« DIGA 33 | Entrada | O PADRE LORENO NÃO PASSA DE UM AMADOR! »

março 02, 2005

DEIXA LÁ QUE O MUNDO GIRE AO CONTRÁRIO

Finalmente o Pedro Mexia revelou o resultado da sua eleição para as melhores bandas portuguesas dos anos 80/90. Como sei que ele não contou os meus 20 votos nos Xutos, venho aqui declarar os mesmos Xutos vencedores com 51 votos válidos. Todo o mundo viu o meu voto a ser exercido aqui. Os observadores internacionais dar-me-ão razão.
Para entender os Xutos, há que ultrapassar o musical. Os Xutos estão muito para além do rock português, como os U2 ou o Chico Buarque estão muito para além da sua música. Estas comparações (na devida proporção, é evidente) serão desenvolvidas a seu tempo, noutro texto. Quem não perceber isto, não é um português da minha geração.
Falando agora do resto da lista do Pedro, em breve:
- Houve alguém que, em tempos, comparou (e muito acertadamente) a "Coluna Infame" (o blogue) aos Heróis do Mar. Eu prefiro a "Coluna Infame" aos Heróis do Mar. Tinham muito mais graça e se calhar até cantavam melhor...;
- Os Madredeus... poderiam estar melhor colocados mas, a bem dizer, desde que saíram o Rodrigo Leão, o Gabriel Gomes e o Francisco Ribeiro, aquilo soa-me tudo ao mesmo (estou a ser mauzinho mas é esse o objectivo). Aguardemos pelo próximo álbum;
- Os GNR... respeito muito o carisma do Rui Reininho, e gosto de muitas das canções, mas creio que a sua classificação resulta também de um "voto emocional";
- Os Mler Ife Dada têm uma carreira musical que se resume, se bem me lembro, aos fonemas zubi zaba zubi zaba zubi zaba novi, ou qualquer coisa do género;
- Merecido o destaque dado aos Rádio Macau;
- Quando falo dos Xutos, falo com o coração, a emoção, já o disse. Eles ultrapassam a música. Mas falando só em música, em termos estritamente racionais, falando muito a sério, o melhor grupo da história da música portuguesa só pode ser os Trovante. A posição discreta dos Trovante: é essa a grande pecha deste resultado eleitoral.
Mais comentários à lista e a alguns comentários que li em breve.

Publicado por Filipe Moura às março 2, 2005 12:07 PM

Comentários

Compreendo o(s) teu(s) (vinte) voto(s) nos Xutos, mas não seria a única banda nessas condições. A pop portuguesa actual não bebe aí, ajustado seria falar de outras referências e nesse caso ficam bem os GNR. Mas apenas aqueles que editaram até à Valsa dos Detectives ou, vé lá, até ao GNR in Vivo.

Os Trovante editaram o melhor primeiro albúm (fora dos monstros sagrados a solo) da música portuguesa. O Baile no Bosque ainda hoje vale 20 antologias.

Quanto aos Madredeus, eu votei neles pela importância que tiveram ao fundir certos estilos de música, especialmente enquanto - como bem referiste - o Rodrigo Leão, o Gabriel Gomes e o Francisco Ribeiro (esqueceste-te deste) lá andavam. O melhor albúm deles é mesmo o Lisboa, ao vivo no Campo Pequeno e com a participação do Carlos Paredes e da Luísa Amaro. Depois disso vivem de momentos.

Falta apenas referir a importância que os Mão Morta tiveram para a música portuguesa, especialmente para a atitude independente. Sem eles ainda andaríamos a tentar ouvir os grupos de Cascais - como os Delfins - lançados pela EMI-Valentim de Carvalho.

Publicado por: João André em março 2, 2005 01:27 PM

a melhor de todas é a SETIMA LEGIÃO.
sem dúvidas.

Publicado por: Domingos em março 2, 2005 02:10 PM

Prefiro o Dino Meira!

Publicado por: Grilo em março 2, 2005 04:03 PM

Porra. Podes estar tranquilo que é mesmo a última vez que desperdiço tempo a comentar as tuas baboseiras. Mas quem serás tu para perorar sobre o que os Mler Ife Dada fizeram ou não? Porque aplicas a tua estética de cabeleireira a coisas que até poderiam ter interesse? Os Trovante? Santo Deus!
A banalidade até pode ser interessante para um Jeff Koons (já sei que não sabes quem é e te orgulhas disso) mas, nas tuas mãos, é mesmo só tédio e estultice.
Irra; se não sabes escrever qualquer coisa relevante, ao menos escreve qualquer coisa de esquerda, como dizia o outro!

Publicado por: aiiiiii em março 2, 2005 04:04 PM

Foi pena os Mão Morta não ficarem em primeiro, mas o povo escolheu e povo tem sempre razão. Fico contente com as posições de Ornatos Violeta, Belle Chase Hotel, sétima Legião, Da Weasel. O 20º lugar não faz justiça aos Peste e Sida...

Publicado por: Francisco Curate em março 2, 2005 10:38 PM

Sem querer parecer preciosista é o trovante não os trovante. Também concordo que foi o melhor grupo.

Publicado por: André em março 2, 2005 10:45 PM

Siceramente, acho que o 1º lugar dos GNR está muito bem entregue.

Publicado por: João Pedro em março 4, 2005 02:59 AM

Obrigado, João, pela correcção. Francisco, hei-de falar brevemente nos Peste & Sida.
André, em Portugal os grupos são todos "os". No Brasil é que se diz "o U2", "a Madredeus"...

Publicado por: Filipe Moura em março 4, 2005 09:26 AM