« ALERTA LARANJA | Entrada | SINAIS DOS TEMPOS »

julho 26, 2004

F

Começa daqui a nada (22 horas), na Abril em Maio: «F de Falso» («F is for Fake»), um delirante documentário ficcionado de Orson Welles, sobre o mercado da arte, o talento dos falsários e a ténue fronteira que separa a verdade da mentira. Garanto-vos: é uma obra-prima tardia e abastardada do grande mestre. Uma falsificação deliciosa. Um grand finale (ou perto disso) barroco, excessivo, capaz de nos trocar as voltas.
O que esperam vocês, aí especados? Levantai-vos. Ide. Aproveitai.

Publicado por José Mário Silva às julho 26, 2004 09:05 PM

Comentários

o link não está a funcionar, acho...
"aproveitai" tem um sabor arcaico bem divertido.

Publicado por: tchernignobyl em julho 26, 2004 09:35 PM

Bom, cá cheguei ao fim ao fim destes insectos que não matam mas moem... Indo ao que interessa, gostei em paticular do "(e sem se desmanchar)". É que, Zé Mário é mesmo o que eu também penso. Como é póssível dizer aquelas barbaridades com a mesma cara de pau e aquela convicção.

Publicado por: Emiéle em julho 27, 2004 07:42 AM

Pois, voltei lá acima (oh, mas que chatice estes tipos) e percebi que tinha escrito o comentário no post errado. É evidente que era para o Jardom da Madeira. Sorry.

Publicado por: Emiéle em julho 27, 2004 07:47 AM