« MAS NINGUÉM O AVISOU QUE AFINAL NÃO HÁ ELEIÇÕES ANTECIPADAS? | Entrada | Ó PRA ELE: NÃO ESTÁ MESMO COM AR DE VITÓRIA? »

julho 23, 2004

A ALDEIA VIZINHA

«O meu avô costumava dizer: "A vida é espantosamente curta. Agora, ao olhar para trás, ela concentra-se em mim de tal maneira que, por exemplo, não consigo compreender como é que um rapaz novo se decide a ir a cavalo até à aldeia vizinha sem recear . isto, para não falar já de acasos infelizes . que o próprio tempo de uma vida normal e feliz nem de longe chegue para uma tal cavalgada."»

Franz Kafka, «Parábolas e Fragmentos» (selecção e tradução de João Barrento, Assírio & Alvim)

Publicado por José Mário Silva às julho 23, 2004 04:54 PM

Comentários