« UM LANDAY POR DIA | Entrada | ATLAS PROLETÁRIO »

abril 04, 2005

O REALITY SHOW PERFEITO

Uma sala fechada durante um período de tempo impossível de determinar (podem ser horas, dias ou semanas). Um grupo de participantes heterogéneo (117 cardeais vindos de todo o mundo). Um cenário belíssimo (a Capela Sistina, com os frescos do Miguel Ângelo — fonte de dezenas de potenciais ícones para o genérico e os separadores). Um objectivo que interessa a milhões de pessoas (a eleição do novo Papa). Um sem número de rituais eminentemente telegénicos (o acto de selar a Capela, por exemplo, ou os grandes planos do fumo que começa a sair da chaminé: se acha que vai ser negro, ligue 400201; se acha que vai ser branco, marque 400202). Um título curto, fortíssimo e muito eficaz («Conclave»).
Só faltam mesmo as câmaras.

Publicado por José Mário Silva às abril 4, 2005 01:52 PM

Comentários

é preciso não esquecer que este ritual já se praticava antes da descoberta das possibilidades das ondas hertezianas. ou cada um faz espectáculo onde quer...

Publicado por: móveis correia, aRQUItECtOS em abril 4, 2005 02:13 PM

Eu tenho uma. Voto sempre. É a do Seixal. Estou a falar em Câmaras. Obviamente!

Publicado por: Alves Fernandes em abril 4, 2005 02:25 PM

E, a fazer de Júlia Pinheiro, o Espírito Santo?

Publicado por: hfgddh em abril 4, 2005 02:26 PM

Ponho dúvidas naquele "iminentemente".

Publicado por: Zé em abril 4, 2005 02:50 PM

Boa!

Mas também pode ser mulato (400203)....

Publicado por: Gabriel Silva em abril 4, 2005 02:55 PM

Zé,
Era eminentemente que eu queria escrever, claro. Obrigado pela atenção.

Publicado por: José Mário Silva em abril 4, 2005 03:58 PM

A esta hora, o Moniz, o Peter Heinz ou o M.Fonseca - algum deles!, já patentou esta ideia.

Publicado por: Marujo em abril 4, 2005 04:17 PM

nada disso...
os cardeais vão-se reunir em salas de chat da internet... "é klaru k vaum comexar a excrever axim"

Publicado por: XM em abril 4, 2005 04:37 PM

De nada. Obrigado pelos landay. Vou adquirir.

Publicado por: Zé em abril 4, 2005 04:57 PM

Espero que BdE não se torne noutro barnabé...

Publicado por: João Gundersen em abril 4, 2005 05:22 PM

Tás a brincar ou a falar a sério?
É uma ideia (tua) ou uma ironia (tipo piada mal sucedida).
Vcs gozam com tudo, carago!
E eu que pensava que ser «esquerdista-burguês» não implicava necessáriamente mau gosto, falta de lucidez, serenidade e algum respeito pelos outros (e pelas ideias e concepções deles...). Afinal parece que me enganei.

Publicado por: Inácio em abril 4, 2005 06:25 PM

Não percebeste nada, Inácio. Mas podes sempre voltar a tentar.

Publicado por: José Mário Silva em abril 4, 2005 06:29 PM

Inácio
Oa adverábio de modo há muito deixaram de ser acentuados: "necessáriamente?"
É como tudo, muda
O Conclave também devia mudar, face aos novos tempos.
O reality schow não devia caber na Igreja, percebes?

Publicado por: Nuno em abril 4, 2005 06:56 PM

Ó Nuno obrigado por teres rectificado o meu português. Tava com pressa.
Mas olha, alguém virá para corrigir o teu. Alguém afirmou um dia: «quem não tem pecados que atire a primeira pedra?»
Amen

Publicado por: Inácio em abril 4, 2005 07:07 PM

Ó José Mário, (depois de muito esforço) acho que já percebi a tua ideia.
Mas o que me chateia mesmo é assistir aos múltiplos aproveitamentos do «falecimento».
E a «esquerda-burguesa» tem estado à altura, com muita falta de tolerância, respeito pela diferença, e respeito pela solenidade que alguns entendem ter significado. A mim não me incomoda absolutamente nada que uns milhões de pessoas acreditem na existência de um deus, e acreditem na vida depois da morte, tenham uma ou várias formas de viverem essa «fé» com hierarquias, praticas e cultura próprias.
Nunca vi ninguém «atacar» com a crueldade e desrespeito que tem existido, por exemplo, o budismo ou o islamismo, que também tem hierarquia, cerimónias, solenidade, e nalguns casos um «cadastro» nem sempre limpo...

Publicado por: Inácio em abril 4, 2005 07:19 PM

Ainda a propósito do assunto:

http://criticocritico.blogspot.com/

Publicado por: Nuno em abril 4, 2005 07:27 PM

Com já vem sendo habitual, um post cheio de ironia e muito bem escrito, mas tenho as minhas dúvidas se este conclave não se tornará num reality show... pelo menos fora daquelas paredes... E já quantas votações pensam vocês que vai haver? Para mim haverá apenas uma... n sei porquê... ou se calhar até sei...

Nota: Estes gajos do RIAPA são o 1º vírus de blog conhecido! Melgas....

http://www.ai-o-camandro.blogspot.com/

Publicado por: Farpas em abril 4, 2005 11:33 PM

O seu a seu dono, apesar de não ter "patenteado" o nome - mas como tenho intervido por aqui...
Há um comentário em cima que diz isto:
«A esta hora, o Moniz, o Peter Heinz ou o M.Fonseca - algum deles!, já patentou esta ideia.
Publicado por: Marujo em abril 4, 2005 04:17 PM»
O link disponibilizado pelo dito Marujo leva a lado nenhum... Fico isento do disparate.

Publicado por: Marujo em abril 4, 2005 11:51 PM

por acaso já tinha pensado nisto e muito sinceramente é assim que vejo as coisas....consigo perfeitamente imaginar uma publicidade "queluziana"...já tou mesmo a ver..."quem será o próximo Papa?domingo à noite,depois do inpector Max,na TVI..."
o que me irrita solenemente nesta merda é que todos queriam antecipar a porra da morte do velho só para terem audiências...a cnn ao avançar uma noticia nao confirmada abriu especiais informativos por todo o mundo...será que nao chega já de querer ser o primeiro a dar a notícia?e haveria quanto tempo que os patronos televisivos estariam a esfregar as maos de contentes com a possibilidade de o Papa bater a bota?!para mim tudo o que se tem passado em redor da história da morte do Papa em termos de acompanhamento televisivo só tem uma palavra...NOJO.
e nao tem a ver com crenças ou credos...tem a ver com esta cultura do big brother, com este aproveitamento pornográfico de um assunto que não passa disto: morreu um Homem,que com todo o valor que possa ter tido, mas foi apenas e só a morte de um Homem doente e de 85 anos.será que é preciso tanto alarido,tanta noticia,tanto especial informativo,tanta reportagem?não...mas a fé move muita gente...e os monizes da vida sabem disso

Publicado por: um sapo em abril 6, 2005 04:15 PM