« A VISITA DO COMPANHEIRO PUTIN | Entrada | PINIGOOOL (COM TRÊS ÓS) »

maio 01, 2005

ABUSO DE MENORES E ORIENTAÇÃO SEXUAL

O juiz do Tribunal de Ponta Delgada recusou-se a aplicar, no processo de pedofilia da Lagoa, um artigo do Código Penal que aplica penas mais pesadas para o abuso sexual de menores do mesmo sexo do que do sexo oposto.
Nessa inesgotável fonte de informações que é a caixa de comentários do Barnabé, encontrei a melhor síntese do que essencialmente está em causa. O abuso sexual é um crime, e é tão grave um adulto abusar de um rapaz como de uma rapariga. Mas de acordo com o referido artigo do Código Penal, é mais grave um homem adulto abusar de um rapaz do que abusar de uma rapariga, o que me parece totalmente ilegítimo. Quando apresentada desta forma, qualquer comum cidadão deve apoiar a decisão do juiz.

Publicado por Filipe Moura às maio 1, 2005 10:12 PM

Comentários

Filipe Moura lastimo mas eu disse exactamente o contrario disso

Tão grave é um adulto abusar de um rapaz de 10 ou 12 anos como abusar de uma rapariga da mesma idade.

Possivelmente não terá lido o meu comentário . mas agradeço que NÂO DETURPE AS MINHAS PALAVRAS.

Publicado por: a.pacheco em maio 2, 2005 04:36 PM

Mas, como é óbvio, é mesmo mais grave a violação homossexual do que a heterossexual. A violação homossexual masculina de uma criança é a mais grave de todas, por razões que decorrem da anatomia (no caso de penetração anal), da psicologia, da sociologia e da antropologia.

Neste caso, a decisão de não aplicar a lei está errada, É uma conivência com o crime.

Publicado por: Valupi em maio 2, 2005 05:30 PM

a.pacheco, vamos ver se a gente se entende.
Você diz que «tão grave é um adulto abusar de um rapaz como abusar de uma rapariga». Muito bem. Sem dúvida. É assim que deve ser. E que digo eu? Que do referido artigo do Código Penal se pode concluir que, DE ACORDO COM ESSE MESMO ARTIGO, é mais grave um homem abusar de um rapaz do que de uma rapariga, e por isso esse artigo está errado. Não vejo contradição absolutamente nenhuma... Citei o a.pacheco livremente (sem aspas) porque apreciei a sua capacidade de síntese, de ver o que estava em jogo (e porque gosto de citar as fontes em que me inspiro). Mas para evitar mal entendidos e não me acusar de o estar a deturpar, é melhor eu não referir o seu nome.

Publicado por: Filipe Moura em maio 2, 2005 05:34 PM

"Parece-te", porquê? O Valupi tem toda a razão.

Publicado por: UI! em maio 2, 2005 05:40 PM

Valupi, deve ter-se em atenção os danos físicos e psicológicos. Admito que quando um violador é um homem os danos físicos serão maiores. Mas hás-de me demonstrar porquê uma rapariga, sendo abusada por um homem, terá necessariamente menos danos físicos e psicológicos do que um rapaz.
A meu ver, todo o sexo forçado causa danos, seja homo seja heterossexual. O tal artigo é que me parece desculpabilizador para o abuso sexual heterossexual.

Publicado por: Filipe Moura em maio 2, 2005 05:44 PM

UI!, se tiveres um filho e uma filha, tenta explicar à menina que é mais grave o mano ser abusado por um homem do que ela.

Publicado por: Filipe Moura em maio 2, 2005 05:54 PM

Como é habitual, estás a perceber tudo às avessas: "o tal artigo" não é "desculpabilizador para o abuso sexual heterossexual". Penaliza sim, de forma suplementar, o ataque que causa ainda mais traumas à criança vítima, por, cumulativamente á violência e à dor, contrariar as têndencias da sua sexualidade ainda em crescimento. Ou seja, além do trauma imediato, a vítima ainda passará anos a questionar a sua própria sexualidade, sendo esta, em casos extremos, até "desviada" pelo ataque.
Nem todos têm de ser psiquiatras; mas investiga um pouco antes de desatares a "achar" coisas. A ignorância não é um ponto de vista.

Publicado por: UI! em maio 2, 2005 06:45 PM

Filipe, o Pensativo já me fez o trabalho. Só me resta acrescentar que, por mais incómodo que possa aparecer aos amantes da androginia, a psicologia masculina é diferente da feminina. Talvez, vá-se lá saber, por os corpos não serem iguais.

A natureza, sempre reaccionária, não alinha nas abstracções dos anjinhos.

Publicado por: Valupi em maio 3, 2005 02:43 AM

Na minha opinião esta sequência de comentários é muito melhor que a equivalente que encontramos no barnabé. Relativamente ao tema propriamente dito ainda não tenho opinião formada mas acho que é um tema em que é muito fácil cair em "politicamente" correctos.

Publicado por: Pedro Gil em maio 4, 2005 12:40 AM

Discordo completamente de que a violação de um menino seja mais grave do que de uma menina, ainda mais quando se faz referência à dor....todo o acto violênto e fora de seu tempo causa sempre muita dor, seja a sodomia ou penetração vaginal.Olhem para o vosso pénis erecto e imaginem-no no pequeno sexo de uma menina, que, por não estar desenvolvido ( todas as potencialidades fisicas do sexo, desenvolvem-se na adolescência, pelo que o sexo de uma menina, não tem elasticidade, nem lubrificação que permita a penetração sexual indolor!)se for forçado por algo cujo volume e tamanho é francamente inapropriado, para a sua pequena anatomia, tem de necessariamente causar dor forte!!! Parece que os senhores nunca mudaram as fraldas às vossas filhas e nunca lhes lavaram o pipi duante a infância!!! Estou completamente pasmada com esta ignorância!! Quanto ao facto de ser mais danoso para um rapaz, por causa da sua futura orientação sexual, a violencia sexual, o abuso sexual de uma menina, sobretudo na forma continuada ( aliás é a forma continuada que pode provocar danos sérios e irreverssíveis em termos da sexualidade....)causa danos muito graves tanto em meninos, como meninas ; graves no seu todo como pessoa, graves na vivencia da sua sexualidade e nos seus relacionamentos futuros.
Essa le é profundamente reveladora do machismo que ainda impera em muita legislação........

Publicado por: mvcampos em junho 9, 2005 01:51 AM

Discordo completamente de que a violação de um menino seja mais grave do que de uma menina, ainda mais quando se faz referência à dor....todo o acto violênto e fora de seu tempo causa sempre muita dor, seja a sodomia ou penetração vaginal.Olhem para o vosso pénis erecto e imaginem-no no pequeno sexo de uma menina, que, por não estar desenvolvido ( todas as potencialidades fisicas do sexo, desenvolvem-se na adolescência, pelo que o sexo de uma menina, não tem elasticidade, nem lubrificação que permita a penetração sexual indolor!)se for forçado por algo cujo volume e tamanho é francamente inapropriado, para a sua pequena anatomia, tem de necessariamente causar dor forte!!! Parece que os senhores nunca mudaram as fraldas às vossas filhas e nunca lhes lavaram o pipi duante a infância!!! Estou completamente pasmada com esta ignorância!! Quanto ao facto de ser mais danoso para um rapaz, por causa da sua futura orientação sexual, a violencia sexual, o abuso sexual de uma menina, sobretudo na forma continuada ( aliás é a forma continuada que pode provocar danos sérios e irreverssíveis em termos da sexualidade....)causa danos muito graves tanto em meninos, como meninas ; graves no seu todo como pessoa, graves na vivencia da sua sexualidade e nos seus relacionamentos futuros.
Essa le é profundamente reveladora do machismo que ainda impera em muita legislação........

Publicado por: mvcampos em junho 9, 2005 01:52 AM

Discordo completamente de que a violação de um menino seja mais grave do que de uma menina, ainda mais quando se faz referência à dor....todo o acto violênto e fora de seu tempo causa sempre muita dor, seja a sodomia ou penetração vaginal.Olhem para o vosso pénis erecto e imaginem-no no pequeno sexo de uma menina, que, por não estar desenvolvido ( todas as potencialidades fisicas do sexo, desenvolvem-se na adolescência, pelo que o sexo de uma menina, não tem elasticidade, nem lubrificação que permita a penetração sexual indolor!)se for forçado por algo cujo volume e tamanho é francamente inapropriado, para a sua pequena anatomia, tem de necessariamente causar dor forte!!! Parece que os senhores nunca mudaram as fraldas às vossas filhas e nunca lhes lavaram o pipi duante a infância!!! Estou completamente pasmada com esta ignorância!! Quanto ao facto de ser mais danoso para um rapaz, por causa da sua futura orientação sexual, a violencia sexual, o abuso sexual de uma menina, sobretudo na forma continuada ( aliás é a forma continuada que pode provocar danos sérios e irreverssíveis em termos da sexualidade....)causa danos muito graves tanto em meninos, como meninas ; graves no seu todo como pessoa, graves na vivencia da sua sexualidade e nos seus relacionamentos futuros.
Essa le é profundamente reveladora do machismo que ainda impera em muita legislação........

Publicado por: mvcampos em junho 9, 2005 01:53 AM