« BODA CINÉFILA | Entrada | PORTUGAIS - GUIDE DE CONVERSATION (III) »

setembro 04, 2005

A GRAVATA

Creio que hoje, finalmente (graças a um guia ilustrado), aprendi como se dá um nó numa gravata.

Publicado por Filipe Moura às setembro 4, 2005 08:28 AM

Comentários

Para quem tem fama de se levar demasiado a sério este post nem está nada mau, eu diria mesmo que este post revela um refrescante sentido de humor.

Isto faz-me lembrar uma reunião que eu tive, em que fui informado que era de mau tom ir para o trabalho sempre de calças e nunca usar calções.

Eu suspeito que se tiver uma reunião mais formal nos próximos tempos vou optar por calções e gravata. Não tens por acaso aí e referência do teu guia ...

Publicado por: Luis Oliveira em setembro 4, 2005 08:54 AM

Este post revela mas é burrice.

Publicado por: Irascivel em setembro 4, 2005 03:34 PM

Ainda não consigo efectuar tal tarefa com sucesso!
Também pouca falta me faz!

Publicado por: canzoada em setembro 4, 2005 05:42 PM

Muito bem menino Filipinho !!

Para a semana já podes começar a ir para a rua sozinho, sem a mamã !?


Quem foi o atrasado que arranjou este desgraçado para colaborador ??

Para a proxima façam um teste de QI é que anda uma doença muito contagiosa na esquerda chamada de burrice :)

Publicado por: Mr X em setembro 4, 2005 10:28 PM

O mal da gravata, dentre outras coisas, é a habituação que provoca de se conviver com a presença constante de um nó na garganta.

Publicado por: CausasPerdidas em setembro 5, 2005 04:12 AM

Muito bem! E ja lavas os dentes sozinho?

Publicado por: Asterix em setembro 5, 2005 08:44 AM

Olha, nas Bermudas, faz o teu negocio? Luisinho

Publicado por: apache em setembro 5, 2005 09:11 AM

Ao Sr. canzoada nao faz falta, porque ele é porco, feio e mau, e só veste jeans (de preferencia daqueles de sk8ter), T-shirt, e ténis. E se tiver que ir falar com a rainha de Inglaterra, vai da mesma maneira, e puta que os pariu a todos.

Publicado por: pataphisico_azul em setembro 5, 2005 12:29 PM

Burrice na esquerda??
Burros somos nós, que ainda não conseguimos arranjar um tacho no estado!!
Ou se calhar sou só eu...
Ainda há alguém que não tenha um tacho??

ó patafísico azulado, melhor fazias se fosses para a patafísica que te pôs, se não sabes reconhecer uma boa resposta a uma contribuição deste alto gabarito.

Publicado por: cão em setembro 5, 2005 02:34 PM

Ah, as vantagens de ser de esquerda

Publicado por: Victor Lazlo em setembro 5, 2005 06:26 PM

pois eu nem com desenhos consigo...

Publicado por: Animal em setembro 5, 2005 06:38 PM

A inocente gravata

A gravata é mais ou menos usada dependendo das áreas profissionais e das subculturas que existem nos vários locais de trabalho.

A gravata tem por função impor o respeito e dar o sinal da responsabilidade - é um sinal de formalidade. Nem sempre as acções estão à altura desse simbolismo.

Ainda se lembram do durão barroso, qual cherne, a dizer "Eu gosto de tomar decisões"? Mas depois o que aconteceu? Abandonou o país a esse engravatadíssimo e rabugentíssimo Santana Flopes, que à gravata juntava uma pulseirinha da moda para as noites do jet set no lux. Já o viram voltar do seu broxuleante retiro para tomar responsabilidade? Pois é a gravata não faz o monge. Na melhor gravata cai a nódoa.

É sabido que nas instituições e gravata é tanto mais comum quanto mais alto o nível da hierarquia em que ela é procurada: é lá que as decisões são tomadas! E se der borrasca quem é que toma a responsabilidade? O chefe engravatado? Ou será o empregado irresponsável, qual bode expiatório?

E se nos deixássemos de fait diver, e tentássemos cada um ser mais responsável, no seu domínio de responsabilidade?

Publicado por: engravatado mor em setembro 5, 2005 10:42 PM

Se eu mandasse nesta merda de país, até para a praia era obrigatório ir de gravata. Obrigatório, ouviram?

Publicado por: pataphisico_azul em setembro 6, 2005 11:28 AM