos "passarinhos", recordando as moambas, saudando a terra quente de África, celebrando os seus amigos. Era execessivo; logo, pouco português. Uma benesse.

Na emissão, chegou a fazer menção a um problema de saúde que tinha tido antes do jogo. Senti um medo difuso no testemunho. Puta de vida que nos leva os amigos.

Publicado por: Valupi em maio 7, 2005 03:50 AM

devo confessar que não suportava este gajo.
era adorado, venerado e idolatrado cá em casa.
os relatos de bola na rádio passaram, coisa inaudita, a ser ouvidos em altos berros por causa dele. O tom stressante punha-me os pêlos do coração em pé, as tais frases da rapaqueca arrepiavam-me o fígado o que me obrigava a ter de refugiar-me nos contrafundos com auscultadores nos ouvidos ou mesmo a fugir de casa.
acho que vou ter saudades

Publicado por: tchernignobyl em maio 7, 2005 10:08 AM

arrepiante. de virem as lágrimas aos olhos.

Publicado por: Juraan Vink em maio 7, 2005 10:56 AM

Sinistro... que estranho ler uma notícia destas.

Publicado por: Katraponga em maio 7, 2005 07:06 PM