« A NATUREZA DO MAL | Entrada | A VER SE É DESTA »

fevereiro 10, 2005

VERSOS QUE NOS SALVAM

Dois poemas de Antonio Gamoneda, incluídos no livro «Ardem as Perdas» (tradução de Jorge Melícias, edições Quasi):

Vêm com lâmpadas, conduzem

serpentes cegas às

areias alvacentas.


Há um incêndio de sinos. Ouve-se

gemer o aço

na cidade rodeada de pranto.


***


Atrás da obscuridade estão os rostos que me abandonaram.

Eu vi a sua pele trabalhada por relâmpagos. Agora

já só vejo, no instante amarelo,

o esplendor das suas longínquas pálpebras.

Publicado por José Mário Silva às fevereiro 10, 2005 01:36 PM

Comentários

Artificial. Herberto Helder sem Herberto Helder.

Publicado por: Valupi em fevereiro 10, 2005 04:08 PM

Valupi, pá, olha que o tipo é espanhol.
;)

Publicado por: José Mário Silva em fevereiro 10, 2005 05:00 PM

Ainda por cima... :p

Publicado por: Valupi em fevereiro 10, 2005 06:09 PM

Vêm com lâmpadas? Alguém chamou?

Publicado por: Jorge em fevereiro 10, 2005 09:01 PM