« O CENÁRIO ESTÁ PRONTO PARA O ÚLTIMO ACTO | Entrada | AMÉRICA PROFUNDA »

outubro 13, 2004

MILAGRE ERA ESTA MALTA TER VERGONHA (3)

Lembram-se do alarido causado por receios de uma iminente intervenção do Vaticano em Fátima, como represália pelas visitas de delegações de outras religiões ao santuário?
Eis como se levantaram estas pouco santas ondas. E julgavam vocês que isso do fundamentalismo só encontrava habitat lá para as arábias...

Publicado por Luis Rainha às outubro 13, 2004 06:31 PM

Comentários

Realmente o padre Luciano Guerra já não se usa. São tipos espertos e inteligentes que ainda não preceberam bem onde é que estão metidos. O ex bispo de Setubal é outro.
Eu sou ateu e vejo estas coisas todas com um sorriso irónico na boca...

Publicado por: dias em outubro 13, 2004 06:45 PM


Muito oportuno o teu post e o link àquela página. Não deixa de ser delicioso "espreitar" a mente fanática. Agora um pormenor que não tem nada a haver com nada.Há uns anos atrás, uma colega de faculdade, muçulmana, de nome Fátima, falou-me das origens deste nome que, entre europeus, é apenas usado pelos ibéricos e bósnios (povos anteriormente islamizados). É um nome arabíssimo, dado à filha do Maomé. Segundo Moisés Espirito Santo, num livro que há uns anos tb fez algum furor, os mouros que viviam naquela zona há uns mil anos (aparentemente xiitas) já falavam de aparições no local, que atrubuiam a Fátima, filha do profeta - que entre eles tem a mesma importância da Virgem Maria. Algo que todos os historiadores e antropólogos sabem há seculos, de repente, passa aos jornais, e, nos "newsgroups", os emigrantes portugueses no exterior já andavam furibundos a dizer que eram invenções dos mouros e que eles iam tomar conta de Fátima. Lembrei-me de tudo isto ao ver aquele link mencionado.

Publicado por: Ana Miranda em outubro 13, 2004 06:59 PM

Vocês, afectos ao Bloco de extrema-esquerda, têm cá uma mania de se meter em tudo, caraças!!!
Para que opinam sobre religião se são ateus?!
Deixem a Igreja em paz!

Que eu saiba, Portugal é, e sempre foi um país de religião Católica. Quem não quiser ser praticante ou sequer católico, muito bem. Faça o que entender. Pode muito bem ser "ateu praticante". Até aí tudo certo.
Mas... outras religiões? Porque carga de água?!
Temos que ser invadidos por tudo quanto é lado? Até na religião?! Só faltava!...

Além disso, para que se preocupam cinicamente com "censura" a outras religiões??? Se fosse o vosso bem-amado Trotsky, que eu saiba, limpava-as todas...

Publicado por: jav em outubro 13, 2004 07:53 PM

Eu cá gostei foi da parte em que se fala, na página que linkas, no «Número de Terços oferecidos para conseguir impedir esta instalação "interconfessional"»...

Publicado por: José Mário Silva em outubro 13, 2004 09:04 PM

Adorei esta parte: «Pelo contrário: ao falar da nova basílica – de horrível desenho “moderno”» LOLOL Basta não parecer velho, de outro tempo, para ser horrível.. que gente mais desfasada do seu Tempo..

Publicado por: Boss em outubro 13, 2004 11:10 PM

"temos que ser invadidos por tudo, até na religião?". safa, este tipo é da linhagem de viriato, aposto que não comemorou o penduricalho de prata do Obikwelu. Rainha e tu põe-te a pau, os castigos do Senhor são insondáveis________não te admires se o teu teclado apodrecer de uma hora para a outra ou se um moisés te sair do modem.

Publicado por: Pedro Vieira em outubro 14, 2004 01:21 AM

Estou a ver que a igreja católica está a voltar à idade das trevas. Espero que ainda exista alguém na igreja com o bom senso suficiente para não deixar estes fundamentalistas à solta.

Por eles, qualquer dia tinhamos autos de fé novamente no Terreiro do Paço.

Vergonhoso...

Publicado por: Peter Poison em outubro 14, 2004 09:37 AM

Sem religião nem submissões políticas, faço parte dos cidadãos do mundo, esclarecidos.
Se ter dois dedos de testa e avaliar correctamente as coisas é ser de extrema esquerda, então seja! Mas é apenas um dos casos em que "os cães ladram"! A inquisição já acabou há muito e, se depender de mim, não volta, por mais que estes mentecaptos se esforcem. Usando o mesmo critério de "dedução", trata-se de "desespero" da extrema direita mais reaccionária e prejudicial à sociedade e, por isso, o melhor é não ligar. Nem Deus está com eles, portanto, se, como se espera, quem semeia ventos, colhe tempestades, é o teclado dele que vai "pró galheiro". Nestas coisas eu, às vezes, acredito na justiça divina!

Publicado por: Biranta em outubro 14, 2004 12:34 PM

Ó Biranta, para quem acha que "o melhor é não ligar", devo dizer que a tua resposta foi de quem ligou alguma coisita...

E para quem diz que "nestas coisas eu, às vezes, acredito na justiça divina!" não vejo que seja um "esclarecido". Então "estas coisas" são conforme dê jeito?

Além disso escreveste um chorrilho de afiramções, julgamento de valores, castigos e posicionamentos divinos,... caramba! Tanta coisa que nem dá para comentar.
Só lamento contrariar-te numa coisa: é que sou de extrema-Direita e não me sinto minimamente desesperado com nada. Por acaso, tem piada que até estou bastante optimista (são os ventos da história, como agora na Alemanha e Suiça, por exemplo, não tenho culpa disso...). Desculpa lá se isto não coincide com a tua análise tão profunda... :)

Publicado por: jav em outubro 14, 2004 01:58 PM

Dasss nunca vi tanta estupidez junta! E é possível??? Nunca julguei, honestamente. Sou de Direita, mas não me parece que tal assunto indigne apenas a Esquerda. Além disso, também há muita gente que confunde a Direita com a extrema-direita e isso... é quase a mesma história deste artigo :p

Publicado por: Lana em outubro 14, 2004 06:04 PM