« UM LANDAY POR DIA | Entrada | NEWCASTLE - 1; SPORTING - 0 »

abril 07, 2005

A PRENDA IDEAL DA TEMPORADA

(Via o divertido Sapatinho.)

Publicado por Jorge Palinhos às abril 7, 2005 12:32 PM

Comentários

Não havia o Stalinopolis ??!!

Em vez de casas e hoteis trocam-se Gulags !!

E em vez do cartão para sair da prisão existe o cartão para sair da fila do fuzilamento !!!

Publicado por: Mr X em abril 7, 2005 08:49 PM

Eu quero o pino com a cabeça de Dom Januário!

Publicado por: Rui Martins em abril 7, 2005 08:50 PM

HÁ CEM ANOS, COMO HOJE
EÇA DE QUEIRÓS SOBRE A SUCESSÃO DE PIO IX

"A esta hora há no Vaticano uma destas intrigas subtis e maravilhosas, perante as quais os enredos diplomáticos, ou os antigos imbróglios das comédias espanholas, são coisas simples e elementares.
Os cardeais têm na sua dupla qualidade de italianos e de padres o génio refinado da intriga astuta: e neste caso de sucessão papal são italianos contra italianos, e padres contra padres. Os cardeais estrangeiros, ou ausentes nas suas dioceses, ou afastados da frequentação íntima dos quartos de Sua Santidade, são apenas como o coro de certas óperas antiquadas, que na cena final, dos dois lados do palco, se pronunciam uns por este, outros por aquele pretendente à mão da princesa. O grande enredo é entre os italianos: aí tudo o que a finura tem de mais aguçado, tudo o que a duplicidade tem de mais tortuoso, os disfarces mais rebuçados, as escavações mais subterrâneas, as influenciazinhas mais distantes, as caluniazinhas picantes, a preciosa posse de segredos, as captações melífluas, tudo serve, tudo se emprega para fazer um Papa.
É bizantino e maquievélico. A primeira coisa a conseguir para um cardeal pretendente é a recomendação do Papa. Sua Santidade, se conservar o espírito claro na hora suprema, decerto por uma palavra, um olhar, um aperto de mão, uma alusão, há-de mostrar a sua preferência: isto é esperado, é certo: e uma tal escolha da boca do Papa, num tal momento, terá para muitos, a força de uma ordem divina.
A outra coisa a obter é mais moderna e toda eleitoral: são votos. É aqui que os fios da intriga se emaranham."
in CARTAS DE INGLATERRA E CRÓNICAS DE LONDRES, Lisboa, Livros do Brasil, 2000, pp. 315-6 [este texto jornalístico foi enviado de Inglaterra para um periódico portuense - A ACTUALIDADE, 6 de Fevereiro de 1878, p. 1 - e apresenta como data de escrita "26 de Janeiro de 1878"].

Publicado por: ZeroAesquerda em abril 8, 2005 12:42 AM

Recomendaram-me este Blog. Pois aqui estou! Que grande Merda! Sem conteúdos, sem nexo, mal escrito, com muitos erros...que miséria.

Publicado por: Lena Lentes em abril 8, 2005 08:05 AM

Lena,
Experimenta não ler apenas os comentários.

Publicado por: José Mário Silva em abril 8, 2005 09:11 AM

Acho que a Lena tem razão. E diria mais: o grafismo é uma Bosta, o serviço é uma Caca, o pagamento é um Dejecto e os comentadores que vêm para aqui insultar são um Cocó!

Publicado por: Jorge P. em abril 8, 2005 11:01 AM

Ui, tanta energia alternativa que vamos ter!
Para a Lena:
RECLAME
se o mundo não vai bem/a seus olhos, use lentes/...ou transforme o mundo.
ótica olho vivo/agradece a preferência. (Chacal)

Publicado por: Teresa B. em abril 8, 2005 12:48 PM