« MAU PAPA; BOM HOMEM (UMA EXPLICAÇÃO) | Entrada | AS ROUPAS DA REVOLUÇÃO NÃO PRECISAM DE GRIFFE »

abril 03, 2005

UM LANDAY POR DIA

«Amor, jura que vens ter comigo
Para eu semear o teu caminho de flores»

in «A Voz Secreta das Mulheres Afegãs — o Suicídio e o Canto» (compilação de Sayd Bahodine Majrouh, traduzida do francês por Ana Hatherly), Cavalo de Ferro

Publicado por José Mário Silva às abril 3, 2005 05:49 PM

Comentários

Dísticos árabes

Da cerveja diz-se que dá alegria
mas nada pode contra a nostalgia

Longo tempo fitei as ancas da amada
tremia que nem um errante na madrugada

O meu coração é como o vento
mais se sente na solidão do deserto

O destino mostra-se no espaço
quem o representa assim disperso ?

Música na hora da despedida
feitiço que suaviza a partida

Publicado por: joão artur em abril 3, 2005 07:13 PM