« FOI BONITA A FESTA, PÁ | Entrada | A ESTAÇÃO DE METRO DO RATO (SEGUNDO TCHERNIGNOBYL) »

março 11, 2005

PEDRA

Já tinha ouvido umas críticas feitas por pessoas preocupadas com questões de segurança.
Que desequilibrava, que atordoava, que incrível a falta de cuidado dos projectistas.
Ontem, ao subir a escada rolante da Estação de Metro do Rato, senti finalmente esse efeito desestabilizador de que ouvira falar... e gostei.
Ao fixar distraído o tecto baixo em madeira em plano inclinado paralelo ao longo lance de escadas dei comigo como que hipnotizado pelo efeito de túnel, perdi os pontos de referência e durante cerca de meio minuto senti-me a violar as leis da gravidade, voando como um daqueles saltadores de trampolim olímpico em ski, três, quatro segundos quase na horizontal antes de retomarem o contacto do solo uma centena de metros depois; senti-me a andar “deitado” dentro de uma gravura do Escher, um astronauta num mundo com mais dimensões do que aquelas que percepcionamos habitualmente.

Publicado por tchernignobyl às março 11, 2005 07:40 PM

Comentários

às vezes acontece o mesmo quando se fumam umas coisas esquisitas...
:-)

Publicado por: Animal em março 11, 2005 10:05 PM

Pois eu cá também aprecio a viagem. É muito semelhante a uma montanha-russa sem teres que pagar por uma volta.

Publicado por: JR Ewing em março 12, 2005 01:05 AM

Eu quando trabalhava no Museu de História Natural, também tinha uma trip diária a subir a escada rolante no Rato. A minha produtividade matinal decrescia cada dia que passaca... ;)

Raúl

Publicado por: Raúl em março 12, 2005 01:08 AM

E eu a julgar que a minha experiência - discreta, clandestina, vagamente culposa - de avançar inclinado na horizontal naquelas escadas do metro do Rato, era única, que era minha, minha...

Já agora também esta: quando se fez a estação do Parque, era eu puto, e ali passava eu belos bocados... nas altíssimas escadas rolantes (não o que vocês estavam a pensar). Só sonhando. Como agora o Tcher no Rato. Inocentemente tripando - e a palavra ainda estava no fundo dos limbos.

Publicado por: fernando venâncio em março 12, 2005 08:30 AM

O que anda o meu amigo a fazer lá para os lados do Rato???

Publicado por: canzoada em março 12, 2005 01:12 PM

Esta é, claro, para ti, Tcher. Não disfarces.

Publicado por: fv em março 12, 2005 02:18 PM

pode ser do tecto a uma altura tal que o refencial do corpo em altura constante se sinta parado apesar do movimento mecânico, dos azulejos alinhados com a inclinação da escada, pode ser uma "incrível a falta de cuidado dos projectistas" pode ser mais perigoso que o tunel do marques. a mim nao me tiram da cabeça que é um genial golpe dos tais srs arquitectos para brincar aos simuladores inter-galácticos.

Publicado por: c em março 13, 2005 04:36 AM