« LA RÉVOLUTION DES OEILLETS - DIA 4 | Entrada | SABER O SEU LADO »

abril 24, 2005

XXXXXXXL

O militante do PP Fernando Rios, manifestou-se contra a despenalização do aborto durante o Congresso do seu Partido e a propósito homenageou a "maior mulher que conheceu", a sua Mãe, que teve dezasseis filhos.
Ficou assim lançado o repto às portuguesas militantes do popular partido.
Oxalá que a apregoada aversão dos católicos portugueses aos métodos anticoncepcionais e o regresso aos valores mais conservadores em matéria de moral sexual exacerbado por este período de particular fervor religioso, possam contribuir para nos dar uma geração de mulheres enormes.
Portugal já foi Grande e esta é a senda a trilhar para torná-lo ainda MAIOR.

Publicado por tchernignobyl às abril 24, 2005 11:10 AM

Comentários

Realmente este temos um Post ao nivel de um Blog de Exclusivamente de Esquerda: Estupido, Insultuoso, Degradante e Ofensivo.

Bem ao estilo de uma Esquerda que reserva para si um Elan de Intelectualizade e humanida mas no fundo são uma cambada de macacos retrogadas.


Eu tb sou contra os Abortos, a começar no pessoal de Esquerda !!!


Publicado por: Mr X em abril 24, 2005 12:02 PM

Se isso é o melhor que o pessoal do teu quadrante consegue dizer para além de se limitar a conspurcar os comentários deste blog, penso que os resultados do próximo referendo vaiam ser muito maus para vcs...
Enfim... é a dor de cotovelo!


Publicado por: pescadorDigital em abril 24, 2005 12:21 PM

Mr. X obrigado pela elevação do teu comentário

Publicado por: tchernignobyl em abril 24, 2005 01:23 PM

Os homens não se medem aos palmos e as mulheres também não. "Um grande homem nem sempre é um homem grande" também é raciocínio aplicado às mulheres. Agora estoutro que decorre de considerar uma mulher tanto maior quanto mais se confundir com uma porca parideira, exclui os homens, por razões óbvias. De qualquer modo,parece-me que o que Fernando Rios tem não é uma mãe, é uma enormidade.

Publicado por: tb em abril 24, 2005 08:44 PM

realmente aquilo é um hino às mulheres... terá a Padeira de Aljubarrota feito algum Aborto?? pelo menos Abortou a intenção dos espanhois que queriam saltar p'cima dela.

Publicado por: Baptista em abril 25, 2005 08:09 PM

Não, Bapetista, aquilo não é nada um hino às mulheres, só se for às que você conhece, a avaliar pela maneira indigna com que se refere à padeira de Aljubarrota. Não sei se ela fez algum aborto mas aposto que sim, vários, uma vez que deixou descendência farta que se identifica hoje com a direita: nunca têm argumentos e querem resolver tudo à espadeirada.

Publicado por: tb em abril 25, 2005 09:37 PM

Se a direita portuguesa deixar de fazer interrupção voluntária da gravidez, as clínicas da raia espanhola vão à falência.

Publicado por: derFred em abril 25, 2005 10:59 PM