« LEITURA OBRIGATÓRIA | Entrada | ADENDA »

março 04, 2005

UM DESABAFO

Aproveitar-se da boa vontade de um blogue que gosta de ter colaborações exteriores e lá publicar, num curto período de tempo, várias dessas colaborações exteriores, ao mesmo tempo que, utilizando outra identidade, se persegue e insulta, nos comentários, um dos colaboradores desse mesmo blogue, não é lá muito bacano.

Publicado por Filipe Moura às março 4, 2005 09:47 AM

Comentários

Eu sei de quem falas e tu sabes que eu sei. É deprimente este teu post, Filipe. Absolutamente deprimente.

Publicado por: Monty em março 4, 2005 12:59 PM

eu não sei, mas gostava de saber. Quem é?

Publicado por: sara monteiro em março 4, 2005 01:09 PM

Ena... assim é que eu gosto... destes enredos de novela mexicana com produção brasileira, actores lituanos, legendas em coreano e dobragem em esquimó.

Publicado por: JR Ewing em março 4, 2005 01:34 PM

Esta malta anda toda com um feitio levado da breca, porra...

Publicado por: sharkinho em março 4, 2005 03:07 PM

Este gajo da Riapa é do caralho......meu deus...tb acho que não se deve ofender os donos do blog,principalmente um blog onde a liberdade de expressão existe!!!!Cumprimentos!!!

www.blocoesquerdaprocaralho.blogspot.com

Publicado por: Pantera em março 4, 2005 03:32 PM

Ola viva,
Só pura bisbilhoti-se quem é?
um abraço
pr

Publicado por: pr em março 4, 2005 09:02 PM

bisbilhoti-se?

Ó meu Deus, afinal ainda não tinha visto tudo!

Publicado por: Monty em março 5, 2005 02:07 AM

Monty, acredita que eu só agora li o teu primeiro comentário como ele deve ser lido (dá-me um desconto: ando adoentado).
Comparado com o tratamento que recebi, creio ter tratado sempre muito bem a pessoa em questão. Sabes em quem eu cheguei a pensar algumas vezes? No Afixe! Julguei que tinha ali um Afixe muito particular, só para mim. E tratei-o bem, esperando que o "tratar bem" viesse a dar os bons frutos que veio a dar com o Afixe.
Só que a pessoa em questão tem um defeito que eu considero gravíssimo: tem duas caras, algo que o velho Afixe nem por sombras tinha. E isso eu não posso aceitar. Cheguei eu a convidar a tal pessoa para escrever no BdE como colaborador externo! Muito a tal pessoa se deve ter rido à minha custa.

Publicado por: Filipe Moura em março 5, 2005 08:58 PM

Filipe,

Poderá admitir-se, aqui nos comentários, o «desabafo» cifrado. Temos aqui um espaço infinito para isso. E, dado o estatuto semi-clandestino, ou clandestino de todo, dos comentadores, temos, neste confessionário, sobretudo desabafos, e não poucas vezes cifrados. É a vida. A que escolhemos.

Mas o espaço nobre do blogue é outra coisa. Aí, corre-se o risco de o teu «desabafo» contaminar a leitura, que deveria ser (continuar a ser) tranquila, confiada, sem alçapões.

Acho que és obrigado - e não aqui, mas no lugar que é o teu - a explanar o que se passa. Até porque pode ser que nem seja caso grave, e apenas tenha a ver com a tua (e que admito que legítima) sensibilidade.

Publicado por: fernando venâncio em março 6, 2005 10:14 AM

Talvez seja ainda útil informar:

1. não faço ideia de a quem o Filipe Moura se refere, 2. não conheço o Filipe Moura pessoalmente.

Publicado por: fernando venâncio em março 6, 2005 12:56 PM

Fernando, deves andar um pouco distraído, desculpa que te diga. Se prestares mais atenção ao que escrevi, podes concluir a identidade do ai ai - ok, é disso que se trata. Se puxares um pouco pela cabeça, talvez concluas que o ponto 2) que disseste é falso. Um jantar de bloggers em Lisboa...? Éramos muitos e eu nem fazia parte do BdE ainda.

Publicado por: Filipe Moura em março 7, 2005 02:03 AM

Filipe,

Estou baralhado, mais baralhado ainda do que já estava - mas, voilà, nem tudo é perda. Pois que fiz eu? Andei para trás, para a frente, para cima, para baixo. Passei a pente fino este espaço cinzento azulado, mas acolhedor, em que tu escreves.

Pois bem, não descobri quem, tendo aqui colaborado recentemente, e exteriormente (como «itálico», suponho), haja também formulado insultos em comentários a posts teus, ou de quaisquer outros. Ou a coisa é muito subtil, ou o meu discernimento não vai lá, ou as duas.

E o ganho, então? Pois bem. Foi feito de caminho, como quem, serendipitianamente, acha o que não procurou. Isto: que o itálico João Garcez escreve com a cabeça e a língua em invejável ordem. Como só o Valupi. Serão a mesma pessoa? Serão um deus em duas?

Por portas muito travessas - e foi um ganho suplementar - descobri que o João Garcez tem um blogue. Alojei-o nos favoritos, claro.

Diz-me agora tu se me acho quente ou morno ou frio.

Publicado por: fernando venâncio em março 7, 2005 07:03 AM

E... tens razão. Jantámos na rua da Rosa, ou por ali. Tailandês, ou por aí. Tem de se repetir.

Publicado por: fv em março 7, 2005 07:11 AM

Fernando, repara no que eu digo no texto: DUAS IDENTIDADES DIFERENTES. O comentador aiai e outra, não de outro comentador, claro. Por agora desculpa mas entendo que não devo alongar-me mais sobre este caso; voltarei a ele se tal se justificar. Só por curiosidade: se não for incomodar-te muito, poderias entretanto fazer-me o favor de me indicares qual é o blogue do João Garcez? Obrigadíssimo.

Publicado por: Filipe Moura em março 7, 2005 05:40 PM

Filipe,

Pacientarei então, como dizem aí por Paris.

O blogue do João Garcez (que aqui vai:
http://matalanta.blogspot.com), descobri-o por informação de um comentador algures aqui nos cafundós do BdE.

Já agora: a malha vai-se fechando. A julgar por um comentário teu, de há dias, no Barnabé (onde dizes: «Ó João Garcez, ainda dói? Ainda ai-ai?»), esse «Garcez» e esse «ai ai» são a mesma pessoa.

Falta saber se são também «Valupi». Vivemos tempos emocionantes.

Publicado por: fernando venâncio em março 7, 2005 06:10 PM

Fernando, só para deixar claro: o Valupi não tem nada a ver com o caso. Nem sei onde foste buscar essa associação. Não comento mais nada por agora. Obrigadíssimo pela tua informação.

Publicado por: Filipe Moura em março 7, 2005 06:37 PM

Peço desculpa, Valupi.

Peço desculpa, João Garcez.

Confundido e coberto de cinza,

fv

Publicado por: fernando venâncio em março 7, 2005 07:12 PM

Amigo Fernando, o reino dos simulacros é fértil nestes transes, sombras que falam. E só para meter uma colherada no episódio: o João Garcez é leitura agradável, bem trabalhada tecnicamente, mas não comemos à mesma mesa intelectual.

O estilo faz o homem.

Publicado por: Valupi em março 7, 2005 09:19 PM

O que eu tenho andado a perder. Maldito trabalho que me rouba tempo a estes pequenos prazeres.
Irra, Felipe, apanhaste-me; que posso eu dizer mais? Apenas que ainda guardo outros pseudónimos comentantes na manga; e que ando pensativo a magicar mais malfeitorias multifacetadas com que te atazanar.
Mas, por outro lado, que mal teria atazanar por um lado e colaborar com coisa positiva por outro? Seria forma de equilibrar a balança da justiça, o karma da coisa...
E olha que isso do "insulto" só entrou em cena nas nossas conversitas depois de uma elegante referência tua à vaselina, com que eu deveria fazer não sei muito bem o quê...

Agora a sério: se o facto de eu afirmar e reafirmar que não percebo o que é que os teus postes autocêntricos e pueris fazem por aqui é insulto... olha que não sou o único.

Publicado por: aiaiai! em março 8, 2005 11:21 AM

Considerando tudo o que o Aiai me chamou, antes e depois da "vaselina", é profundamente desonesto estar a refugiar-se nesse episódio para justificar todos os seus insultos, ao nível praticamente de um por comentário. Mas que honestidade é de se esperar de Aiai, depois da atitude que aqui descrevi, e por ele assumida?
Quanto a não ser o Aiai o único: os outros devem ser o Uiui, o Pensativo e (mais antigo) o Troll.

Publicado por: Filipe Moura em março 9, 2005 01:12 AM

A falta de maturidade leva-te a confundir críticas à profunda inanidade do que escreves com remoques à tua pessoa. Mas, enfim, who cares?
Quanto ao teu elenco, faltam-te uns quantos e tens esse último a mais (recuso-me a usar línguas de bárbaros como camuflagem).

Publicado por: AAAAIII! em março 9, 2005 12:00 PM

Duvido que chegue a tempo, pois o texto já foi relegado para as catacumbas do Blog.
Aviso à rara navegação: independentemente do que este alucinado de cima afirma, ele não é o "João Garcez", nome que consta do meu BI e de mais uns quantos testemunhos impressos.
Aliás, tendo eu tido as boas maneiras suficientes para contactar o autor do post, seria de esperar que ele me contactasse através do meu e-mail, para deslindarmos esta confusão.
O Sr. Filipe Moura assim não quis; prefere dar ouvidos a "AAAIIs" anónimos. tudo bem; também a minha vida não é isto.

Publicado por: João Garcez em março 10, 2005 10:59 AM

Este raro navegante fica informado. Prossigamos, pois.

Publicado por: fernando venâncio em março 10, 2005 12:00 PM

Que pena que eu tenho de não ter lido isto antes. Agora já não vou a tempo.

Publicado por: Monty em março 13, 2005 04:46 PM