« O TONTO-MOR JÁ TEM RESIDÊNCIA DE FÉRIAS | Entrada | Intervenção Humanitária- que quadro? »

julho 24, 2004

Darfur, entre o 8 e o 80

A comunidade internacional e os seus dirigentes têm feito tudo para desacreditar o conceito de intervenções humanitárias.
Os desenvolvimentos dos últimos anos mostraram como os especialistas em marketing político vampirizaram totalmente o conceito e o transformaram num monstro informe que alberga intervenções caracterizados pelo dizimar de populações inocentes e a admissão da tortura como forma válida de comportamento em teatros de guerra.
As alternativas possíveis são a força bruta com objectivos políticos inconfessáveis e a passividade total.
Mas será que é possível que a comunidade internacional continue passiva perante a situação em Darfur no Sudão?
O que faz a ONU?
O que faz a Europa?
O que fazem os Estados Unidos?
O que fazem os Países Árabes?
O que fazem os Países Africanos?

Publicado por tchernignobyl às julho 24, 2004 11:15 AM

Comentários

que fazem os demais bloggers? onde estão os comentadores?
boa pergunta. Isto não é um Palestina/Israel...

Publicado por: André Gomes em julho 24, 2004 01:35 PM

faltam-lhe muitos ingredientes para dar direito a marchas e vigílias à BE. Não tem luta entre imperialismo americano e oprimidos. Nem capitalismo versus cultura alternativa.

Publicado por: André Gomes em julho 24, 2004 01:38 PM

e também não tem petróleo.

Publicado por: André Gomes em julho 24, 2004 01:39 PM

por acaso estive quase a intitular o post com qualquer coisa do tipo "será que é porque não tem petróleo?"

Publicado por: tchernignobyl em julho 24, 2004 01:43 PM