« É CASO PARA DIZER: DEUS NOS LIVRE! | Entrada | PARA OS LADOS DA BOAVISTA »

abril 14, 2005

ÚLTIMO LANDAY

«Meu amor, para lá das montanhas, contempla a lua / E verás que te espero, de pé, sobre o telhado»

in «A Voz Secreta das Mulheres Afegãs — o Suicídio e o Canto» (compilação de Sayd Bahodine Majrouh, traduzida do francês por Ana Hatherly), Cavalo de Ferro

[Escrevi sobre o livro, hoje, aqui]

Publicado por José Mário Silva às abril 14, 2005 01:39 PM

Comentários

O último? Homens, que outras flores/pássaros amenizarão a vossa maluqueira por futebol e alguns comentários onde o discurso musculado, talvez só por pudor, não acabe na medição e comparação ... dos níveis de testosterona?

Publicado por: TB em abril 15, 2005 11:08 PM

Tomei conhecimento da vossa iniciativa de divulgar um "landay" por dia. Parabéns por isso.
Parabéns também à Ana Hatherly por mais este excelente trabalho de tradução e anotações.
Parabéns à editora Cavalo de Ferro pela apresentação gráfica do livro A VOZ SECRETA DAS MULHERES AFEGÃS - O SUICÍDIO E O CANTO, a fazer jus à beleza poética do canto das mulheres afegãs.
Só houve um pequeno pormenor que todos olvidaram, ou ignoraram: alguns destes "landay" já tinham sido publicados em versão portuguesa nas páginas do nº 19 da revista SINGULARIDADES (Maio 2002), uma revista de de divulgação de modos de ser inconformista e nãoviolent@

Publicado por: Fernando Dias Antunes em maio 10, 2005 08:18 PM