« TEREI LIDO BEM? SERÁ QUE O HOMEM ESTÁ COM MEDO DE PERDER O EMPREGO? | Entrada | TRABALHO DE CAMPO (NA LOJA DO CIDADÃO) »

outubro 13, 2004

MILAGRE ERA ESTA MALTA TER VERGONHA (2)


O famoso "milagre do Sol" faz hoje mesmo 87 anos. Muito provavelmente, não se passou ali nada mais estranho que alguns milhares de retinas irritadas de tanto olharem para o Sol; mas a leitura de um relato da época não deixa de ser perturbadora. (Curiosamente, um bisavô meu, oficial do exército na iminência de ir parar ao Corpo Expedicionário, esteve lá e nada viu de extraordinário, à semelhança do fotógrafo Judah Ruah...)
Esta efeméride dá-me vontade de pensar na curiosa suspensão das leis da Física a que os crentes chamam "milagre". Sei que a teologia cristã é toda ela um bem pensado dispositivo para justificar a inacção quase permanente de Deus e a sua interferência nos nossos assuntos em ocasiões seleccionadas sabe-se lá com que critério... a velha história dos "desígnios insondáveis". No entanto, respeito quem consegue acreditar em tais construções: tem Fé quem pode e não quem quer.
Mas ainda estou à espera que alguém me explique como é que o Altíssimo se lembraria de enviar uma emissária especial a Fátima para distribuir avisos acerca dos "erros da Rússia" – se bem que esta versão só tenha surgido bem depois de 1917 - e ignorar episódios como o Holocausto (já agora, porque se terá a "Senhora" enganado ao anunciar no dia do milagre o fim da Grande Guerra?).
Gostaria de saber porque perturbaria Deus o nosso livre arbítrio afim de curar uma suposta paralítica portuguesa ou uma cancerosa indiana, apenas com o fito de apressar beatificações. Por que diabos deixa Ele, em constante contraponto, que milhares de crianças morram em África por causa da seca e, noutras paragens, vitimadas por inundações, tufões e demais desgraças naturais?
Deve ser preciso mesmo muita ginástica mental para manter o equilíbrio nesse instável pináculo que é a Fé.

Publicado por Luis Rainha às outubro 13, 2004 05:07 PM

Comentários

luis

o fotografo não era o benoniel?

Publicado por: sergio em outubro 13, 2004 05:27 PM

Este era, salvo erro, sobrinho do Joshua Benoliel e acompanhou o Avelino Almeida no dia do suposto milagre.

Publicado por: Luis Rainha em outubro 13, 2004 05:31 PM

A religião faz-vos assim tanta comichão?!

Caramba, para "campeões" da tolerância deixam muito a desejar. Esta extrema-esquerda...

E que tal voltarem a perseguir a Igreja como na 1ª república? Ou até como na Espanha do pré guerra civil? Assim seriam bons alunos do grande Trotsky.

Publicado por: jav em outubro 13, 2004 08:09 PM

No fundo tem tudo a ver com o afamado "livre-arbítrio" ou mesmo com a famosa elocução "Deus escreve direito por linhas tortas". Mas, como o Luis diz, tem fé quem pode e não quem quer. não me apercebi de nenhuma "comichão", apenas de opiniões. abraço

Publicado por: Francisco Curate em outubro 13, 2004 09:53 PM

E o milagre Delgado?
Qualquer dia tb é beatificado!

Publicado por: mfc em outubro 13, 2004 11:04 PM

É impressão minha ou, ao longo da História, os primeiros a achincalhar a Fé das pessoas têm sido precisamente aqueles a quem estas confiaram a sua guarda...?

http://rprecision.blogspot.com/2004/10/feira-dos-milagres.html


Publicado por: Priapo em outubro 14, 2004 02:07 AM

o comentário do jav demonstra um apurado sentido das proporções.
coloca-se em causa uma história mal contada e eis que se agitam logo "perseguições" e o restante cortejo

Publicado por: tchernignobyl em outubro 14, 2004 09:39 AM

Não se trata de achincalhar a fé de ninguém, eu como crente evangélica, mesmo quando ainda era católica nunca acreditei no milagre de fátima, primeiro poque é anti-biblíco, segundo aquilo foi sempre uma grande mentira em que o povo acredita, e um grande negócio explorado pela igreja católica e pelo vaticano.Acredito que muitos padres também não acreditam, e porque fecharam a Lucia a sete chaves em Coimbra incontactável? com medo que dissesse a verdade?

Publicado por: antonietapaulo em outubro 14, 2004 10:18 AM

Muito antes de Coimbra, Lúcia (ainda adolescente) foi fechada em Pontevedra, num sinistro seminário galego, onde diz ter visto o menino Jesus...
Para além da crendice e do efeito obscurantista que Fátima tem provocado em Portugal, há um outro efeito mau, de cariz pessoal: a detenção e manipulação de Lúcia.

Publicado por: MBP em outubro 14, 2004 12:13 PM

Esqueci-me de referir há pouco que o fótografo Ruah era realmente sobrinho de Benoliel. O próprio repórter Avelino Almeida, que fez um texto cuidado e pouco crítico, acaba por referir que o "fenómeno" não foi visto de igual maneira por todos, uns dizem que viram o sol dançar, outros dizem que viram o rosto da virgem, outros ainda disseram que o sol mudou de cor entre outras fantasias. Digo isto porque há uma certa tendência para considerar o texto de A. Almeida como confirmador do dito milagre, o que é mentira.

Publicado por: MBP em outubro 14, 2004 12:29 PM

mas não houve uns que ouviram uns ruídos electrónicos do tipo
"krrr...krrrrr... major tom to ground control..."

Publicado por: tchernignobyl em outubro 15, 2004 10:56 AM